Autoconhecimento Espiritualidade

Evoluir! Para onde?

Homem segura uma maleta em paisagem natural, onde aparenta estar perdido.
Roberto Guelfi
Escrito por Roberto Guelfi

Abordar o tema da evolução espiritual implica em fazer uso de algumas premissas fundamentais da natureza humana e de sua relação com o Universo. O termo “evoluir” sugere indagações: evoluir de onde para onde? Ou evoluir do que para o quê? O que evolui no ser humano? Por que evoluir?

Independentemente de seu nível evolucional atual, o ser humano é integral em seu potencial divino. Todos os seus sete veículos (condutores da Vida em todos os planos), do mais denso ao mais sutil, estão presentes em sua constituição:

  • O corpo físico-biológico e o corpo etéreo – onde a vida orgânica se mantém;
  • O corpo astral – sede das sensações, emoções e sentimentos;
  • O mental concreto – onde se processam os pensamentos. É a sede da razão, do raciocínio lógico; é onde se apoia o método científico.
Criança pequena parada em frente a uma grande subida de escada.

Até esse ponto, a capacidade humana de perceber-se é plena, pois é nesses corpos que se ancora a consciência do homem em seu atual estágio evolutivo. Neles concentra-se a personalidade, ou ego, e todas as vicissitudes humanas são vividas, tratadas e sofridas nesses campos físico e anímico. Até aqui, os diferenciais do homem em relação ao animal são a sua mente, de complexidade incomparavelmente maior, seu livre-arbítrio, bem mais independente dos instintos, e sua consciência egoica, muito mais desenvolvida do que a consciência meramente instintiva dos animais.

Além dos veículos básicos, em que a consciência humana em seu estágio atual se apoia, os princípios ou veículos superiores tratados a seguir, que a consciência humana pouco alcança, e que apenas como fonte de vida estão presentes nos animais, constituem, no homem, o espírito (nota-se que o termo “espírito” tem aqui conotação diversa daquela utilizada por algumas filosofias espiritualistas, como o espiritismo, por exemplo).

  • O mental superior ou mental abstrato, reflexo da Mente Universal no homem;
  • O emocional superior, reflexo do Amor Universal no homem;
  • O Atman, o mais elevado princípio humano, o indivisível, reflexo da Essência Primordial no homem.
Pessoa levitando envolta por fumaça branca, indicando espiritualidade.

Esses veículos superiores são de essência divina e em nada diferem de suas contrapartes cósmicas. Como gotas de um oceano, o espírito humano é da mesma essência de seu Criador e da mesma essência de seus semelhantes.

“O que está em cima é igual ao que está embaixo”“O homem é feito à imagem e semelhança de Deus”“Ame o próximo como a si mesmo”… – Frases gastas e mal-entendidas, que só fazem sentido quando colocadas na perspectiva da Unidade Universal.

A multiplicidade e a diversidade na forma passam a existir a partir do espargimento cósmico do Espírito Uno. O livre-arbítrio, as experiências humanas e as características genéticas condicionam a diversidade da personalidade do ser humano, mas não têm como alterar a unicidade dos atributos inerentes ao espírito individualizado no homem – os três veículos superiores –, que são a fonte e o porto seguro da multiplicidade da personalidade humana.

Você também pode gostar

Evolução espiritual não significa fazer o espírito evoluir. Não há o que ser aprimorado na fonte da própria perfeição. Evolução espiritual significa evoluir “em direção” ao espírito! Evolução espiritual é uma ampliação da consciência do ser humano, que, obedecendo a um princípio, a um “chamado” universal cósmico, busca, mesmo que ainda de olhos vendados, abranger patamares cada vez mais elevados e sutis na hierarquia dos veículos que constituem o ser humano.

Evolução é a transmutação alquímica da energia (matéria) em consciência (no espírito).

Em uma paisagem natural, uma mão se estende em direção à luz do sol.

E esse processo evolucional, pela sua complexidade, pela diversidade de suas características individuais, pelas consequências do uso do livre-arbítrio e pela fatalidade de sua consumação integral ao longo da Existência, não poderia ocorrer em uma única vida terrena.

Nos embates da Existência, em que a inconsciência deve ser vencida, a vitória final é certa. Mas conquistá-la pode impor muitas incursões aos campos de batalha.

Sobre o autor

Roberto Guelfi

Roberto Guelfi

Espiritualista, escritor, revisor literário, músico amador. Seu trabalho é divulgado na mídia digital e por meio de livros que propaguem a Luz.

De formação profissional na área de gestão de empresas e na área acadêmica, particularmente em finanças, desde muito jovem tem se lançado ao desafio de seguir o roteiro, imposto pela consciência de olhar para cima, para fora do sistema socioeconômico-cultural (a matrix), fazendo do desenvolvimento da consciência seu projeto de vida, o que só parece fazer sentido se compartilhado com quem quer que se coloque na trajetória dessa intenção.

Contatos:
Email: [email protected]
Facebook: Roberto Guelfi
Página do Facebook: ousarsaber.rguelfi
Livro: Ousar Saber