Autoconhecimento Comportamento

O que fazer para desalgemar o coração

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Embora a paz mundial e a compreensão entre as nações sejam dois princípios almejados por todo mundo, esses dois conceitos nunca foram aplicados nos povos. Desde o início da história, países com mais armamentos e com mais navios ocuparam territórios estrangeiros, escravizaram pessoas, provocaram o genocídio de diferentes populações e rejeitaram qualquer ideia de que as pessoas devem se unir de forma pacífica.

A necessidade de manter a soberania e o poder sobre um povo ou sobre outras pessoas sempre conduziu os comportamentos e os pensamentos da sociedade mundial, sem abrir espaço para a diversidade de crenças, para o diálogo entre as culturas e, acima de tudo, para o respeito às variadas formas de interpretar a realidade.

É o desejo pelo poder que leva à permanência de estereótipos de gênero e de raça, o que estimula os conflitos entre pessoas diferentes, que preserva o preconceito e a desigualdade como bases constituintes de uma sociedade. Uma pessoa sempre deseja ser mais do que a outra, ter mais do que a outra.

Se os grandes líderes mundiais adotam esse tipo de comportamento, é compreensível que as pessoas de cada nação também o façam. Reinam a intolerância, o ódio e a exclusão. Qualquer gesto que poderia demonstrar vulnerabilidade ou fraqueza, na concepção da sociedade, deve ser repugnado e considerado inadequado.

Por isso muitas pessoas vivem com o coração algemado. Recusam os sentimentos que fluem por elas, sufocam os pensamentos solidários e altruístas e lutam para serem as melhores em tudo, torcendo para que os outros sejam sempre piores. É claro que existem pessoas que desalgemaram o coração, mas como elas fizeram isso?

Imagem de uma mão feminina algemada formando o símbolo do coração. Ela usa um casaco preto de inverno.
Direitos autorais : Hyejin Kang

Libertar o próprio coração para sentir novamente é um processo longo. A maioria das pessoas com coração algemado ainda pode acreditar que esse é um processo desnecessário e enfraquecedor. No entanto é somente a partir dessa libertação de sentimentos que será possível conquistar aquilo que a humanidade tanto almeja, mas não faz qualquer esforço para conseguir: paz e amor.

O primeiro passo para desalgemar o coração é adotar o perdão como um comportamento a ser seguido na maioria das situações. Deixar de perdoar uma pessoa por um erro cometido é como dizer que todos deveriam ser perfeitos, é como afirmar que seres humanos não devem errar e que precisam ser punidos para sempre quando o fazem. Todas as pessoas erram e estão sujeitas ao erro.

Trazer o perdão para a sua vida é aceitar as imperfeições da humanidade, compreender que as pessoas podem se arrepender do que fizeram e crescer. Recusar desculpas para uma pessoa só irá gerar ódio, ressentimento, rancor e decepção. Sim! Uma pessoa que pede desculpa e não recebe o perdão também se decepciona com quem não a perdoou.

Na próxima vez em que uma pessoa cometer uma falha, em vez de julgá-la e reprimi-la, experimente perdoá-la por isso. Existem situações nas quais o perdão é difícil, e é nesses momentos que você provará que realmente entendeu o sentido de perdoar. Perdoar um erro simples não exige qualquer esforço, mas perdoar uma falha maior é uma prova de amor e de carinho.

Imagem de um homem com os braços erguidos. As suas mãos estão juntadas e formam a imagem de um coração. Ao fundo temos a imagem do pôr do sol.
Direitos autorais : Serhii Pakhomov

Um coração desalgemado perdoa e compreende os erros. Esse coração é capaz de ajudar as outras pessoas a crescer e a mudar para melhor. Mas um coração desalgemado não se manifesta somente por meio do perdão. A gratidão é outro conceito que preenche um coração livre para sentir.

Quando uma pessoa agradece por algo que ela tem ou por algo que alguém fez, ela demonstra que é capaz de reconhecer as partes boas da existência. Em alguns casos, pode ser até mesmo um exercício de humildade, caso ela tenha dito para alguém que não entendia algum tema e a pessoa explicou. Agradecer é uma forma sincera de demonstrar que você valoriza as pessoas e o que elas podem oferecer ao mundo.

Para colocar a gratidão em prática, você deve ter em mente que as boas ações não devem ser feitas esperando uma recompensa. Agradeça a outra pessoa considerando que ela fez algo positivo simplesmente porque ela sentiu que deveria, não porque ela vai pedir alguma coisa em troca. O coração desalgemado atua pelo bem, nunca considerando a recompensa dos seus atos.

Você também pode gostar

Quando você ouvir um agradecimento, deixe seu coração se preencher da alegria que ele tanto quer sentir. Perceba como é gratificante fazer algo por alguém sem imaginar o que essa pessoa fará para retribuir. Uma palavra é suficiente para demonstrar todo o reconhecimento pela sua atitude positiva.

Observe que você não precisa ter uma religião ou seguir determinada cultura para desalgemar o seu coração. O ódio tomou conta do mundo e o poder cega as pessoas, mas você pode vencer esses dois inimigos com amor e com paz. Reconheça os defeitos das pessoas e as suas falhas, peça perdão e conceda o perdão. Agradeça por aquilo que lhe faz bem e saiba receber agradecimentos sem esperar nada mais que isso em troca das suas atitudes. Dê uma chance para o seu coração se desalgemar!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]