Convivendo

O celebrar do Carnaval

Cenas de carnaval de samba com grupo de percussão.
LuisFernandes / Pexels
Bruna OM
Escrito por Bruna OM

O Carnaval está vetado de fato, no entanto ele ainda existe nos calendários, uma data em que Eros e Tânatos celebram a carne, um momento de liberdade de expressão.

Dando continuidade ao era uma vez o Carnaval, sem muitas utopias agora, como podemos dar vida ainda esse ano e na mesma data a esse evento?

Diante de uma sociedade machista sem escrúpulos, as mulheres têm sido acorrentadas e sufocadas há séculos sob esse tipo de energia. A sexualidade sagrada imposta de uma forma masculina, em que homens tem relações inúmeras e continuam sendo bem vistos pela sociedade e as mulheres tachadas de apelidos esdrúxulos .

Vejamos, uma conscientização de direitos iguais sobre a sexualidade é um tema para esse tipo de data e realidade, na qual quem tenha a oportunidade e que o destino entregue esse texto, possa refletir sobre a sua sexualidade e a dos seres ao seu redor .

Quatro mulheres fantasiadas pulando Carnaval.
MathieuAcker / Pexels

Que tipo de julgamento ou prejulgamento você já teve diante das pessoas ao seu redor, só o que acha, ou o que acha que poderia achar sobre elas e suas relações .

Como se nessa data pudéssemos ter o aval e desfrutar, mas sob as ordens de Deus o que é certo e errado? Quem somos nós para julgar?

A sexualidade feminina continua muito reprimida e agora na nova era, momento de transformação, poderíamos começar com o não julgamento, observar e não julgar qualquer situação ao nosso redor.

Poderiam as mulheres se libertar das amarras dos rótulos dos tempos, de pessoas que criaram histórias e viver mais a essência do ser e da natureza. Todos têm direito de ser livres e com expressão e dignidade sexual.

Três mulheres fantasiadas curtindo o Carnaval.
WendyWei / Pexels

Mulheres se amarram em casamentos falidos por sexo barato, e inglórias trocas, com medo de sua reputação, com medo de não encontrarem alguém.

Muitas nem sabem o que é ser mulher, mesmo estando há muito tempo ao lado de um homem.

No começo era o paraíso, todos nus e livres, como a sexualidade, como a natureza. A transição planetária nos permite viver essa natureza, recordar quem nós somos, sem malícia e sem maldade, apenas um amadurecer da carne, esse momento em que passamos, esse momento em que somos.

Você também pode gostar

Somos muito mais além, muitos outros, o celebrar da carne hoje é um convite à liberdade, um convite à presença e à lembrança de quem nós somos .

Podemos escutar sim e celebrar onde estivermos o som de nossos corações, que marca a presença aqui na Terra. Que o som de vossos corações emane luz, paz, significado e propósito.

Que o celebrar da carne possa ser um momento de expansão e conexão com todos os seres, assim como as máscaras, que venham novas faces e entenderes. A informação está aqui para todos nós, basta acessar e celebrar a existência que é agora.

Sobre o autor

Bruna OM

Bruna OM

Na busca do autoconhecimento e da cura, encontrei em minha jornada pessoal um caminho de coração para o trabalho e a pesquisa do ser humano.

Nunca me identifiquei com a superfície das coisas, portanto esses portais e essas ferramentas encaminhados do astral me propõem a caminhar sob uma perspectiva que realmente faça sentido diante de uma observadora profunda.

Acreditar em energia nos faz expandir nossos horizontes. Sentir e lidar com esse tipo de abordagem nos torna mais reais sob nossas possibilidades e, finalmente, temos a oportunidade eficaz de humildemente nos transformarmos e continuarmos nossa história!

Quando encaramos toda nossa vida e cada ação e pensamento como um trabalho pessoal de evolução, o fluxo se torna mais harmônico, então você encontra a ferramenta terapêutica essencial para o seu processo e, por fim, você caminha em direção à 5D integra e permanente!

Somos convidados a entrar em comunhão com o trabalho coletivo, tratando o nosso pessoal para reverberar na natureza, curando, assim, todos os seres.

Em relação às práticas integrativas, medicina familiar, saúde preventiva, body mind, permacultura e agrofloresta, a técnica que precisa vem com um chamado, vem a cada tempo para as questões com as quais é preciso lidar naquele momento. Você só precisa se abrir.

É com muita gratidão que compartilho neste portal meus insights, com o âmbito de gerar um fluxo de informações holísticas que façam um link com o que vivemos, uma ponte com outros irmãos queridos que também partilham. A energia é muito boa com essa troca.

Fico à disposição de qualquer pessoa que chegar até mim em busca de atendimentos ou para cursos pessoais e coletivos. Sou pesquisadora, ativista verde e quântica, terapeuta corporal, escritora e artista independente manifestando a essência em suas infinitas possibilidades.

Quando lidamos com energia, somos um livro aberto, então não tenho nada a esconder...

Email: [email protected]
Páginas: Casinha na Árvore III
l União Pangeia
Facebook: bruna.sol.7
Instagram: @entrebm