Convivendo Espiritualidade

Infelizmente é verdade

Mulher sentada à janela.
Tatiana / Pexels
Escrito por Nilton C. Moreira

Infelizmente tem muita gente no mundo que não acredita em Deus. Infelizmente tem muita gente que não acredita em Jesus. Infelizmente também tem muita gente que, além de não acreditar, ainda pratica maldade, prejudicando pessoas, pensando em si próprio, dando importância apenas ao capital, à posição social, acreditando que proceder assim pode contribuir para a evolução do planeta Terra e que, numa próxima vida, estarão nas mesmas posições.

Aqueles não espiritualistas até são desculpados, pois são minoria e, nos momentos difíceis, entram em depressão profunda, pois não têm a quem recorrer. Mas os que acreditam em Deus e no Mestre certamente teriam de ter uma conduta diferente da que muitos apresentam, principalmente aqueles que detêm o poder de influenciar outros com suas ideias e decisões.

Hoje vivemos um momento muito triste em todo o planeta. É como se uma nuvem muito densa pairasse ao redor à espera de que, por meio de nossas atitudes e nossos pensamentos, possa se dissipar. Sim, nossos pensamentos e atos estão sendo colocados à prova por esta pandemia, que já ceifou milhões e continua a levar pessoas queridas de nosso convívio.

Não é acontecimento fruto do acaso, pois se Jesus, que é o ser mais perfeito que passou pela Terra, deixou-nos um legado de boas práticas, que é o Evangelho, é certo que devemos segui-lo, não agir ao contrário, como vemos todos os dias acontecer. Deduzimos que as pessoas que escapam dessa doença que é fatal como muitas outras merecem continuar a viver, enquanto as que partem deste planeta têm o merecimento de deixar de sofrer as vicissitudes de um planeta onde predomina o mal.

Crucifixo sobre bíblia
Pixabay / Pexels

Quem não cuida do corpo físico está propenso a ser acometido a qualquer momento por uma moléstia grave que pode ensejar a morte física, mas também pode vir a sofrer e fazer sofrer parentes e amigos por algum período até recuperar-se. É necessário, em meio a esta pandemia, fechar os ouvidos aos conselhos e exemplos desapropriados e escandalosos de pessoas que estão fora da realidade. Devemos sim usar máscaras, higienizar as mãos constantemente e manter distância mesmo das pessoas que amamos.

Você também pode gostar

O recado da espiritualidade é de nos distanciarmos até das pessoas mais próximas para que valorizemos o amor. É também recado para que deixemos de dar tanta importância ao dinheiro e às posses, pois de nada adiantam! Não existe remédio para o doente até agora! Aglomerações, festas, confraternizações, orgias, isso é inapropriado e, certamente, vamos chorar por excessos e erros cometidos.

O Mestre certa vez disse: “Aquele que tem ouvidos para ouvir, que ouça!” – Mateus 11:15. Infelizmente é verdade!

Sobre o autor

Nilton C. Moreira

Policial Civil, natural de Pelotas, nascido em 20 de maio de 1952, com formação em Eletrônica, residente em Redentora (RS), religião Espírita, casado.
Email: cristaldafonte@gmail.com
Facebook: /Nilton-C-Moreira