Autoconhecimento Zen

Tudo acontece ao mesmo tempo e agora!


“Estudar o Caminho de Buda é estudar a si mesmo.
Estudar a si mesmo é esquecer de si mesmo.
Esquecer de si mesmo é ser iluminado pelos dez mil darmas.
Ser iluminado pelos dez mil darmas é abandonar nosso corpo-mente, assim como o corpo-mente dos outros”.
Genjokoan, Mestre Dogen

Enquanto eu viajo estou lendo e estudando o Genjokoan, texto do mestre Dogen, monge fundador da Soto Shu, escola Zen japonesa que eu pratico. Esse texto fala de como você vive a sua vida, atualizando a realidade de cada instante. Foi escrito no Japão para um discípulo leigo no outono de 1233.

Apesar de ter sido escrito no séc XIII ele ainda é um texto vivo e instigante no séc. XXI. Para mim é interessante como mesmo escrito no contexto monástico do Japão medieval, parece feito para a minha vida de viajante no México de hoje.

“Levar adiante ou à prática e realização de todas as coisas é delusão.
Que todas as coisas ativamente pratiquem e realizem a nós mesmos é iluminação”

Estou sentada no Zócalo (praça central) de Oaxaca. Tudo acontece ao mesmo tempo e agora. Os professores acampados protestando, a indígena que vende artesanato e come erva junto com sua quesadilha, os turistas que passam. São cores, sons, odores, movimentos…

O que significa que todas as coisas ativamente pratiquem e realizem a nós mesmos?

Essa cena de domingo parece perfeita para esse texto. Perceber esse momento com tudo, sendo parte, sem querer mudar ou querer que as coisas fossem diferentes. Deixar que cada coisa, cada experiência possa nos mostrar a integração com tudo o que existe. E ao mesmo tempo que esse momento seja apenas uma oportunidade de prática. Para que eu possa e nós possamos ver a riqueza em todos os instantes, assim como são e mudando a cada segundo.

E daí vem esse abandonar de si mesmo. Como manter uma ideia fixa de quem somos ou sobre as coisas? Esse mundo que é tão diverso e que viajar e praticar é como abrir janelas e aprender um pouco mais sobre os outros e sobre nós mesmos. E compartilhar é expandir, um bom dia para todos com novas e únicas experiências!

Sobre o autor

Carol Enguetsu Lefèvre

Carol Enguetsu Lefèvre

Arquiteta de formação, artista plástica, zen-budista, designer gráfica, professora de yoga e ilustradora. No começo de 2013 aluguei meu apartamento em São Paulo, empacotei as minhas coisas e iniciei a minha jornada de aprofundamento no Zen Budismo e na Kundalini Yoga visitando e vivendo em locais de prática nos Estados Unidos e México. Tenho um blog onde compartilho as minhas experiências e os meus aprendizados com desenhos e textos. E o meu trabalho de ilustradora você pode conferir no Flickr.

Encomende um postal "Pedaço do caminho" exclusivo! Saiba como aqui.

Blog: www.enguetsu.wordpress.com
Flickr: www.flickr.com/photos/enguetsu