Autoconhecimento

Compreensão mundial – Caminho para a cura nas relações humanas

Anna Maria Oliveira
Escrito por Anna Maria Oliveira

“Só compreende o outro quem compreende a si mesmo.”

Vivemos um momento de incertezas, a “era líquida”, tudo muda muito rápido. Mas o sentimento, a necessidade e o desejo de sermos amados, compreendidos e reconhecidos permanecem em nós.

Tantas crenças limitantes impostas pela sociedade, famílias, culturas e religiões, tudo isso resultando em violência, ausência de paz interna e externa, guerras, conflitos ideológicos, discriminação racial e de gêneros, tantas feridas abertas em nós.

Eu acredito, sim, isso é uma crença de que todos somos seres únicos nesta galáxia e universo. Ninguém é igual a ninguém, portanto, ninguém é melhor do que o outro.

Sete fotos diferentes, uma ao lado da outra, de pessoas sorrindo.

Simples? Sim!

Experimentar que somos seres únicos, portanto, não nos comparar com outras pessoas, requer autoconhecimento emocional.

Quando conheço e reconheço as minhas emoções, o que me move no mundo, os valores que sustentam a minha personalidade, posso compreender os outros, as suas seguranças e inseguranças.

Passo a agir de maneira consciente, clara, tolerante e com visão abrangente sobre o que significa compreender as emoções, pensamentos, reações e atitudes das pessoas.

Trago em minhas atitudes a empatia, capacidade de me colocar no lugar do outro, como observador desapegado. Sem avaliar, criticar e julgar. Sem desejar que sinta, pense e entenda como eu.

Duas mulheres em um café se abraçando. Uma delas é loira e está vestindo uma camisa de manga longa azul clara e a outra é morena e está vestindo uma camiseta de manga curta branca, está com uma bandana preta com bolinhas brancas na cabeça e também está usando um bracelete dourado. Há também duas xícaras de café em cima de um balcão que está ao lado das duas moças.

Empatia tem a sua origem no termo grego “empátheia”, que significava “paixão”, a empatia pressupõe uma comunicação afetiva com outra pessoa, e eu incluo as palavras afetuosidade e acolhimento.

Eu afeto o outro e o outro me afeta, eu o compreendo e ele me compreende.

A empatia é diferente da simpatia. Simpatia é uma resposta intelectual. Empatia é uma conexão emotiva.

A simpatia indica uma vontade de estar na presença de outra pessoa e de agradá-la, a empatia faz brotar uma vontade de compreender e conhecer a outra pessoa.

O altruísmo entra em cena, o amor e o cuidado para com as pessoas surgem naturalmente em mim.

Eu não me anulo, eu me coloco em uma posição de entendimento profundo e genuíno.

Duas mulheres se abraçando. Uma delas está de regata preta e tem cabelos longos, castanhos claro e liso. A outra está com uma camisa xadrez azul, vermelha e cinza claro, e tem cabelos castanhos e lisos.

Posso me identificar com os sentimentos do outro e me sentir mobilizada em cooperar com ele/ela, se a pessoa desejar. Eu me permito ajudar e peço a permissão do outro para ajudá-lo, sem decidir o que eu considero ser melhor para ele/ela. A não ser em casos em que a pessoa esteja em condições mental e emocional comprometidas para decidir de maneira objetiva.

Um dos métodos utilizados em nossas ações profissionais é a escuta ativa e a escuta do coração. Observamos o quanto as pessoas se sentem felizes e motivadas quando são ouvidas com atenção plena e quando sentem que a voz do seu coração é reconhecida pelo outro.

Colocar os nossos ouvidos e o nosso coração nas relações humanas, escutar além do que está sendo dito e sentir a vibração do coração do outro abre as portas para a compreensão e solidariedade.

As consequências são:

  • Respeito às diferenças, sejam elas quais forem;
  • Altruísmo, servir ao outro sem esperar nada em troca;
  • Sentimento de pertencimento e merecimento;
  • Honra a tudo e a todos que vieram antes de nós;
  • Valorização de toda e qualquer contribuição, sugestão e ideia;
  • Vida mais leve;
  • Saúde mental, emocional, física e espiritual;
  • Relacionamentos harmoniosos;
  • Meio ambiente mais saudável e sustentável;
  • Cooperar se torna mais importante do que competir;
  • A paz se instala gradativamente no interior de cada ser humano.

Duas meninas sentadas na areia da praia abraçadas. Elas estão usando um chapéu de palha e vestindo camisetas brancas de mangas curtas.

Assim, um mundo mais pacífico, amoroso, compreensivo e justo começa dentro de cada um de nós.

Quando cada ser humano do planeta sentir e viver esses valores dentro de si, chegaremos a um estado de relacionamentos dignos, saudáveis e felizes.

Acredito, sim, isso é outra crença, que as leis, as normas, as regras e as constituições dos países serão simples e eficazes. Pois as orientações virão de dentro para fora, de cada coração consciente de sua missão consigo, com o outro, com o planeta Terra, Universos e Galáxias.

Dicas para exercitar a compreensão com você e com o outro:

  1. Escute além do que está sendo dito;
  2. Nada é pessoal, muitas vezes, projetamos as nossas inseguranças culpando a nós e aos outros;
  3. Sorria, pois os sorrisos deixam a alma mais leve e desarmam resistências;
  4. Procure sentir mais e pensar menos, isso favorece a intuição;
  5. Ofereça o melhor de você, verdadeiramente, sem esperar recompensas.

Seja feliz e faça os outros felizes com a sua luz!

Abraços carinhosos!


Você também pode gostar de outro artigo desta autora. Acesse: Meditação e vestibular combinação que pode dar certo!

Sobre o autor

Anna Maria Oliveira

Anna Maria Oliveira

Sou apaixonada pelos processos de Educação e por tudo o que se refere ao desenvolvimento humano. Formada em Pedagogia, com especialização em Administração Escolar. Pratico meditação Raja Yoga e Yoga com Respiração Dinâmica.

Atuo como Palestrante, Coach Educacional, Instrutora de Yoga Lúdico na Educação e Consultoria Pedagógica para professores e escolas. Realizo atendimentos in company e em grupo. Graduada em cursos complementares como Arte Contemporânea, Xilogravura, Educadora Brincante, Instrutora de Yoga para Crianças e Jovens, Reiki Tibetano, Técnicas Corporais Ayurveda. Fundadora da Academia Confluência, criei a metodologia do Coaching Integrado Pedagógico em Grupo, método CIP, em parceria com Antônio Carlos Antunes. Escrevo artigos para o site e posts da Academia Confluência, no Facebook e Linkedin.

Atualmente, estou produzindo um livro para educadores e pais, com foco para a prática de Yoga com Crianças de 04 a 10 anos.

CONTATOS
www.academiaconfluencia.com.br
https://www.facebook.com/academiaconfluencia/
https://www.linkedin.com/in/anna-maria-de-oliveira-9b552327
https://www.linkedin.com/company/11367943/
e-mail: [email protected]