Autoconhecimento

8 coisas que você pode fazer para tornar um término num crescimento pessoal

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Terminar um relacionamento ou “levar um pé na bunda”, definitivamente, não são situações nada agradáveis. É fato que ao passar por uma situação dessa, a tendência é se sentir triste por uns dias, não ter muita vontade de socializar e nem mesmo de sair do quarto. Porém, com o passar do tempo, o ideal é que você consiga se reestabelecer e ir em busca de novas alegrias e, principalmente, voltar a viver com a mesma paixão de antes.

Sim, entendo que pode parecer difícil, mas separamos abaixo algumas dicas pra te ajudar a encarar essa fase da melhor forma possível. Confira algumas coisas que você pode fazer para tornar este término de relacionamento uma fase de crescimento pessoal. Lembre-se, o foco agora é você!

Reacenda suas paixões e retome seus hobbies

Quando estamos em um relacionamento amoroso, é natural que fiquemos muito tempo com a pessoa amada e, com isso, deixemos um pouco de lado nossos passatempos favoritos. Aproveite este tempo para retomar estas atividades e entregar-se ainda mais a elas. Mergulhe de cabeça no que te faz feliz. Além de manter a mente ocupada e o coração calmo, ainda pode te ajudar a descobrir novos talentos ou até mesmo melhorar os já conhecidos.

Comece um diário, um blog ou simplesmente anote suas ideias e pensamentos com frequência

Escrever o que pensamos, o que passamos ou mesmo o que almejamos é uma ótima forma de autoconhecimento. Muitas vezes, com a ajuda do lápis e do papel (ou de um teclado) conseguimos organizar melhor nossos pensamentos e, dessa forma, entender quem verdadeiramente somos. Se você optar por um blog, pode inclusive descobrir uma nova fonte de renda ou ao menos notar que pode ser admirado por outras pessoas com as mesmas ideais que você.

Reaproxime-se de amigos

Outra coisa que costumamos fazer enquanto estamos em um relacionamento, apesar de sempre prometermos que não faremos, é nos afastar dos amigos. Agora, com o fim, você precisa deles mais do que nunca, e inclusive pode ser que precise reconquistar alguns. Afinal, quem muito se ausenta, uma hora para de fazer falta. Use este desafio como forma de crescimento pessoal. Ter os amigos próximos é ótimo para que a fase chata do término pareça mais leve e breve.

Procure formas de se animar

Os amigos citados no tópico acima são uma ótima maneira, mas tente ir além disso. O ideal é que você aprenda como se animar sem a ajuda de ninguém. Você precisa gostar da sua companhia e entender, principalmente e especialmente neste momento, que pode ser feliz por si só. Encontre maneiras de ficar bem consigo mesmo e com esta fase.

Coloque um ponto final, verdadeiro!

O término é uma ruptura e exige que isto seja levado ao pé da letra. Não adianta ficar procurando saber do seu ex ou querer tê-lo por perto neste momento. Mesmo que um dia vocês queiram ser amigos e ter uma relação saudável, agora não é hora. Você precisa aprender a não ter ninguém ao seu lado. Ame a sua companhia e faça com que ela baste!

Perdoe, de coração!

Independente do motivo do término do relacionamento, perdoe. Remoer situações e alimentar sentimentos negativos só farão mal a você. Reflita, sofra o tempo que precisar, mas o quanto antes for possível, perdoe, releve e supere!

Aproveite sua liberdade

Não confunda liberdade com solidão, por favor! Olhe ao seu redor e aproveite toda esta liberdade que ganhamos de presente com o fim de um relacionamento. Você pode fazer o que quiser, a hora que quiser e com quem quiser. Mágico, não? Garanto que em pouco tempo você vai agradecer por isso e por todas as oportunidades que ganha em conjunto.

Vá para o mundo

Por mais que a vontade de fazer do seu quarto o seu novo mundo possa ser gigante, brigue contra ela. Tem um mundo de oportunidades, pessoas, lugares e sensações te esperando lá fora. Existe tanta coisa a ser explorada, tanto a ser experimentado. Vista sua melhor roupa e dê os primeiros passos, garanto que vai ficando cada vez mais fácil e interessante!


Texto escrito por Roberta Lopes da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]