Convivendo

Carta para Lavínia

Lavínia
Jéssica Sojo
Escrito por Jéssica Sojo
Você nasceu numa época bem conturbada e árdua e, mesmo em meio ao sofrimento, trouxe consigo o acalento da primavera. E a cada novo dia você consegue florir a vida de quem te cerca, ressoando imensa luz e esperança mesmo em dias inoportunos – igualmente como a primavera. Recordo-me da ansiedade e dificuldade que me ocorreu em aceitar que iria ser titia assim que os seus pais compartilharam a novidade.

Lembro-me de ter ficado sonhativa e apreensiva. Era tudo uma novidade – e continua sendo –, em conclusão, a titia é de primeira viagem e como em toda primeira viagem, a experiência tem sido grandiosa em meio às oscilações de aprendizados e desafios. Embora eu não seja a titia mais coruja, sinto um carinho incomensurável por você. Tenho orgulho e gratidão por você me ter escolhido como titia e me ajudar a conduzir a viagem.

Lavínia

Permitindo-me ter o privilégio de te ensinar uma infinitude de coisas e também aprender uma abundância de outras mais – e que nem no meu melhor sonho, eu conseguiria imaginar vivenciar uma viagem tão incrível como a nossa, minha pequena Nina.

Gratidão Nina, por ensinar a titia a se desafiar e tentar compreender, dentre muitas coisas, a sua linguagem incompreensível (desconfio que nem os seus pais entendem o que você diz), mas o que importa é o coração, né? E desse, a gente nem precisa dizer nada – o amor é incondicional.

Gratidão por me ensinar a cuidar e proteger um tesouro tão precioso sem esperar nada em troca. Gratidão por me permitir voltar à infância e explorar outras jornadas de mundos diferentes através das suas aventuras (principalmente quando você descobre vídeos engraçados e bobos no YouTube com linguagem Chinesa, Coreana, Mexicana, dentre outras mais – e começa a achar graça). Gratidão por gostar do meu edredom da Turma da Mônica e me permitir viajar no seu mundinho imaginário e jubiloso. Gratidão por fazer o meu coração explodir a cada vez que você consome alimentos vegetais <3 (pressuponho que seja a futura veganinha da família). Gratidão por despertar em mim o sentimento mais amável. Gratidão pela genuinidade e oportunidade de compartilhar com todos o quão magnifica tem sido a nossa viagem.

Eu sempre almejei ser tia quando escutava o que partilhavam minhas amigas e amigos mais próximos.

Tentava imaginar o quão incrível deveria ser. E é muito além do que as pessoas dizem. Ser tia é estupendo. É antes de tudo: aprender a valorizar a simplicidade da vida. É querer e buscar ser o melhor exemplo para a maior preciosidade que a vida nos presenteia. É encontrar graça em algo totalmente desconexo. É se aventurar em universos imaginários com riquíssimos aprendizados importantes – e fazer disso o passaporte para uma infinita imaginação e esperança. É criar voo em múltiplas peregrinações que vão muito além do que as palavras conseguem mensurar de tão especial que é. É ter o maior privilégio do mundo em ganhar o presentão mais precioso que a vida é capaz de nos oferecer. É se reinventar e redescobrir um novo sinônimo a palavra amor.

Lavínia

É um sentimento que só você, Nina, ensina diariamente à titia. Gratidão à oportunidade de aprender sobre a vida junto a você nessa viagem que tem sido incrível.

Sei que ainda é pequenina e talvez leve algum tempinho para você ler a cartinha da titia, mas desejo a você, minha pequena, muita saúde, um futuro próspero e infinitas oportunidades de compartilhar com todos a grandiosidade da primavera – que só você consegue ressoar o mais sublime sentimento em quem a cerca.

Parabéns minha pequena, que você desfrute de jubilosas peregrinações.

Com todo o meu coração, titia te ama muito.


Você também pode gostar de outros artigos da autora: Carta à minha heroína

Sobre o autor

Jéssica Sojo

Jéssica Sojo

Extremamente curiosa por entre os quatro cantos do mundo – e viciada em chás. Minimalista e tentando viver uma vida perto do zero-lixo. Vegana e ativista voluntária da Mercy of Animals. Fascinada pela África e sonhadora em morar nesse país fabuloso e cheio de ensinamentos fundamentais a nossa cíclica vida. Palmeirense. Budista. TILSP e apaixonadíssima pela Cultura Surda <3. Conversadeira sobre diferentes possíveis e até impossíveis assuntos – dentre outras coisas mais, é custoso classificar quem eu sou – sendo que eu sou o todo que me cerca – outro você que é outro eu e juntos, nós somos UM. Eu poderia começar partilhando que foi inicialmente e com base na minha experiência como acadêmica na Faculdade de Medicina – com a esperança de trabalhar com o ser humano e as suas limitações, que eu despertei para um lado ao qual eu não fazia a menor ideia de que existia dentro de mim e de que eu também poderia usufruir desse lado despertando em outras pessoas o sentimento de sempre brilharmos como o sol, mesmo nos momentos mais inoportunos da nossa cíclica vida.

Digo sempre que nós somos semelhantes ao sol, assim como há dias nublados e ensolarados – como for – os nossos dias, são como a nossa cíclica vida, que também brilha, e isso independe do momento que passemos. Continuemos a brilhar, independente desses nossos momentos, difíceis e necessários para a nossa evolução, ou não tão difíceis, a nossa vida brilhará sempre. Cabe somente a nós, decidirmos brilhar ou sombrear. Despertarmos e incentivarmos o mesmo ao nosso próximo ou nos enclausuramos e perdemos a grandiosa oportunidade de ser como o radiante e brilhante sol. Meu designo aqui no Portal EuSemFronteiras é exatamente compartilhar as minhas experiências, junto a cada leitor e leitora, e em troca do nosso entrosamento, brilharmos e despertarmos uns nos outros, o nosso saudoso e caloroso sol. Ressoando todo o nosso conhecimento e transformando a nossa revolução humana com base nos nossos dias ensolarados e nublados, sem perdermos a esperança.

Meu propósito é trazer sempre em pauta a primordialidade de enxergarmos além do que nos é visível aos olhos - e como a minha mãe sempre comenta, é através do meu brincar com as palavras, que eu tenho total gratidão em estar aqui e em semear em cada pessoa que me acompanha a sementinha de ter total empatia e perceber a essência no coração do nosso próximo. Elevando não só o meu, mas todo o nosso estado de vida e tomando extremo cuidado para não nos perdermos nos detalhes – sendo honestamente sincero conosco mesmos com base no nosso próprio coração e em busca da transformação do despertar de cada um que nos torna UM.

Que a nossa esperança em brilhar em todas as adversidades da nossa vida cíclica nunca se perca em meio as nossas peregrinações na sociedade.

Com todo o meu coração e toda a minha gratidão, em especial, aos meus pais que me permitiram chegar aqui e a minha família que sempre me apoia;

A cada um que me acompanha aqui e ao pessoal que faz parte do portal do EuSemFroteiras.

Um saudoso e caloroso abraço em cada um, que possamos emanar ensolaradas felicidades uns aos outros, sempre.

Contatos:

Email: [email protected]
Instagram: @rubiojer
Site: @jerbsojo