Convivendo

Alma Gêmea?

Homem e mulher brancos com cabeças encostadas, as mãos da mulher no rosto do homem.
Roman Shyshak / 123rf

Algumas pessoas, quando adultas, tornam-se dependentes de ter alguém com quem conviver, como se determinada pessoa possuísse um ímã, sendo imprescindível, para ela, viver com alguém. Essa busca desenfreada pelo outro faz com que ela se esqueça de conhecer a si mesma. Ademais, alma gêmea, raramente, se encontra numa vida Terrestre, o que se depara, geralmente, é com alma companheira ou com a mais compatível.

Várias razões podem evidenciar uma pessoa magnetizada por ter outra, falta de afeto dos pais, algum carma a resolver, coisas mal resolvidas de uma vida passada ou carência mesmo. Essa carência pode ser mais acentuada em alguns signos, porém esse não é o foco. Há pessoas que não conseguem ficar 30 dias solitárias, não é uma relação esporádica, é namoro, é união de fato o que ela busca. Quando tudo vira extraordinário, na verdade, é de fato ordinário. Infelizmente, em virtude dessa sujeição, elas passam essa encarnação sem mergulhar nelas mesmas.

As pessoas nascem sozinhas, em que pesem algumas ressalvas, amadurecem, desenvolvem-se, entretanto chegam a certa idade e a busca pela pessoa amada se torna uma fixação, como se uma simbiose fosse necessária para sua sobrevivência. Todos, sem exceção, devem em algum momento ficar sozinhos, merecem esse prêmio. É necessário valorizar esse momento, que é de profundo crescimento. Não será numa outra pessoa que você se completará. Bem da verdade, todas as pessoas são inteiras, mas nem todas se relacionam dessa forma.

Você também pode gostar

Realmente, o que se encontra na Terra é a alma mais compatível com a sua, não necessariamente será um relacionamento amoroso, poderá ser um familiar, amigo etc. Existem várias almas companheiras, as mais próximas de se perfectibilizarem com o seu Ser. No entanto, não se faz obrigatório tornar isso como uma fascinação contumaz. Mas como? Não só relacionamentos? Sim, nem tudo é só beijo na boca, contato fervendo, sexo! Claro, tudo isso é bom, como é. Mas há relações que ultrapassam isso.

O encontro da alma gêmea, num primeiro momento, se dá na sua criação, elas são o complemento uma da outra. Há várias nomenclaturas para a junção da centelha divina dessas energias: ying, yang, ovo cósmico. Somente se encontrarão numa dimensão física, se, ao mesmo tempo, estiverem em missão divina, sendo que a ligação definitiva somente se dará depois da ascensão para a Luz.

Homem e mulher brancos, vestindo roupas brancas, se abraçando.
Candice Picard / Unsplash

Essa conexão causará um poder magnífico, que poderá, inclusive, criar corpos, isto é, Planetas, Seres etc. Não duvidem do real poder da união das almas gêmeas, pois a maior força que existe no Universo é o Amor coesivo.

Sobre o autor

Marcell Schaidhauer Barcellos

Marcell Schaidhauer Barcellos

Formado em direito. E pós-graduado. Porém, na parte espiritual, por enquanto, não detém formação. Sua busca está para o lado espiritual na mesma velocidade que as informações estão correndo no presente ano. Tem como missão divina despertar o maior número de pessoas na sua verdadeira realidade interior. Semear aquilo está claro para alguns, para que outros bebam da mesma fonte. O caminho é a mensagem, mas a finalidade é o amor.

Email: [email protected]
Site: marcellbarcellos.blogspot.com
Facebook: marcell.schaidhauerbarcellos
Instagram: @marcellschaidhauer