Autoconhecimento

Você já deixou ir?

mudanças
Elisangela Ferreira
Escrito por Elisangela Ferreira
Uau… Deu até um frio na barriga, não deu?

As nossas vidas são feitas de momentos, cada momento pelo qual passamos é um ciclo que está se fechando para que outros se abram. Geralmente não temos consciência do momento em que esse ciclo se fecha para que um novo tenha início. Se tivéssemos essa consciência, a vida seria mais fácil, e por que não dizer: chata?

Existe, porém, algo que não muda, as decisões que somos obrigados a tomar a cada instante. E aí, vem o medo… Decisões e mudanças são palavras contrárias às pessoas que sentem medo de viver o melhor da vida. Mudanças assustam. O desconhecido assusta.

Mudanças acontecem a todo instante, independentemente de nossas vontades. São necessárias para o processo evolutivo do ser humano. O chacoalhão é algo mais do que necessário. Essas mudanças acontecerão com ou sem o seu consentimento. Aceite-a, pois ela vai doer menos. Um novo ciclo se aproxima e, se você não o aceita por conta própria, acontecerá à revelia.

mudanças

Comece fazendo uma profunda reflexão: a vida que você vive é a vida que você sempre sonhou? O que está faltando? Por que você está estagnada, deixando as coisas acontecerem enquanto você apenas olha?

Bom, se você respondeu que é a melhor vida, eu fico muito feliz e sugiro que você ajude outras pessoas a chegar neste nível em forma de agradecimento e para que outros possam desfrutar dessa felicidade e plenitude.

Agora, se você acredita que a sua vida pode se tornar a vida mais plena, digo-lhe que começaremos uma linda jornada, mas para que isso aconteça, precisamos identificar algumas situações que te impedem de seguir.

No início do texto eu disse: Você já deixou ir?

mudanças

Ao longo da vida, nós vamos nos apegando em coisas, pessoas, empresas e assim vai… Mas é aí que está a questão crucial: você quer mudar isso?

Quantas vezes não nos pegamos em relacionamentos abusivos e tóxicos, nos vemos cercados de pessoas que não fazem bem ou que já fizeram, mas agora estão em um momento diferente do seu? Pessoas entram e saem de nossas vidas. Elas estarão com você enquanto essa relação tiver algum sentido.

Quando existe uma mudança, o sentido daquilo que você vivia também muda, portanto, deixe ir!

 

Aquela pessoa na qual você insiste em dizer que ama e que não consegue deixar ir, mesmo sabendo que esse relacionamento não lhe faz mais bem, te machuca mais do que ter esse alguém por perto. Isso é o que chamamos de relações tóxicas. É uma relação provocada pela dependência, pelo medo de uma transformação. A palavra certa seria ruptura e, acredite, elas acontecem independentemente da sua vontade. Não force a barra. Siga em frente!

mudanças

E, nas amizades, quantas vezes você já percebeu que tem que se libertar de amizades que não te acrescentam mais, que só te deixam para baixo ou até mesmo te impedem de ser quem você é, pois os julgamentos existem e eles não são brandos? Essa amizade já foi importante, mas existem momentos de desapegos na vida da gente. Essa pessoa permanecerá em sorrisos e lágrimas, mas no coração e na memória.

Salve-se de tudo o que não está em um momento que não é seu. Liberte-se antes que isso te deixe paralisada e sozinha, pois a pessoa, uma hora, vai se despedir.

Quantas pessoas me dizem: “Estou insatisfeita no meu trabalho!”, só que não fazem nada para mudar, nem ao menos um novo currículo preparam, só reclamam, mas não comentam com os seus contatos: “Estou em busca de novas oportunidades!”, é porque é mais fácil reclamar do que operar mudanças na vida. As pessoas gostam de ter do que reclamar.

Vamos iniciar nessa viagem de autoconhecimento, anote em um papel o que realmente será preciso deixar ir para que a sua vida flua, nada é tão simples, mas começar por um ponto é o ideal.

mudanças

Comece hoje mesmo a olhar para você.

Estou aqui, vamos olhar para dentro e tirar o que nos impede de sermos plenos.

Até a próxima jornada de autoconhecimento.

Um grande abraço e lembre-se: vai ficar tudo bem!


Você também pode gostar de outro texto da autora: Você quer mesmo resolver este problema?

Sobre o autor

Elisangela Ferreira

Elisangela Ferreira

Olá meu caros leitores, meu nome é Elisangela, tenho 35 anos e mãe de um lindinho de 4 anos, o Dudu, sou mãe em carreira solo.
Sou formada em gestão de pessoas, coaching, analista comportamental, terapeuta regressista, estudante de psicanálise e psicologia.

Atendimentos online e presencial.

Estou aqui para te ajudar sempre!

Site: eivaificartudobem.com.br
Facebook: /Ei vai ficar tudo bem
Youtube: Banqueta da Elis
Instagram: @blog_eivaificartudobem
Whats App: 11 982037021