Comportamento Convivendo

O Poder da compaixão nos relacionamentos

Homem segura as mãos de uma mulher enquanto os dois estão sentados em um sofá.

Cada vez mais tenho a certeza de que, para o sucesso dos nossos relacionamentos, o ingrediente fundamental é a chamada compaixão. Compaixão em sentido amplo, aquela que é sentida em todo e qualquer relacionamento humano.

Silhueta de duas crianças em pé em um dia nublado, enquanto uma protege a outra com seu guarda-chuva.
Unsplash/ @emotional_discord

Quando conseguimos ter compaixão pelo outro, compreendemos melhor, temos mais paciência e, naturalmente, nos relacionamos melhor. A compaixão anda junto com o amor, mas é muito mais fácil de ser sentida, se assim quisermos. Podemos olhar o outro ser humano com as lentes da compaixão, então o relacionamento se torna mais amigável e mais harmônico.

Mas como fazer isso? Como posso usar essas lentes? É muito fácil. Coloque-se no lugar do outro quando pensar em tudo o que ele tem passado e em tudo que ele já passou. Se você sabe um pouco da história do outro, você consegue mais facilmente se colocar no lugar dele. Se for um familiar, é mais fácil ainda vê-lo com os olhos da compaixão.

Quando sentimos compaixão pelo outro, compreendemos suas ações, então o perdão se faz presente. Aliás, não há dúvidas de que o perdão é fundamental para qualquer relacionamento, seja qual for.

A compaixão nos ajuda a aceitar a outra pessoa com seus defeitos e suas imperfeições. É certo que talvez o outro fosse melhor se agisse 100% das vezes exatamente como gostaríamos (brincadeira), mas aí não estaríamos respeitando o seu livre-arbítrio e não seria um relacionamento saudável, porque seria uma relação de controle ou manipulação.

Você também pode gostar

Aceitar, respeitar, compreender e colocar-se no lugar do outro são pequenas ações que podemos fazer com o objetivo de manter nossos relacionamentos mais saudáveis. Desde os relacionamentos familiares até aqueles de pouco contato, inclusive com pessoas estranhas.

Buscar conscientemente pensamentos alinhados à compaixão nos ajuda a senti-la e, consequentemente, a agirmos de modo mais compassivo. Pensar de modo compassivo gera sentimentos compassivos e ações mais compassivas também.

Silhueta de dois meninos de costas, abraçados, sob o pôr do sol.
Unsplash/Jude Beck

Enfim, trazer a compaixão para nossas relações poderá curar, harmonizar e intensificar não só nossos relacionamentos, mas nossos corações, nossas almas e nossas vidas. Quer apostar?

Sobre o autor

Úrsula Petrilli Dutra Christini

Úrsula Petrilli Dutra Christini

Blogueira com formação em Life Coach, Professional Coach e Leitura de Registros Akashicos. Criadora do site/blog www.reconduza.com e autora do livro “Gratidão, Traga-Me Mais”, da Editora AGE, com lançamento em novembro de 2019. Servidora pública, bacharel em direito, assessora jurídica. Voluntária da ONG Arte de Viver e responsável pela Meditação da Lua Cheia por mais de 4 anos. Blogueira do Zh Moinhos por 8 anos.

Apaixonada pela escrita motivacional, me realizo escrevendo, com a possibilidade de tocar o outro ser humano positivamente. Uso a meditação e o Acesso aos Registros Akashicos para a inspiração de meus textos.

Por meio de meus artigos, procuro aplicar o coaching para ajudar o outro ser humano a ir do “ponto A ao ponto B” ou quem sabe do “B reconduzir ao A ou ao C”.

Acredito no poder de uma “Postura” Positiva. Não é só o pensamento positivo. É um olhar positivo, crenças positivas, emoções positivas, palavras positivas, postura positiva. Aí, sim, podemos começar a falar em poder do pensamento positivo.

Nesse tempo de Despertar, trazer palavras de Luz para este universo digital, é algo que todos nós podemos fazer!

Fica a dica ?

Gratidão ao Eu Sem Fronteiras!?

Contatos:
Email: [email protected]
Site: reconduza.com
Facebook: facebook.com/ursula.christini
Instagram: @reconduza_por_ursula
Youtube: RE CONDUZA por Úrsula Dutra Christini
Twitter: @Reconduza_com