Comportamento Convivendo Educação Educação Maternidade Consciente Saúde Integral

Exterogestação: a gravidez depois dos 9 meses

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
A gestação não acaba após o parto. Não acredita nisso? Então conheça a exterogestação, a gravidez depois dos 9 meses. Saiba porque esse período é tão importante para o bebê.

A teoria da exterogestação

A ideia da extensão da gravidez até o primeiro trimestre do bebê é do antropólogo Ashley Montagu, entretanto, ganhou força com o pediatra Harvey Karp. A exterogestação é basicamente a adaptação do bebê à vida fora do útero.

Essa transição é importante, porque a criança precisa entender, entre outras coisas, que sua alimentação será a cada três horas e não constantemente como era na barriga da mãe pelo cordão umbilical, explica o pediatra do Departamento de Aleitamento Materno, Moises Chencinski.

Exterogestação na prática

Carregar o bebê no sling ajuda muito o bebê. Essa prática é comum na tribo Kung que vive na África Austral. As mulheres dessa comunidade levam os filhos para o trabalho no campo e a criança tem fácil acesso ao seio da mãe. Dormir no mesmo quarto dos pais nos três primeiros meses também facilita o início da vida extrauterina. Mas, existem outras e nós separamos 4 técnicas para praticar exterogestação, veja quais são elas:

O mantra “Shhhh, Shhhh…”

Para os adultos parece o som do mar. Para os bebês, lembra o que ele ouvia no útero. Imagina a confusão que é passar nove meses ouvindo esse som e chegar em um mundo onde todos sussurram e andam na pontinha dos pés. Eles sentem-se muito sozinhos e ficam nervosos.

Quando o bebê estiver chorando, coloque sua boca entre 10 e 20 cm de distância dele e faça “shhh”. Aumente a intensidade até alcançar o choro do bebê. Caso você tenha outros filhos, ensine-os a técnica para acalmar o irmãozinho. Experimente trocar o “shhh” por som de água corrente ou CD’s com sons de cachoeira ou do mar.

Atenção às visitas

O recém-nascido absorve a energia do ambiente e das pessoas. Peça aos familiares e amigos que liguem antes de visitas. Peça também que não levem crianças, não compareçam durante as mamadas, não fume antes e durante a visita, não usem perfume e apliquem álcool em gel nas mãos.

Carregar o bebê de lado

Carregue seu recém-nascido de lado, também relaxa a criança. Uma variação dessa posição é deixá-lo no colo de bruços, com a barriguinha na sua mão e braços e pernas soltinhas. Mas, atenção, nunca coloque a criança para dormir de bruços.

Shantala

A massagem indiana é ótima para amenizar as cólicas. O pediatra Alessandro Danes, que trabalha no Hospital Sírio Libanês (São Paulo), explica que a massagem é indicada logo nos primeiros dias. Feita no peito, melhora a respiração e acalma tanto que facilita a troca de fraldas. Ela deve ser feita sempre no mesmo horário e com óleo vegetal de amêndoa doce ou camomila.

Se a exterogestação é o prolongamento da gravidez, será que a mulher se torna mãe apenas quando a descobre? Saiba mais.


Escrito por  Sumaia Santana da equipe Eu Sem Fronteiras

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br