Espiritualidade

O passado virando cinzas

passado virando cinzas
Vital Frosi
Escrito por Vital Frosi
Amados!

Uma das Leis Naturais mais comuns, nos mostra que não existe acaso e nem surpresas. Ao contrário, tudo segue aos propósitos da EVOLUÇÃO. Os que estão atentos, não se surpreendem com os fatos, pois sempre haverá sinais que antecedem tais eventos.

Muita coisa está sendo anunciada, principalmente a partir de 21 – 12 – 2012. Por simples ignorância ou por outra razão qualquer, grande parte da humanidade ainda desdenha das informações que nos são enviadas, a cada dia mais precisas.

Mesmo com tantos e tantos acontecimentos, tão claros como a luz do dia, a consciência de alguns, não consegue despertar. Certamente, estes, ao acordar, sofrerão os choques maiores da nova realidade que já se configura no Planeta Terra.

Hoje vou tecer algumas referências a respeito do Incêndio do Museu Nacional do Rio de Janeiro. Independentemente de ter sido provocado por causas naturais ou atos criminosos, nada muda o quadro, as consequências e os propósitos das Leis Superiores que comandam os Mundos.

Visto pelo ângulo mais alargado da visão além dos sentidos físicos, não é nenhuma surpresa e tampouco uma fatalidade.

Inúmeras razões apontam para isso. Eis algumas:

  • A Terra está passando pela Transição da Terceira Dimensão para a Quinta dimensão, e como um organismo vivo, precisa se desfazer de todas as energias 3D. Isso inclui consciências humanas, poluição ambiental, Tecnologia, Ciência, crenças, sistema financeiro, Poder Controlador, e tantas outras coisas ligadas magneticamente às velhas vibrações, inclusive Museus.

  • Os Museus representam a materialidade do nosso passado, da nossa história, ou seja, das nossas lembranças. Isso tudo, serviu para a época oportuna e, segundo os Guias Angelicais, até o ano de 2012.

  • A maior parte das memórias antigas, nós as carregamos no subconsciente, em forma de memórias celulares cósmicas, que acompanham o nosso corpo perispiritual, que sobrevive à morte do corpo físico. Essas lembranças são como um Museu vivo, que a partir de agora, na Nova Terra, acompanhará cada Espírito permanentemente. E na medida que o Espírito evolui, esse “acervo Histórico pessoal” é transmutado. Uma vez perdendo a utilidade, tal memória é descartada e não precisa ser levada como algo inútil. Somente o aprendizado seguirá como bagagem de alma.

  • Estamos iniciando uma Nova Era, onde tudo aquilo que não é necessário, será extinto. Os Museus são apenas um dos itens da longa lista. Se prestarmos atenção, vamos reconhecer que muitas coisas deixaram de ser úteis nos últimos anos. E muito mais veremos dentro de 5 a 7 anos.

  • O Museu Nacional do Rio de Janeiro, representava a expressão da falsa cultura praticada no Brasil nas últimas décadas. Era mais um “trampolim” político do que uma casa de referências culturais. Tanto é que eu vi ontem, uma estatística mostrando que havia mais brasileiros visitando o Museu do Louvre em Paris, que visitantes do Museu Nacional. Só por este ângulo, podemos ver que de fato, não estava sendo dado a devida importância a ele.

  • Outra razão é a política. Quem administra o Museu Nacional é a UFRJ, cuja Reitoria é toda indicada por interesses, ou seja, todos filiados à partidos políticos, principalmente PSOL e PCdoB, os principais incentivadores da anti cultura no Brasil.

  • Também é importante frisar que o Museu serviu como Palácio Imperial, abrigando por muito tempo, a família Real de Dom João VI, e depois os Imperadores Dom Pedro I e Dom Pedro II. Alguns membros da Família Real eram Espíritos Elevados, tanto é que Dom Pedro Segundo, foi a reencarnação do conhecido São Longuinho, artigo que eu postei aqui, explicando que a pedido do próprio Cristo, veio em missão para servir aos propósitos do Alto, já que o Brasil tem um papel importante agora na transição Planetária.

  • Há também a informação que vários Espíritos que pertenceram à Família Imperial dos Alcântaras, estão agora reencarnados e irão assumir papéis importantes na política brasileira. Então, toda a sujeira armazenada junto com as Obras do museu, precisava ser dissolvida. Sujeira essa em forma de energias negativas produzidas pelas mentes dos arquitetos da contra cultura. Com certeza, muita coisa não seguiu ao que foi proposto pela Família Imperial.

-Enfim, nada melhor que o fogo para fazer uma limpeza completa. Entre os quatro elementos da natureza, a água e o ar removem as baixas energias, mas muitas vezes, só troca de lugar. A terra armazena por longos períodos. Então o fogo, faz o melhor trabalho, pois dissolve por completo todas as energias de uma vez só. Temos visto como a Mãe Gaia está se utilizando deste recurso ultimamente em diversas situações e lugares.

Utilizar-se deste evento para barganhar dividendos políticos, será a pior das escolhas, pois essa energia, embora dissolvida pelo fogo, ainda pode ser materializada pela consciência de quem quer se beneficiar ou fazer uso dela. Certamente, funcionará como uma bomba amarrada ao próprio corpo, que irá explodir quem a carregar consigo.

Num futuro bem próximo, a nossa própria consciência terá visível, toda a história da humanidade, e poderá valer-se dessas informações quando necessitar, dispensando tudo o que é material, inclusive os itens que compõem os museus de hoje. São os Novos Tempos chegando, muito claro para todos aqueles que querem ver.

Eu sou Vital Frosi e minha missão é o esclarecimento.


Leia também outros artigos do autor: A Terra pode ser libertada no eclipse de 11 de Agosto

Sobre o autor

Vital Frosi

Vital Frosi

Psicoterapeuta Reencarnacionista, Orientador espiritual, Formação em Psicologia Transpessoal pela Unipaz, Mestre em Reiki pela Escola André Luiz e Celer Faculdades, Massoterapeuta pela Celer Faculdades, Médium Intuitivo Semi consciente, Palestrante, atendimentos presenciais e à distância.
Missão terrena para esta existência: O esclarecimento e o despertar espiritual.

E-mail: [email protected]
Celular: (49) 9 9128-5260 (WhatsApp)
Facebook: Vital Frosi