Alimentação consciente Nutrição

Ceia: a última refeição do dia

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Não existe nada melhor nessa vida do que uma noite de sono bem aproveitada, bem dormida, né? No entanto, alguns de nossos hábitos podem acabar transformando a nossa noite de sonhos em um grande pesadelo. E o principal deles é comer exageradamente antes de dormir. Por isso, para ter uma noite agradável, é essencial dispensar a ingestão de alimentos que sejam muito pesados e apostar na ceia, a última refeição do dia.

Consumir alimentos leves antes daquele sono tão esperado ajuda o corpo a ficar alimentado e o nosso metabolismo a trabalhar de maneira correta até a manhã seguinte.

Entre os grandes benefícios de se apostar na ceia está a perda de peso. A última refeição do dia ajuda que, durante as horas de sono, as taxas de açúcar se mantenham em equilíbrio, impedindo assim que você acorde com aquela sensação imensurável de fome.

Por fim, ficar por muito tempo sem comer faz com que o corpo estimule a retenção de gordura, para se prevenir de jejuns futuros. Além disso, a ceia impede que aqueles indesejáveis pneuzinhos se instalem em nosso corpo.

Mas atenção! A ceia é indicada para os indivíduos que fazem, antes de dormir, uma pausa de pelo menos três horas com o jantar. Isso significa que quem tem o hábito de jantar tarde da noite deve evitar a ceia noturna, caso contrário, acabará ingerindo calorias em excesso.


Texto escrito por Flávia Faria da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]