Autoconhecimento Educação Maternidade Consciente Saúde Integral

O que você precisa saber sobre Lamaze

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Gerar uma vida dentro de si e ter um filho é uma das sensações mais mágica que uma mulher pode experimentar. No entanto, com o avanço da medicina, muitas mulheres deixam toda a informação nas mãos dos médicos e não se envolvem no processo da gravidez e do parto tanto quanto deveriam. É este o principal objetivo da técnica Lamaze: dar às mulheres o conhecimento e o preparo necessário para trazer seu filho à vida da forma mais prazerosa e benéfica possível para todos os envolvidos.

Por volta de 1950, a técnica Lamaze foi desenvolvida pelo médico obstetra Fernand Lamaze, depois que ele observou e vivenciou o nascimento de crianças na Rússia. A princípio, consiste em aulas de respiração, preparação de crianças e participação ativa do cônjuge no processo. Porém, na prática, a Lamaze pode ser muito mais do que isso.

Conhecimento

A Lamaze objetiva passar para as gestantes e futuras mamães todas as informações necessárias para que o parto ocorra de maneira tranquila e também para que ela possa – em conjunto com o cônjuge – tomar as decisões necessárias para este dia.

Ao contrário do que muitas pensam, a Lamaze não obriga a mulher a ter um parto natural. A grávida pode e deve pedir ajuda médica ou artifícios como anestesia, caso sinta-se mais segura com isso. A Lamaze apenas orienta que o parto seja feito de uma forma que beneficie a mãe e o bebê, seguindo seis práticas que estabelecem o Lamaze Healthy Birth Practices. São elas:

1 – Respeite o início espontâneo do trabalho de parto

2 – Movimente-se o quanto achar necessário durante o trabalho de parto. Não fique presa a uma cama.

3 – Tenha consigo uma pessoa querida, seu cônjuge ou uma doula, durante todo o processo. Eles lhe trarão calma e amor.

4 – Apenas passe por intervenções médicas necessárias ou de sua vontade

5 – Siga os impulsos do seu corpo para empurrar o bebê e evite parir com as costas apoiadas

6 – Após o nascimento, bebê e mãe devem ser mantidos juntos para que a ligação entre os dois continue e se fortaleça.

Rede de apoio

A Lamaze também orienta que as gestantes e futuras mamães estabeleçam uma rede de apoio e mantenha essas pessoas próximas durante todo o processo. Isso vale tanto para o serviço profissional de uma doula, quanto – e principalmente – de seu cônjuge. Como as mulheres detêm todo o poder da gestação, é natural que elas achem que conseguem lidar com a situação sozinhas, mas isso acaba repelindo o elo com o pai, então a Lamaze estimula que o cônjuge participe de todo o processo.

A dor também vai acontecer, então quando conseguimos ter pessoas importantes por perto, temos conhecimento de que tudo será mais brando e menos desagradável. Uma bola de pilates também ajuda neste processo, pois ajuda a fortalecer todos os músculos necessários para o trabalho de parto, além de fornecer um lugar macio e suave para se sentar.

Técnicas de relaxamento também são bem-vindas e cabe a você descobrir qual se adequa melhor às suas necessidades: respiração consciente e rítmica, relaxamento muscular, imagens, banho quente ou banheira, massagens e conversa positiva são algumas destas opções.

Em resumo, a Lamaze busca te dar confiança, segurança, conhecimento e bem-estar durante este processo de gestação e de parto. Busque informações e prepare-se para este momento único!


Escrito por Roberta Lopes da Silva da equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]