Autoconhecimento Comportamento

Compaixão: qual é o real significado dessa palavra?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

No dicionário, a palavra “compaixão” é definida como um sentimento piedoso e de simpatia que fomenta um impulso de ternura para quem sofre, mas esse sentimento é muito mais do que sentir piedade, pois ele é caracterizado pela empatia em relação às tristezas das pessoas. Quando alguém está sofrendo, compaixão é aquela vontade de querer ajudar, fortalecer, consolar e também de dar certo suporte emocional, diferente de sentir “pena”, que acaba por não acrescentar em nada a quem sofre e ainda desmotiva quem a sente.

Um indivíduo que se sensibiliza com a fragilidade ou até mesmo com algumas circunstâncias de vidas alheias possui compaixão e tem a ciência de que compreender tudo o que ocorre ao seu redor e não se importar só com a própria vida é um ato generoso que pode transformar o mundo e a forma de lidar com o próximo.

A palavra “empatia” deve estar presente no seu dia a dia, mesmo que você não a conheça muito bem. Todos costumam dizer: “Tenha empatia pelo próximo”, mas saiba que isso não basta. A empatia faz parte da compaixão, mas esses sentimentos são diferentes. A compaixão tem o foco de realmente melhorar ou aliviar os sentimentos ruins que alguém sente ou até mesmo ser um ombro amigo para aqueles que passam por momentos difíceis, enquanto a empatia consiste no ato de partilhar e compreender os sentimentos, sem julgamentos. Conclui-se assim que, o sentimento de compaixão é uma evolução da empatia, pois muito mais pode ser feito por alguém além de compreender: a compreensão é o primeiro passo!

Imagem de duas mulheres segurando as mãos uma da outra. Elas usam um sueter, um na cor cinza e o outro na cor bege. Elas transmitem um sentimento de empatia e compaixão.
Direitos autorais : Dmitrii Shironosov

Como seria o mundo se houvesse mais compaixão?

Todos sabem que cada ser é singular e que todos têm problemas. É comum perceber que essa singularidade por muitas das vezes é tratada de uma forma como se ninguém mais existisse no mundo: se uma pessoa está em um momento incrivelmente feliz, geralmente é só isso o que importa. Se houver alguém passando por um momento difícil, a pessoa feliz raramente dará ouvidos para ela ou quem sabe disponibilizará um ombro amigo. Podemos chamar esse ato de egoísmo, mas acreditem, na maioria dos casos, as pessoas realmente não observam e não se atentam ao que os outros vivem.

Se o mundo fosse repleto de gente que sente compaixão, tudo seria muito, mas muito diferente! Esse é um dos sentimentos mais essenciais para que a paz exista e seja mantida na humanidade, pois a partir do momento em que uma pessoa ajuda outra, se iniciaria um ciclo onde ninguém viveria pensando somente em si, mas sim em um todo, e quando isso ocorre, a união começa a ser natural. Em tempos onde a discórdia prevalece, a compaixão com certeza transformaria o mundo!

Imagem de várias mãos de pessoas idosas, umas sobre as outras. Trazendo um sentimento de compaixão e simpatia.
Direitos autorais : rawpixel

O que esse sentimento pode fazer por você?

Ter um olhar de compaixão faz com que você automaticamente se nivele com o próximo: se alguém sente dor, você se colocará no lugar dele e agirá da mesma forma que gostaria que agissem com você, e quando isso ocorre, percebe-se que as diferenças entre os seres são poucas, pois todos sentem e todos precisam de alguém, ninguém é mais do que ninguém.

Expandir a compaixão é renovar o seu próprio ser e dar um maior significado à vida. Quando você se dispõe a fazer parte do sofrimento de outra pessoa, todos os sofrimentos são divididos ao invés de serem multiplicados, tanto os seus quanto os dela e assim, ninguém sofre sozinho e todos se ajudam.

Praticar a compaixão com certeza garante uma grande mudança de perspectiva para qualquer um, pois quando se olha o mundo com esse sentimento, o nosso auto-olhar é renovado. Se você possui o costume de julgar a si próprio de uma forma pesada e se culpa por alguns erros cometidos, a compaixão que está dentro de você lhe proporcionará uma nova base para que tudo seja visto de maneiras diferentes. Sentir compaixão por alguém faz com que vejamos que todos somos falhos e assim, não cobremos tanto das nossas relações e também não criemos tantas expectativas, o que resulta em mais harmonia na nossa vida.

A compaixão iguala os seres e permite com que todos reconheçam as próprias limitações, independentemente de qualquer coisa. Se todos compreendessem o real significado deste sentimento, o mundo seria mais unido!

Imagem de uma mão de um homem negro segurando nas mãos de uma criança branca, demonstrando respeito e empatia.
Direitos autorais : Aleksandr Davydov

Faça as seguintes reflexões e dê espaço à compaixão dentro de você:

– Quando você vê alguém sofrendo, o que você sente? Sofre junto? Sente vontade de ajudar?
– Se um amigo está nervoso com algo que aconteceu você, diminui o nervosismo dele não dando importância ou se dispõe a conversar e acalmá-lo?
– Um parente próximo não passou em uma prova importante, você o incentiva a desistir e partir pra outra ou dá o apoio para que ele persista no que almeja?

Você também pode gostar

Você acha que o que você deseja é mais importante do que o outro deseja?

Preste atenção no que você sente diante dessas situações e tente olhar para a vida com mais compaixão. Além de beneficiar os outros e o mundo, o seu ser se renovará e você sentirá a diferença ao lidar com as suas próprias questões!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]