Autoconhecimento Comportamento

Você é o principal responsável pelo seu futuro

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Muitos pais lamentam quando os filhos crescem e não trilham os caminhos projetados por eles na fase adulta. Também não é raro quando eles se culpam pelo futuro triste daqueles que tinham a responsabilidade de criar, educar e orientar para que crescessem com responsabilidade e se tornassem pessoas de boa índole. A verdade é que, embora se culpem, não é justo atribuir totalmente aos pais o futuro dos filhos. Além da escola, das amizades e o mundo em que vivem, todos nós temos responsabilidade direta pelo nosso futuro.

Em uma sociedade em que as escolas estão sucateadas, os pais precisam trabalhar cada vez mais para sustentar a casa e o mundo dominado pela violência, as chances da criança trilhar um caminho bom são reduzidas consideravelmente. Mas, mesmo assim, ainda são responsáveis pelas suas escolhas. Por mais difícil que a infância seja, as ações erradas na fase adulta não podem ser justificadas pelos problemas do passado.

É inegável que as adversidades na vida impactam o desenvolvimento da criança. Alguns têm histórias de vida tão incríveis que nos causam uma tristeza de pensar que já reclamamos dos nossos problemas.

Por mais que a gente faça tudo teoricamente correto, nada na vida é garantido, exceto o fim dela. Precisamos conhecer pessoas, buscar oportunidades e também ter um pouco de sorte para conseguir o que a gente almeja. Se fazer tudo corretamente não garante nada, quanto mais fazer de qualquer jeito…

A nossa vida é repleta de escolhas que podem transformar nosso mundo de maneiras bastante impactantes
Infelizmente, somos seres humanos, portanto, por mais que a gente tente, às vezes fazemos escolhas erradas. Faz parte cometer erros, o que não podemos acontecer é nos abatermos e não reagir diante das adversidades.

Exceto a morte, que representa o fim, nada nos impede de começar de novo e fazer novas escolhas. Questionado sobre o que aprendeu com as vezes em que fracassou na descoberta da lâmpada, Thomas Edison disse que o aprendizado foi ter descoberto centenas de maneiras do que não fazer, logo se aproximando cada vez mais do seu objetivo.

Escolhas certas nos poupam tempo, mas não são garantias de que não faremos escolhas erradas no futuro. Optar por um caminho não indicado pode nos trazer diversas lições, muitas que não teríamos acesso se tivéssemos acertado sempre e, portanto, nos tornando mais evoluídos do que se tivéssemos trilhado sempre os caminhos corretos.


Escrito por Diego Rennan da equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]