Consumo Consciente Convivendo Sustentabilidade

Brasil terá uma usina de energia gerada por meio de lixo

Mãos juntas segurando terra com broto de planta visto de cima
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Diante dos problemas ambientais que o mundo vem enfrentando, encontrar soluções sustentáveis é um desafio constante. Afinal, com aquecimento global, efeito estufa, excesso de lixo e poluição diária dos nossos rios e mares, é mais do que necessário mudar nossa postura para que a vida na Terra possa continuar.

Mas, como fazer isso? Como efetivamente promover mudanças que podem ser significativas para o mundo em que vivemos?

Um bom exemplo que podemos encontrar são ações realizadas em países mais desenvolvidos, como no caso da Alemanha. Com a combinação de tecnologia e políticas públicas, o país passou a promover o reaproveitamento de resíduos produzidos pela população. Ou seja, implementaram usinas que utilizam esses resíduos para a produção de biogás.

Como consequência, em território alemão os aterros quase chegam à inutilização e já existem cerca de 8 mil plantas de geração de eletricidade espalhadas pelo país.

Lixo reciclável visto de cima separados em caixas

Inspirado nessas ações ambientais, o Brasil resolveu agir

A CS Bioenergia recebeu uma Licença de Operação do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e o estado será o pioneiro na geração de biogás no país. Sim, é isso mesmo. O Paraná contará com a sua primeira usina, o que vai transformar não só quem está ao redor, mas também todo o estado.

No total, serão usadas 300 toneladas de resíduos orgânicos que são descartados diariamente na região. Toda essa matéria-prima necessária para o processo será concedida pelas estações de tratamento de esgoto e concessionárias de coleta de resíduos.

Além da produção de biogás, o que sobrar dos resíduos orgânicos será utilizado para produzir biofertilizantes. Já os plásticos que chegam nas indústrias junto com o lixo, serão reciclados para a produção de sacolas.

A usina terá capacidade para produzir 2,8 megawatts de eletricidade usando o lixo, o que vai ajudar a fornecer luz para aproximadamente duas mil casas.

Montante de lixo reciclável separado em coleta

Biogás no Brasil

Se tratando de participação na matriz energética, o biogás ainda tem uma atuação pequena no Brasil. Por esse motivo, a sua presença na oferta interna sempre é contabilizada junto a outros itens, como a palha e o bagaço da cana, popularmente chamados de biomassa.

Inspirações pelo mundo

Em Israel, uma empresa inventou um produto que transforma o lixo em gás de cozinha. Ele se chama Homebiogas e nada mais é do que uma composteira. A cada litro de lixo orgânico, as bactérias decompõem o material e ela produz 200L de gás. Essa quantidade é suficiente para uma hora de uso do fogão.

Além da produção do gás, a Homebiogas também produz fertilizador de plantas e ajuda a reduzir um grande problema mundial: a produção de lixo. Nós produzimos cerca de 1,4 bilhões de toneladas, e a tendência é que esse número aumente.

Vale lembrar também que o Brasil descarta 53% de seus resíduos de maneira inadequada. Esses são dados desenvolvidos pelo Sindicato Nacional das Empresas de Limpeza Urbana (Selurb) em parceira com a consultoria PwC (PricewaterhouseCoopers).

Inspirar-se e colocar em prática soluções como essas que vemos mundo afora é uma obrigação não só de onde vivemos, como também de todas as nações. Pensando no bem comum e no melhor para o ambiente em que todos se encontram, podemos assim construir um futuro sólido e saudável.


Você também pode gostar de: Sexto sentido –  Ele realmente existe?

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]