Autoconhecimento Convivendo

A água em mim: as emoções fluem como rio…

Ondas de água num oceano.
balinature / 123RF
Escrito por Carolina Rodrigues

Março é um mês muito especial para mim: mês em que vim à Luz (eba!), Dia da Mulher e também o Dia Mundial da Água (22 de março). Ecóloga e arteterapeuta que sou (as águas representam nossas emoções!), compartilho com vocês uma curadoria de ações criativas para você se conectar com as águas que é!

Criei a SouRio para uma pessoa muito especial (em memória), uma mulher resiliente, artista, que convivia com as sequelas severas de um AVC. Um desafio proposto por minha amiga psicóloga, sua sobrinha, na ânsia de despertar o movimento interior calado pelas limitações do corpo.

Geralmente estruturo as vivências da seguinte forma: dança circular (quando em grupos), aquecimento específico para o tema da oficina – vídeo, poema, música, visualização guiada, uma ilustração ou fotografia, uma notícia… –, expressão artística, elaboração racional (pela fala ou pela escrita) e partilha. Para a SouRio, separe esta playlist (acesse-a clicando aqui) e materiais para aquarela: tinta, água, um paninho, seus pincéis e papel de alta gramatura ou papelão.

Vamos lá?

1 – Sensibilização

“Abuella Grilo” é um documentário lindo, que me emociona bastante e nos faz refletir sobre nossas conexões e relações com o outro e com a Natureza:

2 – Personificando um Rio com Aquarela

Escute cada música pintando com aquarela em superfícies separadas, formando depois o seu rio (Se sentir, dance também!).

  • Nascente – “Memória das Águas” — Maria Betânia
  • Leito – “Dois Rios” – Pra Nha Terra
  • Foz – “Pedra e Areia” – Lenine
  • Mar Adentro – “Navegando Viverei” – Flavia Venceslau

Mergulho/Banho:

  • Nascente – “Memória das Águas” — Maria Betânia
  • Leito – “Dois Rios” – Pra Nha Terra
  • Foz – “Pedra e Areia” – Lenine
  • Mar Adentro – “Navegando Viverei” – Flavia Venceslau

3 – Visualize-se tomando um banho!

De preferência de cachoeira! Imagine a água passando por cada célula do seu corpo, do topo da cabeça aos pés. Cada parte banhada é purificada e renovada! Fique 3 minutos nas regiões principais – garganta, coração, umbigo, região pubiana, plantas dos pés – e/ou onde sentir maior necessidade. Imagine uma luz dourada selando todo esse processo. Sugiro a música “Debaixo D’Água” para esse processo. Pode ficar em silêncio ou escolher uma música que o agrade!

4 – Escrevendo sobre o processo

Escreva suas sensações e descobertas proporcionadas pela vivência.

Você também pode gostar

Se quiser, compartilhe! Vou amar conhecer “seu Rio”!

Sobre o autor

Carolina Rodrigues

Olá! Sou Carolina, uma sonhadora desde pequena. Pés descalços, no chão, cabeça nas nuvens. Sonhava com um mundo em que todas as pessoas fossem felizes, amigas e borboletantes. Fui crescendo e percebi que a Educação seria esse caminho. Ingressei na faculdade de Ecologia, sedenta por saber mais sobre Educação Ambiental e resgatei aí a possibilidade de tecer a Arte, a dança, a autoeducação como revoluções no mundo!

Deparei me com a Arteterapia, facilitei rodas de Danças Circulares e integrei projetos de formação de educadores pelas vias do autoconhecimento e da arte teatral.

A maternidade me impulsionou ainda mais a colocar meus projetos no mundo.

Com Cauê nasceu o Dá Tua Mão, que foi germinando do conto "A Dança de Um Um Lugar Chamado Flores" até tornar-se um Jardim em Flor.

Hoje me dedico à jardinagem de corações e à partilha daquilo que floresce do meu coração para aqueles que acolherem minhas palavras.

Gratidão!

Facebook: Carolina Rodrigues
Instagram: @datuamao
Site: Florescendo Virtudes
Outros contatos: WhatsApp