Autoconhecimento PNL - Programação Neurolinguística

O uso de palavras chave cria uma comunicação agradável

Ricardo Reis
Escrito por Ricardo Reis
Quando comecei a aprender sobre neurolinguistica, ficava cada dia mais surpreso com tudo que existe no mundo da percepção e ficava intrigado me perguntando o quanto eu ainda poderia aprender; qual seria o limite do ser humano dentro da percepção; o quanto as pessoas poderiam ser diferentes em suas capacidades de sensibilidade ao próximo e a ela mesma.

Existem várias maneiras de captarmos informações importantes para construirmos um bom rapport (palavra francesa que significa empatia, afinidade, confiança mútua,o famoso “o santo bateu “), e cativarmos de maneira rápida, qualquer pessoa, pode levar uma hora, cinco minutos ou até mesmo apenas vinte segundos. Sempre vamos levar em conta a habilidade do comunicador, ou seja, aquele que tem um objetivo e está se expressando de maneira própria.

Basic RGB Vamos falar aqui das palavras-chave, que em minha opinião, é uma das maneiras mais rápidas e poderosas de construir rapport. Trata-se de estarmos atentos e afinados às palavras que as pessoas usam, e de uma forma exclusiva, como se fosse uma maneira de marketing pessoal, algo que podemos perceber que se trata de uma característica pessoal.

Quando estamos conversando ou apenas escutando alguém, prestemos atenção nas palavras que a pessoa usa, cada palavra é importante, mas existem algumas que quando elas dizem, não é por acaso, existe um motivo para que aquela pessoa utilize aquela forma de se expressar. Por exemplo: Se você conversa com alguém e essa pessoa se empolga com uma ideia sua, ela pode dizer assim: “Cara isso é show de bola, é uma ótima ideia”. Pronto, como você é bem esperto, percebeu que a pessoa usou a palavra “show de bola” e isso não é por acaso, saiba que para ela ter usado essa palavra ou frase, é porque para ela têm um significado especial, nada disso é à toa, aquilo representa algo para ela mesma de maneira inconsciente.

Se você realmente quiser estabelecer um rapport com ela, na primeira oportunidade diga: “Cara posso te dizer algo, seu atendimento é “show de bola”, como você consegue dar um espetáculo no que faz”. Quer saber o resultado? O inconsciente dessa pessoa, imediatamente vai se identificar com você, e terá ganho a atenção e interesse dela em estar ao seu lado, se tornará uma pessoa agradável, e nem mesmo ela saberá explicar porquê, pois se trata de um processo inconsciente e vocês sabem que essa parte da mente é a mais poderosa, uma vez cativada, é uma conquista e tanto.

Qualquer palavra que usem com você e que perceba que se trata de uma palavra-chave, de característica pessoal, use-a com a mesma pessoa, substitua o que você iria dizer por sinônimos, e de preferência com as palavras-chave que a pessoa em questão usa. Isso parece bem fácil, mas precisa de treino para que não dê nenhum fora, ao falar com médicos, use seus termos e palavras chaves, o mesmo se for falar com alguém que utiliza gíria, use algumas gírias que a própria pessoa expressou e facilitará a comunicação.

Quando for alguém muito educado, use por favor e obrigado várias vezes, assim como a própria pessoa, e quando alguém usa palavras difíceis e parece ser uma pessoa bem culta, retribua com as mesmas palavras ou até mesmo surpreenda com alguma palavra difícil que ela própria não esperava, assim ganhará respeito e atenção da mesma. É como um jogo, esqueça o que sabe e apenas acompanhe a dança de quem está com você, aprender a dançar conforme a música e sempre estará no palco, jamais ficará de fora.

Exercício do dia

Passe o dia inteiro escutando as palavras chaves que as pessoas próximas de você utilizam se for o caso, no início, anote e decore, faça um teste, converse com essas pessoas de maneiras diferentes, usando suas próprias palavras chaves. Chegará um momento em que fará isso sem pensar, de maneira automática e os resultados serão fascinantes, esteja preparado.

Boa sorte!

Confira o vídeo abaixo e entenda melhor sobre o assunto:

Sobre o autor

Ricardo Reis

Ricardo Reis

Ricardo Reis é formado em Marketing e tem formação internacional em Hipnose Ericksoniana, Sistêmica Clínica e Clássica. Além disso, é Master Practitioner em PNL e tem como especialidades a eliminação de fobias, o emagrecimento, o anti tabagismo, Síndrome do Pânico, memorização e os relacionamentos inter-pessoal e intra-pessoal. Atende com hora marcada no Instituto Brasileiro de Linguagem do Corpo Cristina Cairo.

E-mail: [email protected]