Autoconhecimento Comportamento

Levanta e anda!

Paulo Tavarez
Escrito por Paulo Tavarez

Não há nada que você possa fazer para alcançar a plenitude, pois a plenitude é uma característica da própria consciência, ou seja, a plenitude é você. Não é algo a ser conquistado, mas a ser reconhecido.

Você vive em busca da perfeição e vive se cobrando, afinal precisa realizar as expectativas de si mesmo. Tenta criar um sol dentro dessa caverna em que você vive e não percebe que seria muito mais fácil sair dela e sentir o sol que já existe lá fora. Vive como um peixe procurando pelo oceano e não percebe que o único problema que está enfrentando é a própria ignorância. Como solucionar isso?

Borboleta voando no ceú com pôr do sol laranja.

É simples, pare de se imaginar perfeito, a perfeição já é um atributo da sua verdadeira natureza. Você acha mesmo que Deus, sendo perfeito, criaria algo imperfeito? Não, meu amigo, tudo já está pronto e realizado, não há nada que você possa fazer para melhorar, você já é uma obra que reflete a imagem e perfeição do Criador. Quando você não se aceita, sem perceber, não está concordando com essa obra, ou seja, está se rebelando contra Deus. Você, nesse caso, torna-se um anjo caído, um opositor, isso mesmo, um rebelde em luta contra a própria natureza, ou seja, torna-se o maior inimigo de si mesmo. Pense bem: você acha que a figura mitológica de Lúcifer faz referência a quem?

Você vive ansioso por alcançar aquilo que deseja, perde o sono e o equilíbrio, sofre com angústias e frustrações e não percebe que todos esses incômodos resultam desses mesmos desejos. Você sonha o tempo todo, está sempre no futuro, perdido em um mundo ilusório e não consegue ver o tempo passar nem sente a vida acontecer.

Você também pode gostar de:

Esses desejos são a causa de toda a sua ruína, você sofre por criar necessidades desnecessárias, a vida não precisa ser melhorada em nada, ela precisa ser vivida apenas com a sua presença. A vida é Deus, é você, é a consciência que permeia toda a criação. Ela já é, por definição, eterna, consciente e plena, o que mais você precisa?

Pare com essa imaginação fértil, ela não está ajudando em nada, você está perdendo a grande oportunidade de se conhecer.
 Encare a realidade, saia um pouco dos enredos mentais e volte-se para si mesmo. No silêncio do próprio ser você irá ouvir a voz do coração, você encontrará as respostas e isso não acontecerá por meio de diálogos ou teorias, mas por meio de percepções óbvias. Você já é tudo aquilo que precisa ser e quando perceber isso deixará de ser um fazedor, deixará de se imaginar sendo isso ou aquilo e a sua consciência acordará.

Mulher segurando para o alto barbante com balões coloridos.

Não existe transgressão maior do que negar a realidade e fugir da experiência, seja ela qual for, é preciso estar atento e forte, como diz a canção. Apenas no confronto com si mesmo você poderá sair desse ambiente ilusório. Aceite a vida, confie no Universo, entregue-se de corpo e alma às proposições da realidade, esse é o único caminho, qualquer outro irá apenas mantê-lo no mesmo estado de torpor e ignorância que sempre te acompanhou.

Acorde para a vida, levanta e anda!

Sobre o autor

Paulo Tavarez

Paulo Tavarez

Instrutor de yoga, pedagogo, escritor, palestrante, terapeuta holístico e compositor. Toda a minha vida tem sido dedicada à construção de um mundo melhor.

Celular: (11) 94074-1972
E-mail: [email protected]
Facebook: /paulo.hanuman
Instagram: @paulo.tavarez
Site: paulotavarez.com