Saúde Integral

A luta contra o câncer

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Este mal assola boa parte do mundo. Como combatê-lo?

Ainda hoje, a palavra câncer assusta muita gente. Seu histórico de tratamento e morte causa certa preocupação para as pessoas, principalmente aquelas que são diagnosticadas. E não é por menos. Afirma-se que anualmente 8 milhões de pessoas morrem devido a um tipo de câncer e 14 milhões são diagnosticadas todo ano.

Números que assustam, mas que não podem ficar invisíveis. Por trás de cada tratamento, a esperança e forma de continuar. Por isso, quanto mais cedo for o diagnóstico melhor os resultados.

Como surge o câncer?

shutterstock_222626119Primeiramente, o câncer é uma alteração no organismo que faz com que um conjunto de células se multiplique de formas descontrolada. Não existe de fato uma explicação que esclareça como exatamente o câncer surge, porque já aparece tão cedo em crianças ou até em pessoas que tem uma vida saudável.

De acordo com Organização Mundial da Saúde (OMS) a consequência do câncer pode ser resultados comportamentos alimentares, como falta de exercícios, baixos consumo de frutas e verduras, uso de álcool e tabaco e ainda o consumo de alimentos industrializados, e o componente genético.

No artigo “Múmias egípcias provam que câncer é feito pelo homem”, o escritor e pesquisador norte-americano Terrence Aym acredita que os fatores causadores do câncer são as sociedades afetadas pela industrialização moderna. No texto o pesquisador faz uma comparação das antigas civilizações com as de agora. O câncer era algo raro e hoje é comum.

Quais os tipos de câncer que mais matam?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os tipos de câncer mais comuns são os de pulmão, mama, colo-retal, estômago e fígado. Já os que mais matam são: pulmão, estômago, próstata, mama, fígado, pâncreas e leucemia.

Muito subjetivo,  tudo depende de cada pessoa. Muitas vezes o câncer de pulmão pode não ser tão grave em uma pessoa, já em outra sim. Tudo depende do tipo de câncer, saúde da pessoa, se foi descoberto cedo. Por isso, vale alguns cuidados básicos para prevenir o câncer:

  • As mulheres precisam prevenir o câncer de mama. Desde uma atividade física, alimentação saudável e até ‘apalpar’ os seios para ver se não há nenhum nódulo;
  • O sol é muito importante para o ser humano. Mas é necessário ter cuidados. Evitar exposição excessiva em horários muito quentes, quando a radiação é maior;
  • Não fumar. O tabaco pode aumentar os riscos de câncer no pulmão;
  • Cuidar com o excesso de bebida alcoólica. E claro, cultivar uma relação saudável com a família e amigos;

Quando alguém da família é diagnosticado com câncer, costuma trazer um desgaste emocional para toda a família.

Encarar tratamentos é dolorido não apenas para o paciente como também para a família.
Mesmo que o diagnóstico seja esse é preciso ser forte, pois a medicina avança e melhores são os resultados.

Se houver morte, é preciso força de vontade para continuar. Não viver com medo de que o câncer possa chegar a toda a família. Sempre é preciso levar em conta o quadro pessoal de saúde de cada pessoa. Existem muitos casos positivos e sabemos que o apoio da família toda é fundamental.

  • Texto escrito por Angélica Weise da Equipe Eu Sem Fronteiras.

 

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]