Autoconhecimento

Deixe as pessoas serem quem são!

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

A verdade é que somos todos hipócritas! E não adianta dizer que você não é. Por quantas vezes não sentiu-se indignado (a) ao ouvir a opinião ou ver a atitude de alguém diante de uma situação? Aposto que você disse, ou se não disse, pensou: como ela é capaz de fazer/pensar dessa forma?

Nós temos esse costume, talvez falando de forma mais aprofundada, temos essa cultura de julgar ou estranhar aquilo que não se assemelha a nós. Quer prova maior do que a da atualidade? Podemos usar a política como ponto de partida: coxinhas x petralhas.

Se você se posiciona de um lado, o outro, certamente, está cego por não acreditar nas mesmas ideologias. E isso não é só por aqui: se levantarmos a estatística mundial, cerca de 86% dos confrontos acontecem devido a questões políticas e econômicas.

E a religião? Se puxarmos na história…Cruzadas, Guerras Religiosas Francesas, Guerra dos 30 anos e por aí vai, mais de 70% dos países estão na classificação da perseguição religiosa. Nós também não estamos tão distantes disso, atualmente, cada religião debocha ou, no mínimo, discorda da doutrina da outra.

Talvez, seria muito mais fácil acreditar que o único intuito de tudo isso é fazer o bem e nada além. Mas isso também pode ser uma opinião minha, e que mais ninguém precisa aprovar.

O que realmente importa é que ninguém precisa concordar com nada, muito pelo contrário, discordar é uma das melhores coisas da vida. Julgo como se fosse um dever. As pessoas pensam diferente quase sempre e as outras têm sim o direto de se manifestar.

Não, não se cale nem ao menos em nome da boa convivência!

Mas é ai que está, tem gente que xinga, que briga, que mata, outros apenas conversam, debatem, explicam e, por vezes, te fazem até mudar de opinião. Eu, sinceramente, gosto desses papos que me fazem ter outra visão, geralmente, são os que mais me acrescentam. Também gosto daquelas pessoas que simplesmente te dão as costas e vão embora, sem mais delongas.

É fundamental deixar o outro ser o outro e estar ciente de que ele não é obrigado a pensar, agir e sentir como você. Se assim fosse, ele seria você, não o outro.


Texto escrito por Natália Nocelli da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]