Convivendo

Natal de Paz, de Amor, Solidariedade e Respeito mútuo!

Família tirando selfie.
Luis Lemos
Escrito por Luis Lemos

Num mundo onde o ter prevalece sobre o ser, onde quem tem dinheiro manda sobre quem não têm, precisamos descobrir o verdadeiro sentido do Natal. Para você, qual é o verdadeiro sentido do Natal? Natal é tempo de amor, de paz, de respeito, de partilha. É um tempo de reflexão sobre a vida e de como estamos vivendo esta vida. É também um tempo de família.

Enquanto família, devemos valorizar os momentos que passamos juntos, até porque não existe família perfeita. Família perfeita só a de Jesus, e mesmo assim tiveram seus problemas. Jesus Cristo nasceu pobre, num ambiente simples, numa manjedoura, no meio dos animais, para valorizar os seres humanos humildes, de coração puro.

Papai Noel e um garotinho.

Dizem que o brasileiro só é solidário nas tragédias, mais isso não é verdade. O povo brasileiro é espontâneo. Diante da dor e do sofrimento do outro ele é acolhedor. O Natal de Jesus Cristo hoje é este: ser solidário com o sofrimento, com a dor do outro. Acolher o outro é colocar-se no lugar do outro, e só faz isso quem não é egoísta!

Independente de religião, Jesus Cristo valoriza o ser humano. Ele não leva em consideração a localidade, a origem, de onde vem. Para Ele, o que importa são as atitudes humanas. Dessa forma, Natal solidário não significa, apenas, “distribuir sopa para os moradores de rua” na noite de Natal. Muitas vezes significa “pedir perdão para quem você machucou o ano inteiro”.

Você também pode gostar

Jesus Cristo veio ao mundo exatamente para apresentar outros valores: o amor e o respeito. Valores que andavam esquecidos em sua época. Assim sendo, Ele se tornou modelo de felicidade, salvação, paz para todos nós. Os valores do mundo atual são outros, e eles estão trocados. Para muitos, especialmente no Brasil atual, ser solidário significa “ser comunista”. A verdade tornou-se mentira e a mentira tornou-se verdade.

Dessa forma, pelos inúmeros casos de corrupção que ocorrem todos os dias nesse país, a morte da ética foi decretada. Você sabe o que é pior de tudo isso? Que muitos jovens estão pensando que “roubar vale a pena”! Como professor de filosofia sempre ensinei aos meus alunos que a fórmula do sucesso de todo e qualquer empreendimento é a ética. A ética fideliza cliente. A ética gera lucro, e lucro solidário.

Que possamos ser éticos em tudo que fazemos e vivemos! Que possamos “ser” presente e não “ter” presente para os nossos parentes, familiares e amigos. Que possamos aprender que as coisas mais importantes da vida não são as “coisas”, e muito menos se compram. Que o Menino Jesus coloque no coração de cada um e aquilo que verdadeiramente é importante: o amor, o respeito mútuo, a paz e a solidariedade.

Enfim, que possamos viver o verdadeiro sentido do Natal reunidos em família, em torno do amor e do respeito mútuo, praticando os ensinamentos de Jesus Cristo, o Filho de Deus, e nosso Salvador. Que nesse Natal sejamos menos egoístas e mais solidários! Feliz Natal!!!

Sobre o autor

Luis Lemos

Luis Lemos

Graduado em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA); Graduado em Filosofia pela Universidade Católica de Brasília (UCB); Bacharelado em Filosofia pelo Centro do Comportamento Humano (CENESCH).

Professor de Ciências Naturais na Secretaria Municipal de Educação de Manaus (SEMED/AM). Professor de Filosofia da Educação, Ética e Filosofia Jurídica na Faculdade Martha Falcão/Devry Brasil.

Tem experiência na área de Filosofia da Ciência, com ênfase em História da Filosofia, atuando principalmente com os temas: Educação, Ensino de Ciências, Epistemologia, Ética e Ética Profissional.

Autor dos livros: O primeiro olhar – A filosofia em contos amazônicos (2010); O segundo olhar – A filosofia em temas amazônicos (2012); O terceiro olhar – A filosofia em lendas amazônicas (2014); O homem religioso - A jornada do ser humano em busca de Deus (2016).