Autoconhecimento Coaching

Lembretes para cuidar melhor de si mesmo

Tereza Gurgel
Escrito por Tereza Gurgel
Passamos muito tempo cuidando de várias coisas ao nosso redor e muitas vezes deixamos para trás aquilo que é o mais importante: o cuidado com você mesmo.

Se não estivermos bem, certamente todos os que convivem conosco sentirão a nossa negatividade. E também não poderemos ajudar os outros ou pelo menos estabelecer um convívio pacífico com os semelhantes.

Parece complicado estabelecer por onde começar. Mas com algumas dicas, já podemos iniciar o trabalho mais importante, que é o cuidado consigo.

1 – Se você sente que algo parece errado, evite fazê-lo: por exemplo, todos os seus amigos estão comentando como é ótimo adotar um certo estilo de vida, ou pertencer a um determinado grupo, etc. E insistem com você como isso é bom, que você deveria fazer o mesmo. Lembre-se que nada o força a ir correndo fazer o mesmo, só o medo de ficar sozinho. Pois lá no fundo, você não está totalmente convencido que aquilo de que falam tanto é assim tão bom ou adequado para você… Nem dá para saber direito o que te incomoda, mas você tem a sensação de que algo está estranho. Faça um favor a você: aprenda a dizer não! Respeite esse sentimento, que muitas vezes é um alerta para que você evite problemas maiores no futuro.

2 – Confie em sua intuição: reforçando a primeira dica, aprenda a confiar nos sinais que seu inconsciente envia, seja na forma de sonhos, ou insights, ou coincidências significativas à sua volta. No mundo moderno, somos acostumados a confiar apenas na razão, deixando de lado aquilo que é sutil e intuitivo. Procure se manter atento para não cair nesta armadilha. Sua intuição deve trabalhar junto com a razão, não uma contra a outra!

3 – Não queira agradar todo mundo: de uma forma ou de outra, estaremos sempre contrariando a vontade de alguém, mesmo que de forma inconsciente. Lembre-se: o mais importante é não contrariar você mesmo. É impossível agradar a todos, o tempo todo.

4 – Aprenda a dizer NÃO: se você sabe que é impossível agradar a todos, não se sinta intimidado a dizer não quando necessário, de forma clara e firme, mas nunca agressivamente. Nisso se fundamenta o respeito a si próprio e as outras pessoas vão aprender a respeitar sua decisão, cedo ou tarde.

5 – Diga exatamente o que você quer transmitir: seja claro ao se posicionar. Não deixe as pessoas na incerteza de sua posição, mesmo que corra o risco de contrariar todas as expectativas de terceiros. Que o “não” e o “sim” sejam postos claramente, e o “talvez” signifique apenas que você vai pensar a respeito e se posicionar mais tarde. Deixe claro para os outros o que você quer e o que você pode fazer. Não crie falsas expectativas ao seu respeito.

6 – Jamais fale de você de forma negativa: o nosso cérebro entende como uma ordem aquilo que é verbalizado. Veja, por exemplo, a importância da reprogramação mental, das afirmações e decretos, da entoação de mantras, etc. Que tal trabalhar em seu favor e cuidar bem daquilo que você verbaliza?

7 – Seja gentil com si mesmo: se você errou em algo, seja generoso, perdoe-se! Você pode analisar onde foi que errou, compreender seus motivos e razões para isso ter ocorrido e, então, APRENDERÁ com esses erros! Reconheça sua responsabilidade em suas ações, mas evite o sentimento de culpa. Quem nunca errou, nunca existiu!

8 – Deixe ir embora aquilo que você não tem controle: certas situações são muito negativas e fogem da nossa esfera de ação. Aceite isso como fato, temos limites e não podemos “consertar o mundo” de acordo com a nossa vontade. Procure não desperdiçar sua energia pessoal se contaminando com uma egrégora negativa. Que tal ao invés de ficar falando mal dos colegas, ou assistindo filmes violentos, você não começa a meditar? Afaste-se da negatividade – que está constantemente nos atingindo – e mantenha o foco no positivo.

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Tereza Gurgel

Tereza Gurgel

Formada em Psicologia (F.F.C.L. São Marcos - SP). Filiada à ABRATH (Associação Brasileira dos Terapeutas Holísticos) sob o número CRTH-BR 0271. Atua na área Holística com Reiki, Terapia de Regressão e Florais de Bach. Mestrado em Reiki Essencial Metafísico e Bioenergético Usui Reiki Ryoho, Shiki, Tibetano e Celtic Reiki. Ministra cursos de Reiki e atende em São Paulo (SP).

E-mail: [email protected]
Telefone: 11 987728173
Site: mtgurgel.wixsite.com/mundoholistico
Blog: terezagurgel.blogspot.com.br
Skype: tk.gurgel