Espiritualidade

Trabalhe sua intuição

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Intuição é a capacidade de compreender algo sem a necessidade do raciocínio consciente, algumas pesquisas apontam que a intuição é elaborada pelo nosso subconsciente, outras que está relacionado a alguma mediunidade, espiritualidade e que a ciência ainda não conseguiu avançar nesses estudos.

Algumas pessoas têm isso bem aflorado, como um dom, que nasce com elas, porém, já se sabe que há diversas maneiras de se trabalhar a intuição e de poder aprimorá-la com o passar do tempo.

Pesquisas apontam que muitas empresas têm apostado nas intuições de seus presidentes para fazer investimentos ou trabalhar novas propostas.

A meditação ajuda você a pensar melhor, se encontrar consigo mesmo e organizar seus pensamentos, desta forma é possível olhar mais para si e perceber o que seu corpo e mente estão sentindo ou querendo.

Muitas vezes exercitamos nossa intuição involuntariamente, por exemplo, quando estamos perdidos, ou ainda, quando acabamos de conhecer alguma pessoa. Estas situações exploram nosso lado intuitivo através das nossas experiências sociais, nos auxiliando a tomar decisões ou construir opiniões.

shutterstock_138800666A observação é muito importante no desenvolvimento da intuição, nosso corpo nos dá alguns sinais, precisamos aprender a decifrá-los usando nosso raciocínio dedutivo. As vezes ficamos mais sensitivos com algumas situações, nestes casos que devemos tentar seguir nossa intuição.

Porém é importante compreender que nem tudo é intuição, às vezes é apenas incômodo ou medo, saiba interpretar seus sentimentos para que não se confunda.

Muitas vezes somos capazes de pressentir quando alguma coisa vai dar errado, ou ainda, sabemos que o caminho que estamos escolhendo é o melhor a seguir, mas nem sempre estaremos certo, devemos saber lidar também com essas frustrações, pois como seres humanos estamos sujeitos a erros.

Recorde as vezes que você seguiu sua intuição e faça uma avaliação se você esteve certo ou errado na maioria das vezes, observando quais foram as situações e quais as atitudes que tomou, desta forma terá mais base na hora de fazer suas escolhas, mas não tenha medo de errar.


  • Escrito por Carolina Peixoto da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]