Autoconhecimento Constelação Familiar

A conexão entre sua saúde mental e sua família

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Tudo que vivemos moldou o que somos e onde estamos. Quando se fala de saúde, a jornada que tomamos e as decisões que fazemos se juntam para revelar aquilo que passamos hoje.

Nossa saúde física e mental não é moldada só pelos nossos atos, mas também por aquilo que vem de nossas famílias. É muito fácil ligar a genética aos aspectos físicos da nossa saúde, mas ela também influencia a nossa condição mental.

Problemas de saúde mental, como depressão, ansiedade, bipolaridade, entre outros, afetam milhares de pessoas ao redor do mundo. Os distúrbios da mente podem afetar qualquer pessoa, em qualquer idade, e não há motivo algum para se sentir envergonhado. Afinal, ninguém deveria ser definido pela doença que possui.

As razões pelas quais se tem uma doença mental são desconhecidas e diferentes de pessoa para pessoa. Ao contrário de muitas patologias, que podem ser rastreadas em outras gerações de uma mesma família, a doença da mente não faz parte de uma ciência exata. Ela, na verdade, é um resultado de interações dos genes com gatilhos externos.

No entanto, muitas doenças mentais possuem um padrão hereditário. Se você possui um parente com esse problema pode estar mais suscetível a tê-lo também. Para outras pessoas, pode haver certa predisposição genética, mas ela só é agravada por fatores externos, como estresse.

Os fatores externos têm uma grande responsabilidade no surgimento de doenças mentais. Uma vida familiar ruim pode disparar doenças, principalmente quando existe abuso, eventos traumáticos, ou até uma família negligente.

Além dos fatores familiares, condições ambientais também podem contribuir para o surgimento de doenças, como infecções e choques cerebrais. O uso de substâncias ilícitas também contribui para casos de distúrbios mentais.

Quando existem casos em pessoas que tenham vícios em substâncias, o tratamento deve ser feito em ambas as frentes, para que tudo seja sanado.

Se você sofre com alguma doença mental precisa avaliar até que ponto seu histórico familiar te influencia. Você possui algum parente com o mesmo problema? Ou passou por uma experiência que te fez chegar ao diagnóstico da doença?

Essa averiguação é essencial para garantir o melhor tratamento e também prevenir as futuras gerações da sua família. Busque ajuda psicológica e clínica para entender melhor quais os passos que devem ser dados!


Escrito por Gabrielle Carreira da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]