Espiritualidade

Estrada iluminada – Perfeição do médium

Mão segurando bola de cristal
Nilton C. Moreira
Escrito por Nilton C. Moreira

Todos estamos conscientes de que a perfeição não faz parte deste planeta. O ser humano ainda tem muito que trilhar para chegar à perfeição possível que Deus deseja, mas se olharmos para trás, constataremos que já atingimos um nível bastante promissor. Somos melhores do que no passado.

Não devemos esperar perfeição alheia se ainda não a possuímos.

O que pode acontecer é que encontremos pessoas que tenham menos defeitos que nós, pois evoluíram mais. Isso é normal de se acontecer, visto que fomos criados em momentos diferentes, em ambientes diferentes e cada um tem seu livre arbítrio para tomar a decisão do caminho a seguir, que muitas vezes é escolhido equivocadamente, entravando nosso progresso como espíritos que somos.

Pessoa andando em direção a um jardim iluminado

Má reputação?

Nos últimos dias, temos visto notícias que dão conta de atos envolvendo negativamente personalidade conotada como médium, mas desvios de conduta existem em todos os meios, pois isso faz parte ainda do ser humano, e quando deixamos de ser corretos e passamos a nos utilizar da atividade, profissão, ou ocupação para prejudicar ao invés de auxiliar, falhamos no nosso objetivo. Se cometemos algum crime, é natural que a lei nos encontre e nos puna. Já vi médiuns mal-educados e exploradores, que ocupam a tribuna dizendo uma coisa e praticam outra totalmente diferente; médiuns que tratam mal seus empregados tanto na granja como no ambiente doméstico e que são verdadeiros carrascos como patrões. Também conheço médiuns sem postura, conduta e com linguajar vulgar. Médiuns arrogantes e aqueles que estão, como se diz, obsidiados.

A atividade mediúnica existe desde os primórdios e está nos livros mais antigos. Só para exemplificar, Moisés recebeu por meio da mediunidade as leis divinas, que foram escritas em pedra, no Monte Sinai. Jesus veio depois, trazendo o Evangelho de Luz e efetuou curas, operando o que denominaram de milagres. O Espiritismo chegou há pouco mais de 170 anos e trouxe o fenômeno das mesas girantes que possibilitaram estudos por parte do filósofo e professor Hippolyte Léon Denizard Rivail, depois conhecido como Kardec, o que demonstra a comunicação deste Plano com o Plano Espiritual, isso para quem acredita que a vida continua.

Também nessa ocasião, aparece a denominação de médium, que passou a ser conhecida por todos, cuja prática não está relacionada apenas ao Espiritismo, e sim a muitas religiões com rituais diversos.

Saiba identificar a espiritualidade do médium

Resta ao leigo apenas procurar identificar se a mediunidade praticada por determinado médium está acompanhada de Jesus ou sem Ele! Se for aos moldes que o Mestre demonstrou, com sinceridade, simplicidade, honestidade, seriedade, dando de graça o que de graça foi recebido, certamente é com Jesus, mas se não for assim, devemos ter o cuidado para não agravarmos muitas vezes as dificuldades pelas quais fomos procurar tal socorro.

Paulo, o apóstolo, certa ocasião, disse: “tudo me é permitido, mas nem tudo me convém”. Então devemos saber onde vamos buscar esclarecimentos e, principalmente, onde não devemos ir, pois ilícitos e pessoas desonestas existem por toda parte, e cabe a nós nos esclarecermos através das leituras, principalmente do Evangelho, para que tenhamos as respostas para nossas aflições e procurar adentrar ambientes que demonstrem credibilidade, e, principalmente, se determinado médium está com Jesus no coração ou não.

Você também pode gostar de outros artigos desse autor. Acesse Estrada Iluminada – A água tem sede

Sobre o autor

Nilton C. Moreira

Nilton C. Moreira

Policial Civil, natural de Pelotas, nascido em 20 de maio de 1952, com formação em Eletrônica, residente em Redentora (RS), religião Espírita, casado.
Email: [email protected]
Facebook: /Nilton-C-Moreira