Blog do Editor

Crenças Limitantes: cuidado, elas estão te sabotando!

Crenças Limitantes
Olá!

Via de regra, nossas crenças mais básicas e fundamentais são transmitidas por nossos pais ou cuidadores, principalmente até os sete anos de idade, quando somos uma esponjinha e absorvemos tudo, sem filtro.

Não temos sequer condições de concluir que estes conteúdos são apenas interpretações das verdades aceitas por eles, porque eles mesmos não questionam, as dita cujas, elas nos são repassadas goela abaixo.

São essas crenças, ditados populares, muitas vezes, infelizes que norteiam nossos pensamentos e sentimentos e, na maioria das vezes, sequer sabemos que as temos. É tipo um software instalado em nossa máquina, rodando sem que a gente se lembre ou saiba dele lá…

Crescemos e esses pensamentos e sentimentos passam a embasar nossos comportamentos e ações, e pronto! Lá estamos nós passando dificuldades de relacionamento ou financeiras porque alguém um dia nos disse que “ganhar dinheiro é muito difícil”, ou que “ricos não entram no reino dos céus”, e que “nenhum homem presta”, e “mulher só gosta de dinheiro”.

Danou-se. Ficamos limitados a essas crenças e nosso potencial e desenvolvimento pessoal é comprometido.

Crenças Limitantes

Assim se cria um Paradigma Pessoal.

Para mudá-lo você precisa de auto-observação e enfrentamento. Observar e confrontar o que não faz sentido, porque não reflete a Nossa Verdade e, assim, colocar tudo abaixo, usando nossa razão e saindo do pensamento automático,

Somos co-criadores de nossa realidade, mas estamos criando o quê?

Lembre-se que somos um campo eletromagnético e atraímos tudo que pensamos e sentimos… então, se não está atraindo coisas bacanas, vale a ponderação:

No que você acredita?

Já parou para pensar? Dar uma olhada em como anda a vida é um bom começo para pesquisar padrões que se repetem.

Você acredita que:

Desgraça pouca é bobagem?

Rico não entra no reino dos céus?

Precisa lutar muito pra ser alguém?

Sorte no jogo, azar no amor?

O dinheiro é fruto de muito sacrifício?

Quem nasceu pra tostão não chega a milhão?

Blá, blá, blá…

Às vezes achamos que isso tudo não tem influência em nossas vidas, e que de forma consciente acreditamos em coisas bacanas, e que isso tudo que ouviu durante toda sua vida não interfere em nada, inocentes, sem nem perceber que são crenças inconscientes e estão lá, criando sua realidade.

Passamos a vida brigando contra o destino, sendo que somos nós mesmos que estamos traçando esse caminho… Putz!

Meditação constante para entrar em contato com si mesmo é o caminho, e também terapia. Tomar posse da própria vida e saber quem se é na verdade é o que nos liberta de todas estas “verdades” que nos foram ensinadas vida à fora…

Olhos de ver!

Com amor.

 

Você pode gostar de outros artigos do Blog do Editor. Acesse: https://www.eusemfronteiras.com.br/categoria/blog-do-editor/

Sobre o autor

Monica Marchese Damini

Monica Marchese Damini

Psicanalista Clínica e Editora do Eu Sem Fronteiras

Em certa altura da vida, senti o chamado para descobrir o que havia além da rotina, da vida material, do físico. Foram muitos os caminhos trilhados, muito estudo, muitas vivências e descobertas, muitos desafios, vários mestres. Gratidão a cada um deles.

Autoconhecimento, espiritualidade, física quântica, o universo, yoga, budismo, doutrinas, meditação, retiros, silêncio, corpo, mente, alma, o Ser, o Amor Maior.

Ser livre do mundo externo, do sofrimento de Maya, a ilusão.

Torna-se co-criador da própria realidade.

Colocar em prática o Dharma, o dom e recursos recebidos em prol da sociedade, privilegiar o Todo, trabalhar, estudar, compartilhar, amar, evoluir, sem apego ou aversão.

Despertar para o Divino em cada um de nós. Aprender a enxergar o Ego e deixar que ele apenas trabalhe a favor dos propósitos do Todo, aprender a praticar o desapego e a aceitação… tem que buscar, tem que querer, e eu quero!

Assim como eu, muitos estão nessa jornada, e com este propósito de nos juntar, criamos o Eu Sem Fronteiras, projeto amoroso de compartilhamento e ponte entre quem quer dar e quem busca receber todo tipo de informação e conhecimento, livre de dogmas, julgamentos e crenças, para que cada leitor aproveite o que desejar em cada momento de sua vida.

Transformar conhecimento em sabedoria.

Trabalhoso, mas tem muita gente vibrando na mesma sintonia e disposta a compartilhar o que sabe, e nessa nova era onde o coletivo impera sobre o individual, conseguimos uma equipe linda de profissionais em sinergia com nosso projeto para juntar todo o bem e todo o bom aqui neste portal.

Aprender a perdoar, se perdoar, nos libertar de sentimentos negativos, mágoas, culpas e tudo que gera padrão negativo. Há muitas formas e ferramentas, mas precisa trabalho e enfrentamento.

Quanto maior a massa crítica vibrando positivamente no amor universal, mais rápida a transformação deste planeta.

Queremos participar!

Contato:
E-mail: [email protected]
Facebook: Monica Marchese Damini