Autoconhecimento

A ilusão do medo

Mulher com medo de algo no escuro.
Paulo Tavarez
Escrito por Paulo Tavarez
O homem é limitado pelo medo e controlado por crenças. Uma coisa decorre da outra. As crenças nos deixam seguros, com elas podemos enfrentar os nossos medos, no entanto, pagamos um preço muito alto por essa segurança, pois nos tornamos seres controláveis. A liberdade desaparece, o cárcere se transforma em nossa realidade e uma luta hercúlea tem início.

Tudo isso por culpa do medo, pois se pudéssemos compreender e enfrentar esse gigante da alma, nada disso seria necessário.

Façamos, portanto, a pergunta clássica: O que é o medo?

Uma voz interior dirá que o medo não existe e ela tem razão, pois o medo é apenas uma ausência, nada mais do que isso. É um sentimento negativo, como se fosse um número matemático negativo, algo que aponta uma falta.

Você pode receber duas maçãs, mas não pode receber menos duas maçãs, pois aquilo que a matemática explica como um número negativo é apenas a constatação de uma ausência.

O medo, sendo um sentimento negativo, também está sinalizando isso. Na verdade, ele surge no vácuo do conhecimento, pois onde existe conhecimento não existe o medo. Ninguém teme aquilo que conhece, apenas teme o desconhecido.

Homem com as mãos cobrindo o rosto em sinal de medo.

Quando você aprende, entende e compreende determinada coisa ou fenômeno, você deixa de temer.

Ninguém mais, nos dias de hoje, se prostra diante de um trovão com temor, acreditando que está na presença de uma divindade poderosa. Ninguém mais oferece sacrifícios para esse deus no intuito de acalmá-lo. Isso não acontece mais pelo simples fato de termos alcançado um entendimento que não tínhamos em épocas remotas. Se não temos medo, não temos crenças, consequentemente, não somos controlados por elas nesse quesito.

Assim como vencemos o medo do trovão, através da razão, precisamos prosseguir na investigação de todas as crenças que nos escravizam. Uma análise profunda de todos os conceitos que abraçamos será necessária, a menos que você queira continuar nessa gaiola de ‘certezas’.

Não posso dizer para você “não tenha medo disso ou daquilo”, pois o medo não é uma substância que se possa ter, o medo é falta, representa o vazio; isso mesmo, aquele mesmo vazio que incomoda tanta gente e que se transformou em um problema da contemporaneidade. Quando mergulhamos nesse abismo de trevas e ilusões, a única luz capaz de nos trazer de volta é a luz do conhecimento. “Conhecerás a Verdade e ela vos libertará!”, lembram dessas palavras?

Mulher está em paisagem escura, em preto e branco. Aparece puxando o canto da imagem, revelando um pôr-do-sol claro. Conceito de ilusão de medo e liberdade do conhecimento.

Não falo apenas do conhecimento intelectual, que é útil, mas será sempre insuficiente nessa empreitada. Falo, principalmente, de alcançar a consciência da coisa em si. Enquanto estiver na esfera do intelecto, esse conhecimento se confundirá com outras crenças, ficará na instância mental, apenas quando for incorporado por todo o nosso ser é que estará representando uma expansão da consciência.

Uma coisa, portanto, é conhecer e outra coisa é entender. O entendimento liberta, destrói grades, abre portas, enfim, expande o nosso ser como um todo.

O medo é apenas uma sombra que não irá resistir à presença do sol. O sol jamais conhecerá essa sombra, pois a sombra é apenas a ausência dele. Compreende agora o que é o medo? Compreende que o medo não é?

Não existe nada mais valioso do que o conhecimento, nem todo o ouro do mundo poderia ser mais útil do que o entendimento da nossa natureza. O homem sofre, estertora na prisão e acredita que a realização de uma condição financeira abastada lhe trará a realização. Tolo, não percebe que a única coisa que irá conseguir com isso é trazer um pouco mais de conforto para a sua cela.


Você também pode gostar de outro artigo deste autor. Acesse: Você já é iluminado

Sobre o autor

Paulo Tavarez

Paulo Tavarez

Pedagogo, escritor, instrutor de Yoga e criador de uma terapêutica chamada Psicapometria. Tenho artigos publicados em vários sites voltados para o desenvolvimento da Consciência.

Celular: (11) 94138-9580
E-mail: [email protected]
Facebook: /paulo.hanuman