Autoconhecimento

O que aprender sobre relacionamentos com as suas amizades

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
O sentimento de amizade é caracterizado como uma união entre pessoas com afinidades e semelhanças, e tais artefatos as aproximam para um relacionamento que vai muito além do happy hour do final de semana. Talvez essa simetria nem sempre corresponda com o que o outro queira, pois de fato, é impossível vivermos de maneiras iguais e termos opiniões idênticas sobre determinados assuntos. O respeito, antes de tudo, é a base que constrói esse apreço ao desigual e faz com que liguemos o botão para o processo de evolução.

Como aponta o líder espiritual Sri Prem Baba, nós crescemos através dos relacionamentos, sejam eles amorosos ou não. O que nos coloca na rota do desenvolvimento como seres humanos neste plano terrestre é o modo como nos relacionamos com outros indivíduos, independentemente de sua ligação com a gente. Estamos em uma espécie de escola, repleta de professores e alunos unidos em uma só missão: se conectar com o poder do amor e caminharmos juntos para a transformação do mundo.

A amizade possui papel de extrema importância nessa jornada ao desconhecido. É por meio dessa relação que temos a capacidade de nos reconhecermos como seres pensantes, capazes de contribuir com o bem-estar do outro. As palavras, às vezes, carregam mais significados do que as ações, e o que dizemos pode ser fator determinante em quais rumos alguém pode seguir. O vínculo afetivo é tão poderoso e tende a nos deixar marcas eternas, basta lembrar-se de um amigo de sua infância ou adolescência e trazer à sua memória lembranças do quão especial e significante ele foi (ou ainda é) em sua história.

Quem não conhece um casal que antes de estarem juntos romanticamente eram melhores amigos? No entanto, o perigo pode estar no passado do verbo ser: “eram”. Lidar com tal acontecimento, pode não ser tão simples, porém, os laços que nos amarram a alguém simplesmente são extraídos do convívio que temos com essa pessoa. O passado aqui precisa ser relembrado com carinho. Se você se apaixonou por tal amigo é porque, de algum jeito, ele lhe oferece qualidades genuínas que sustentam sua ideia de tê-lo como parceiro. Embora o nível seja outro, não permita que a leveza da amizade se perca, alimente-a diariamente e mantenha seu amor como o seu melhor amigo.

E quais são as lições que podemos aprender com os relacionamentos de amizades que cultivamos?

As respostas são extensas, contudo, esse encontro indicará qual a sua posição em relação ao progresso que vem sendo feito em face ao seu crescimento como humano nessa imensidão conhecida como Universo. Diante do infinito e soberania da natureza, nos damos conta do quão pequenos somos nesse pálido ponto azul, parafraseando o grande cientista, Carl Sagan.

Ser torcedor das vitórias de seus companheiros de estrada, sem amarras, sem inveja ou sentimentos que te façam titubear no trajeto é a demonstração de amor mais clara que se pode ter. Em comunhão com o afeto, devemos ter em mente que o essencial em qualquer tipo de ligação com o outro, o requisito básico e fundamental que servirá de combustível nesta engrenagem toda é a liberdade. Seja livre e deixe o caminho do próximo livre. Não podemos tirar o direito de ir e vir de ninguém. Além de ser uma lei dos homens, a influência que ela exerce sobre o não material é muito relevante.

Os benefícios em se ter amigos são inúmeros. Contar com alguém na alegria ou na tristeza supera qualquer obstáculo que venha atrapalhar o seu circuito. Aproveite a companhia daqueles que te amam, desfrute com ternura desse sentimento e seja sempre grato por poder partilhar de seus momentos com alguém. Estamos conectados nessa aventura conhecida como vida, sem distinção, e quando nos dermos conta disso, quem sabe a humanidade tome outra direção, que não seja a de sua extinção completa.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]