Convivendo

Aos meus anjos, amém!

“Ela acreditava em anjos…

e porque acreditava, eles existiam!”

(Clarice Lispector)

Diante de tanta sabedoria divina, um dos maiores tesouros que nos foi dado foi ter a presença dos anjos aqui na Terra, que nos ensinam, nos alegram, às vezes nos dão um puxãozinho básico de orelha e, entre tantas outras, só nos deixam mais alegres e crentes de que, haja o que houver, eles estarão com a gente!E muitas vezes o abraço que nos dão já nos basta!

Quem são os anjos aos quais me refiro?

Pessoas normais, de carne e osso, de sorriso largo; outras mais sérias; homens, mulheres, crianças… Podem ser altas, baixas, magras, jovens, adultas, idosas… Independentemente de suas características, todas têm muito amor para nos dar, pois são nossos pais, irmãos, familiares, amigos. Estes são nossos anjos aqui e a eles agradecemos por cada dia juntos!

O que tem nos ensinado esses anjinhos por aí espalhados, heim?

Diverse Neighbors Drinking Party Yard Concept

Pai e mãe

Ah, eles nos ensinam que a família é o que há de mais valioso e importante. Nossos pais estão conosco em todos os momentos e, ainda que nos contrariem com opiniões divergentes, só querem o nosso bem. Estarão com os braços abertos quando precisarmos e, se confiamos em nossos pais, temos mais chances de nos tornarmos completos.

Irmãos

Aprendemos a amá-los nas diferenças e, quando pensamos que a relação é difícil, só estamos enxergando que na família aprende-se valores que nos guiarão para toda a vida. Sim, eles são diferentes de nós e mesmo assim nós os amamos.

Familiares

Tanta gente em uma só família… Quantas opiniões, ideias, problemas, conflitos… Quanta coisa! Além de termos a chance de viver com tanta diversidade, nossos familiares estão ligados a nós pelo sangue, o que nos conecta e, assim, faz com que aceitemos diferenças, aprendamos a respeitar e a viver de maneira mais pacífica.

Amigos

Se tem um tipo de anjo que nos foi enviado como presente extra, este com certeza se inclui na categoria amizade. Não temos ligação sanguínea, muitas vezes não sabemos muito de suas vidas e de repente… Ai, quanto amor! Não são nossos pais, irmãos, mas quando nos puxam a orelha, quando nos dão aquele chacoalhão do tipo “acorda!”, aceitamos e passamos a considerar a ideia de que precisamos fazer algo. Sabemos que tudo o que falam é para o nosso bem.

Mas também podemos incluir aqui a categoria anjos passageiros, composta por aquelas pessoas que passam por nossas vidas de maneira rápida e se vão, tão rápido quanto entraram, não sem antes nos ensinar lições importantes, nos deixar um pouco do bem que fizeram e a certeza de que o importante não é o tempo de permanência, mas o sentimento, a verdade e a boa energia.

Sobre o autor

Claudia Jana Sinibaldi Bento

Claudia Jana Sinibaldi Bento

Olá, sou a Claudia Jana Sinibaldi Bento, metade brasileira, sendo a outra metade encontrada na Espanha… rs... e aqui compartilho o que aprendi ao longo desta trajetória, seja estudando, traduzindo, escrevendo, lendo ou conversando… ah, melhor ainda: conhecendo pessoas que me acrescentaram o que carrego como sendo meu tesouro mais precioso: conhecimento. São anos aqui e ali, onde me chamam ou aonde eu simplesmente vou, para aprender, ajudar, sentir… e assim sigo esta estrada rumo ao autoconhecimento, evolução e simplicidade! Vem comigo aprender! Ah, também quero aprender com você!

Email: [email protected]