Autoconhecimento Educação Yoga

Meditação e vestibular combinação que pode dar certo!

meditar
Anna Maria Oliveira
Escrito por Anna Maria Oliveira
A vida de vestibulando é incrível. Pode ser uma fase da vida bem divertida!

Estudo diário, planejamento, organização, revisão de conteúdos, certezas, incertezas, dedicação exclusiva para atingir objetivos, alimentação irregular, noites de sono curtas ou agitadas.

A mente não para! Muita informação, fórmulas, datas, regras gramaticais, leitura de temas atuais… ufaaaaaaaaaaaaa!

Como manter a qualidade de vida em meio a esse turbilhão de emoções e reações?

Várias são as possibilidades, considerando o perfil comportamental de cada um!

meditar

A prática de Meditação é uma delas, ferramenta eficaz para desacelerar a mente e trazer qualidade para os pensamentos.

Assim, é possível reconhecer e minimizar as causas e os efeitos do estresse, insônia, ansiedade, medo e leve estado depressivo.

A visão em relação aos seus objetivos ou escolhas se torna mais clara e assertiva. Você utiliza a criatividade como aliada para os estudos, consome menos energia ao pensar e obtém melhores resultados ao longo do tempo de prática, impactando a sua vida como um todo.

Meditar é investir em autogestão física, mental, emocional e espiritual para sair do ponto A e chegar ao ponto B, curtindo o caminho e celebrando a chegada, reconhecendo o seu empenho e valorizando a si mesmo

 

“A alma é sempre bela.

O universo está tediosamente em ordem, tudo está no seu lugar.

O que aconteceu está em seu lugar, o que está aguardando estará em seu lugar”.

Walt Whitman

Praticando algumas modalidades de meditação:

 

meditar– Em pé (no ônibus, metrô, tomando banho): mantenha a coluna ereta, os pés paralelos bem apoiados no chão, peito para frente, cabeça erguida, inspire e expire, suavemente, cinco vezes. Observe o efeito em seu corpo e mente. Aumente o tempo se desejar.

 

meditar– Caminhando: ande prestando atenção aos seus passos, sinta o ritmo da caminhada, como os seus pés tocam o chão, mantenha a cabeça erguida, como se desfilasse, olhe para frente, caminhe em direção aos seus objetivos sem distrair-se com as cenas laterais, com o que está acontecendo a sua volta. Inspire e expire suavemente. Observe seu corpo, batimento cardíaco, respiração e mente. Caminhada de 20 minutos.

 

meditar– Deitado: deite-se confortavelmente, coloque a mão direita sobre o abdômen e a mão esquerda sobre o coração. Relaxe todo o corpo, sem dormir. Acolha você, sinta a vida que pulsa, solte toda e qualquer tensão. Inspire e expire suavemente. Observe as sensações. Você pode ouvir uma música instrumental suave, pois a frequência vibratória deste tipo de música ajuda as células do corpo a vibrar em ondas mais elevadas, favorecendo a mente na redução da velocidade dos pensamentos. Tempo sugerido 10 minutos.

 

meditar– Sentado: sente-se em posição de índio (pernas cruzadas) ou em uma cadeira, com os pés paralelos e bem apoiados no chão. Mãos descansando sobre os joelhos, ombros soltos, coluna e cabeça eretas. Se desejar feche os olhos. Preste atenção apenas em sua respiração, no ar que entra e no ar que sai, pausadamente. Relaxe todo o corpo, a mente, as emoções. Imagens internas poderão surgir, o seu coração poderá falar com você. Apenas se permita viver este estado. Aos poucos vá visualizando na tela da sua mente você estudando, compreendendo os conceitos, estabelecendo relações entre eles. Crie neste estado a realidade que você deseja. Qual é o cenário? Como você se sente emocionalmente? Com quem você está? Quem apoia você? Brinque com as imagens. Tempo sugerido 5 a 15 minutos.

Experimente esses exercícios aos poucos, de maneira leve. Crie você mesmo a sua prática. Faça um laboratório com você utilizando as diferentes formas de meditar.

Vale lembrar que a nossa realidade é fruto de pensamentos criados pela mente, sentimentos, palavras e atitudes gerados a partir dessa criação mental.

Vitória ou derrota estão relacionadas, e também a qualidade do que pensamos sobre nós mesmos. Evite julgar a si mesmo e aos outros. Evite comparar-se com os outros, isso reduz sua autoestima. É preciso um pouco de vontade, disciplina, amor e treino.

A boa notícia???

Meditar tem custo zero.

Alto investimento em você para melhorar a sua performance.

meditar

Aceita o desafio?

Compartilhe sua experiência aqui.

Se desejar podemos conversar, posso ajudar você com outros exercícios!

Sucesso!


Você também pode gostar de outro texto da autora: 4 Arquétipos para a Jornada Interior! Que caminho é este?

Sobre o autor

Anna Maria Oliveira

Anna Maria Oliveira

Sou apaixonada pelos processos de Educação e por tudo o que se refere ao desenvolvimento humano. Formada em Pedagogia, com especialização em Administração Escolar. Pratico meditação Raja Yoga e Yoga com Respiração Dinâmica.

Atuo como Palestrante, Coach Educacional, Instrutora de Yoga Lúdico na Educação e Consultoria Pedagógica para professores e escolas. Realizo atendimentos in company e em grupo. Graduada em cursos complementares como Arte Contemporânea, Xilogravura, Educadora Brincante, Instrutora de Yoga para Crianças e Jovens, Reiki Tibetano, Técnicas Corporais Ayurveda. Fundadora da Academia Confluência, criei a metodologia do Coaching Integrado Pedagógico em Grupo, método CIP, em parceria com Antônio Carlos Antunes. Escrevo artigos para o site e posts da Academia Confluência, no Facebook e Linkedin.

Atualmente, estou produzindo um livro para educadores e pais, com foco para a prática de Yoga com Crianças de 04 a 10 anos.

CONTATOS
www.academiaconfluencia.com.br
https://www.facebook.com/academiaconfluencia/
https://www.linkedin.com/in/anna-maria-de-oliveira-9b552327
https://www.linkedin.com/company/11367943/
e-mail: [email protected]