Autoconhecimento Convivendo

Em aprendizado contínuo

Mulher em beira de praia
Lolostock / Canva
Escrito por Cintia Barbosa

Quando foi seu último e grande aprendizado? E o que foi feito dele? Esse último aprendizado ainda surte efeito?

E se eu lembrá-los de que hoje todos nós já recebemos o primeiro aprendizado do dia… antes mesmo de sair da cama…(?!) Alguns prestaram atenção e iniciaram ao acordar, outros esqueceram e o deixaram para trás… Conseguem perceber que dia após dia entramos e saímos das lições?

Quem está pulando a mureta e burlando as aulas? Cuidado! Há uma lei implacável na natureza para os que têm coragem de se autossabotar… suas lições podem estar os aguardando bem atrás da mureta! Qual é a vantagem de se parar no meio do caminho?

Depois que assumi minha condição humana como aprendiz, tudo se mostrou diferente do que costumava aparentar. Eu estou aprendendo em cada relação do dia: com pessoas, coisas, natureza. E como é instigante reaprender!

Onde está a aprendiz ou o aprendiz em você? Quem está se comunicando de maneira consciente com sua ou seu aprendiz? Quem tem se permitido aprender a reaprender?

Já me observo como conscientizo a respeito, percebendo o meu tamanho diante desse céu que nos cobre… olha para cima! Veja acima de você e o tamanho de todos nós e tudo mais em relação ao céu… como você se sente?!

Tudo que sabemos até aqui é mesmo o suficiente para pararmos e nos ligar no modo automático? Cada um se colocando maior que o outro mesmo sabendo que estão sob o mesmo céu e que a partir dele todos são do mesmo tamanho? Diante de toda extensão da terra e do mar, será que já sabemos tudo?

Homem na beira de um rio, olhando para a paisagem
Tolstnev / Getty Images / Canva

Sinceramente, estou vivendo mais tranquila depois de me aceitar aprendiz da vida de quando me ostentava em um achismo coletivo padronizado. E ao lembrar-me disso, pergunto: quem eu estava achando que era? Como pude agir daquela maneira? Mas pergunto com humildade e compaixão a mim mesma por saber agora com entendimento, compreendendo minha consciência naquele momento que se revelava inerte e vulnerável. Lembrando que estar vulnerável difere de fraqueza, covardia. Todos estão vulneráveis diante dos fenômenos da vida, incluindo nossa constituição humana. Mas podemos experienciar essa vulnerabilidade com coragem do contrário diminuir o amor próprio, vitimizar.

Então, hoje, deixamos a aprendiz ou o aprendiz receber as lições para crescermos. Que nos seja revelado tudo aquilo que necessitamos saber para darmos os passos seguros e certeiros rumo a automestria. Nosso mestre nos aguarda! Há de estarmos preparados!

Aproveitamos esse momento, nessa escola que nos acolhe, a Terra nos oferece todo sustento necessário e suficiente à nossa estadia. Tudo gratuitamente! Até onde reconhecemos isso? O respeito e o valor, o que estamos fazendo? Nós somos muito abençoados pela oportunidade de crescermos e evoluirmos com ela! Que saibamos reconhecer e saudar todos os dias essa escola azul com muita gratidão!

Mulher no meio de um campo de flores de braços abertos e olhando para o céu
4653867 / Pixabay / Canva

Uma das lições mais importantes de um aprendiz é o respeito à sua própria natureza de ser quem é. E se relacionar a partir de si próprio do contrário de se terceirizar. Quando estamos afastados da nossa essência, o nosso piloto automático terceiriza tudo. Nossos sentidos passam a ser reflexo nos outros e nossas respostas expressadas a partir do outro. Evitamos olhar para dentro e expressarmos o que carregamos. Com isso respondemos frequentemente na terceira pessoa ao invés de respondermos na primeira pessoa.

Por isso, em meu aprendizado, venho exercitando falar na primeira pessoa, seja do singular ou do plural, conforme pede a ocasião. E sem entrar na esfera do egoísmo e sim chamar atenção para a individualidade, que é onde se encontra a identidade de cada um de nós. De que maneira vocês estão se expressando? Como vocês estão cuidando da individualidade nas suas relações? Vocês têm terceirizado sua identidade?

Conhecer a si mesmo, mas de dentro para fora. Aprendiz de si! É o momento da Chamada, estamos muitos requisitados nessa escola azul! Retomamos nossos lugares! Anotemos tudo! A borracha também, também é bem-vinda! Afinal, nem sempre escrevemos conforme aprendemos. Refazemos!

Todas as nossas relações são lições. Tudo com o qual nos relacionamos é uma lição. Uma planta em casa está ensinando algo; a presença de um animal é um mestre; o vento que muda de direção está ensinando; a chuva que cai ou deixa de cair sem previsão é lição; um acessório ou instrumento traz uma lição; tudo que aguça nossos sentidos também é lição. Tudo que nos move para a vida é aprendizado. Conclusão: todas as relações são lições.

Lembramos dos nossos antepassados também, quantas riquezas nos deixaram! Saibamos honrar suas lições e mantê-las vivas conosco! Quem traz no coração o aprendizado recebido por seus antepassados está munido de sabedoria e conhecimento aplicado. Carregar na bagagem somente o necessário. O aprendizado é contínuo, até na pausa das atividades tem uma lição.

Sabem o que a vida diz a cada um que se encontra nessa Escola Azul?

Bem-vindo, aprendiz!

Sobre o autor

Cintia Barbosa

Eu sou Cíntia Barbosa, uma profissional buscadora de minha mestria há oito anos. Uma semente do despertar da consciência foi plantada e segui cumprindo o fluxo natural de germinação, resultando em um belo processo de transformação e autoconhecimento.

A vida me apresentou escolas para passar por elas e receber todas as informações, aprendizados, conhecimentos necessários e aplicáveis que serviriam como contribuição às demais conexões sociais e ao mundo. Então, recebi formação no serviço e educação social, nas especializações em gestão de pessoas e responsabilidade social, nas práticas integrativas e complementares de saúde, na reconexão e alinhamento com o Eu Superior, minha ancestralidade e na posse do meu lugar sistêmico. Aprendi a desaprender para reaprender quem sou, o que me conecta ao mundo e o sentido do propósito a cumprir. Com isso, experienciei diversas possibilidades de me conhecer e cuidar para estar apta para contribuir com as pessoas, e assim poder conscientizá-las de sua mestria e ensiná-las a viver seu propósito.

Estou a serviço da vida!

Contatos:

Email: contatomaestriaemsi@gmail.com
Facebook: maestriaemsi
Instagram: @maestriaemsioficial
Programa Consciência Mestra: todas as terças-feiras, ao meio-dia @radioconscienciafm

Lembrando que quem tiver algo para compartilhar,
quiser agendar algum atendimento terapêutico ou
obter outras informações sobre os serviços que realizo individual e grupo, on-line*, por favor, enviar sua mensagem para a página @maestriaemsioficial ou pelo whatsap (31)996259541.