Constelação Sistêmica

Como a Constelação Sistêmica abre soluções

Lupa mirando uma figura recortada em papel de várias pessoas de mãos dadas.
123RF/Andriy Popov
Angela Trigueiro
Escrito por Angela Trigueiro

A Constelação Sistêmica é um tipo de terapia breve, em que em cada sessão se trabalha um tema, uma questão, um tipo de vivência muito diferenciada.

Darei uma breve explicação dessa engenharia fascinante para facilitar o entendimento num primeiro passo.

Por meio do sistema da consciência pessoal do cliente (constelado) é acessado o campo de informações (campo mórfico) em que ele está inserido por sua origem familiar, e neste estão todas as informações da programação existencial da família e do cliente, inclusive, as do tema (questão) trazido para ser constelado. O cliente, como observador, com seu foco consciencional, dirigido à sua questão, poderá tomar conhecimento dos padrões inconscientes ocultos que estavam atuando e gerando tais problemas.

Essas percepções podem ser feitas por meio de um trabalho em grupo com pessoas — workshop sistêmico, ou pelo atendimento individual cliente constelador(a), ambos realizados de forma presencial ou online.

Por que a Constelação abre soluções?

Braço apontando para a ilustração de uma pessoa, que está conectada às outras por uma linha.
Foto: Canva

Somos formados em nossa consciência pessoal por partes, desde a nossa concepção até a idade atual. E cada uma dessas partes vivenciou e entendeu, de acordo com sua maturidade e desenvolvimento tanto emocional quanto mental cronológicos, essas experiências vividas, sentindo os impactos positivos ou negativos que foram construindo as crenças (painéis cognitivos), entendidas e sentidas como verdades sobre cada contexto vivido, em cada momento da vida de cada uma das nossas partes.

Até aqui, espero que tenha conduzido de um modo simples a um primeiro passo desse processo.

Vamos então, ao segundo passo desse entendimento do processo sistêmico.

Assim, foram se formando o repertório de nossas crenças, o que somos hoje, a estrutura da nossa psique. E nossa vida foi sendo manifestada no mundo material, na realidade da vida que enxergamos por meio desses filtros dentro de nós.

Por trás de qualquer comportamento, existe um pensamento que está ligado a emoções. Então a emoção está ligada a um pensamento que é fruto de uma crença.

A crença é o pensamento da mente.

É o que a mente pensa como a base de dados dessa programação atual.

Assim sendo, a crença — que é o que a mente pensa — gera pensamentos, emoções, determina escolhas, comportamentos, emoções, performances cognitivas, reações metabólicas e fisiológicas, saúde, bem ou mal-estar, atrai por vibração frequencial pura as situações que estejam de acordo com sua sincronicidade para manifestar essa realidade construída dentro dessa psique. E tudo isso acontece ao mesmo tempo, numa velocidade quântica, captando informações além do tempo e espaço, e sendo conversado com todas as células do corpo, com nossos corpos energéticos sutis, nossos sistemas biológicos corporais, setores cerebrais, receptores de todas as substâncias das células, tudo ao mesmo tempo… como uma orquestra quântica. Um Sistema extremamente inteligente.

Mulher em pé, com roupas de ginástica, rezando em um parque.
Foto de Retha Ferguson no Pexels

E os resultados obtidos, se forem baseados numa crença destrutiva, serão vistos como corretos! Do mesmo modo, que se basearem numa crença construtiva também. Para a mente inconsciente, ela sempre faz o correto e o melhor que pode com o objetivo de gerar acerto, homeostase corporal para manter a vida e a felicidade.

E somente os resultados mostrarão que tipos de crenças estão atuando na mente inconsciente e como a pessoa se sente diante dessas condições.

Vamos ao terceiro passo.

Os arquivos de informações que guardamos nem sempre foram vividos pela própria pessoa.

Você também pode gostar

Podemos aprender observação, por convívio e também podemos herdá-los de nossa família. Parte dessas transmissões herdadas podem ocorrer por uma região do cromossomo denominada epigenética — área fora do setor que codifica proteínas, antes desconhecida, e atualmente, com foco de muitos estudos dentro da neurociência, genética, e ciências comportamentais. Dentro de uma das minhas especialidades, a Biologia Molecular, estudos sobre o DNA, as áreas de transmissão, sempre me fascinaram.

A Constelação Sistêmica, por meio do campo mórfico familiar, acessa essas informações do cliente e tanto podem ser sentidas pelos representantes quanto pelo(a) cliente e Constelador(a) durante a sessão.

Isto posto, abrindo essas informações, o cliente poderá tomar ciência da origem daquele contexto, de quem vivenciou na família, que dificuldades essa pessoa enfrentou sem solução para a vida dela, e o tipo de compensação que o próprio cliente estava fazendo, de modo inconsciente, carregando esses modelos em suas dinâmicas da vida. Tomada a consciência dessas dinâmicas repetidas, o cliente perceberá que não foi o causador, que não terá como mudar o passado e que não poderá fazer nada diante daquilo, lhe restando apenas respeitar tudo como foi — os motivos, os despreparos, desentendimentos, medos, raivas, traições, mortes, sofrimentos vividos em vão, tudo… absolutamente tudo deverá ser respeitado e deixado com todos eles no passado…

Silhueta de uma pessoa com os braços abertos sobre uma pedra, ao pôr do sol.
Foto de Snapwire no Pexels

Só assim, abrindo mão de tentar mudar algo por meio de suas dinâmicas atuais, de compensar, é que poderá se retirar desses padrões e mudar de forma coerente em relação a isso.

Então, seu painel cognitivo mental e emocional, de posse dessa clareza, se remodelará.

Seu SELF reconstruirá de um novo modo as novas crenças sobre esse contexto.

Mudando as crenças, mudarão naturalmente os pensamentos e as emoções associadas. E novos filtros serão usados pela mente inconsciente.

Assim, a Constelação Sistêmica poderá atuar no painel cognitivo do cliente que sentirá dentro de si uma nova realidade, leveza, lucidez, abrindo soluções que, talvez sozinho, não havia imaginado. E de forma proporcional e direta, ao seu tempo, seu SELF (mente superior inteligente) poderá manifestar uma nova realidade no seu entorno abrindo diversas soluções.

Se expor ao campo sistêmico, um campo energético, repleto de informações, nos dá oportunidade de ressonar algo nosso que também busca ajuste. Por isso, os participantes de uma Constelação sentem efeitos especiais em si, só por assistirem à sessão.

Constele suas questões… Escolha bons profissionais indicados e experimente um novo mundo sentido dentro de si!

É um prazer fazer parte desse grupo de colunistas do site eusemfronteiras.

Com carinho,

Sobre o autor

Angela Trigueiro

Angela Trigueiro

Olá! Eu sou a dra. Angela Betulia Trigueiro, biomédica, educadora física, pesquisadora do pensamento sistêmico complexo, facilitadora sistêmica, terapeuta integrativa de diversas técnicas, docente em constelação sistêmica familiar e empresarial nos cursos de formação básico e avançado do Instituto Pensamento Sistêmico. Criadora do Método CINOUS – Coaching in out Systemic de alta performance Reikiana, alquimista, hipnóloga clínica Coach neuro-hipnossistêmico Especialista em gestão e aplicação de terapias vibracionais e biortomolecular no envelhecimento saudável.

Fundadora do Instituto Pensamento Sistêmico.

Tenho sede de conhecimento, adoro buscar, pesquisar, descobrir e entregar conhecimento para a evolução de todos. Amo ensinar e auxiliar cada pessoa a desvendar seus labirintos internos por meio da união coerente de técnicas que potencializam o ser humano a

se tornar quem de fato é, um ser divino, livre, saudável e repleto de competências.

Conforme fui unindo conhecimentos em muitos estudos em diversas áreas, pude perceber a complexidade da vida, seus mistérios, a engenharia quântica do Universo e da psiquê humana.

E diante de tudo isso que me fascina me coloco a serviço da Vida e da Força criadora de tudo que há.

Email: [email protected]
Site: pensamentosis.com.br
Instagram: @angela_trigueiro