Comportamento

O valor do silêncio de um sábio

Mulher negra sentada numa mesa lendo um livro.
Sam Lion / Pexels

Olá, caro leitor. Antes de falarmos do valor do silêncio de um sábio, vou falar um pouco sobre como as pessoas estão vivendo.

Ao analisar o comportamento da maioria das pessoas, percebi um vazio existencial imenso dentro delas. Portanto, no afã de trazer uma possibilidade de melhoria de vida a partir do que trago aqui, convido você também nessa pretensão de ligar a chave da sua mente e mudar completamente sua rotina de vida.


Não preciso ilustrar muita coisa para mostrar como o ser humano está entrando cada vez mais em parafuso, isto é, perdendo a essência de viver. As pessoas estão confinadas em um mundinho medíocre, dentro de um espaço mínimo de conforto e confiança, pois não há equilíbrio emocional que suporte tanta pequenez de pensamento. Nesse lugar apertado dentro da mente da pessoa, existe um vazio imenso; falta repertório, visão de mundo, portanto sobram fofocas, grupinhos de fofocas e isso é muito visto dentro das empresas. O fato é que a fofoca, os palavrões, as discussões agressivas e toda sorte de confusão se dão exatamente pelo vazio existencial. Talvez seja pelo falta de educação, de base espiritual, pelas privações básicas, entre outros fatores. Muitos perdem o equilíbrio emocional facilmente. Muitos não sabem fazer silêncio, falam o tempo todo como que se fossem uma matraca.

Estudos já apontam que as pessoas que falam muito têm mentes aceleradas e tendem a sofrer emocionalmente com facilidade. Porém agora vou mostrar como deve ser o seu comportamento a partir de hoje.

Penso que a busca pela ataraxia é a busca pela tranquilidade, pelo equilíbrio e pela moderação na escolha dos prazeres. Mas como podemos ter moderação e equilíbrio em uma sociedade na qual o consumismo exacerbado parece ser a principal bandeira a ser levantada? Veja, o sábio cora suas palavras, o sábio é imune aos infortúnios do mundo agressor. O filósofo estoico Sêneca disse : “Quem vive na tranquilidade, que seja mais ativo, quem vive na atividade, que encontre o equilíbrio. A natureza te lembra todos os dias que fez o dia e a noite”.

Mulheres brancas asiáticas conversando.
Trung Thanh / Unsplash

Manter o silêncio é para poucos, somente os sábios conseguem. Você precisa esvaziar sua mente das preocupações, das fofocas, do estresse. Aprenda uma coisa: onde estiverem os teus olhos também estará tua imagem, portanto fica a pergunta: onde você tem posto os teus olhos?” Aquilo que você quiser procurar você vai achar. Seja na igreja, nos irmãos da sua religião, nas pessoas, nas instituições, enfim, o que você quiser achar, cedo ou tarde irá encontrar; porém você está pronto para achar o que procura? Onde estão seus olhos? Daí é que surgem as fofocas e também a mente se alimenta exatamente daquilo que você cobiça ou passa maior tempo procurando, logo a mente se torna cheia de inutilidades, bagagens pesadas.

O sábio faz silêncio diante da fofoca, diante dos acontecimentos em que se aflora a opinião de massa, como, por exemplo, reportagens de grandes acontecimentos onde surgem os bambambans formadores de opinião.

O filósofo Sêneca dizia: “O maior obstáculo à vida é a expectativa do amanhã e perde o momento presente”. Enquanto o mundo entra em parafuso, o sábio em silêncio se mantém em paz e as coisas acontecem com naturalidade, as bênçãos correm atrás do sábio, os problemas são só ruídos e imagens, afinal fora da linguagem tudo é silêncio.

Você também pode gostar

O filósofo Marco Aurélio disse: “Você tem poder sobre a sua mente, mesmo quando não tem sobre os fatos externos. Compreenda essa lição. E você encontrará toda força que precisa”. Aprender a dominar a própria mente é um bom começo para evitar falar, fazer barulho desnecessário. O que a boca fala o coração está cheio. Você pode melhorar sua qualidade de vida mantendo o equilíbrio emocional. Sugiro que leiam livros, façam exercícios físicos, curtam a simplicidade do agora, observem a natureza e seus detalhes, enfim, mantenha sua conexão com Deus, com o divino, com aquilo que você acredita, isso é fé. Mantenha sua felicidade intacta. Como dizia o filosófico Epicuro: “Doente e ainda feliz, em perigo e ainda feliz, no exílio e ainda assim feliz, na desgraça e feliz”. Ou seja, intacto, paz permanente, silêncio e aceitação, feliz por existir, pela oportunidade de existência mesmo com más experiências, em tudo imparcial e em paz.

Com isso, resta-lhe lutar pelos teus sonhos, mesmo passando por diversas dificuldades, a questão de aceitação é o manter-se em equilíbrio emocional, sem, contudo, deixar de fazer ações, de se mover em direção a uma vida nova, portanto estude, crie novas perspectivas, mantenha o silêncio dos sábios.

Não espera que o mundo seja como você deseja, mas sim como ele realmente é. Dessa forma você terá uma vida tranquila.

O silêncio vale ouro, o silêncio abre portas, o silêncio atrai coisas boas, o silêncio é a saúde da mente e da alma, o silêncio te coloca em outro patamar, o silêncio te oferece sem te pedir, o silêncio vale muito mais que muito falar, pois mais vale um bom nome do que muitas riquezas, logo o bom nome se faz pelo silêncio. Por fim, deixarei abaixo uma filosofia de minha autoria.

Mulher branca lendo livro.
Priscilla Du Preez / Unsplash

“O silêncio de um sábio é tão precioso que vale de instrução para um mundo de alucinados, quando um desses alucinados se encontra em apuros, recorre ao infinito repertório de um sábio, que, por sua vez, com poucas palavras, acende a luz da consciência dos que estão em trevas, logo poderá talvez ser ali o fim da busca, a verdade última, dependendo exclusivamente do alucinado que desejar despir-se das ilusões.”

Faça silêncio, trabalhe em paz, mova-se agora e não faça alarde de seus projetos; aumentando o tempo entre os interstícios do silêncio e das ações, os resultados serão positivamente inevitáveis.

Sobre o autor

Nilo Deyson Monteiro Pessanha

Tenho trabalhos acadêmicos e literários publicados em diversos tipos de plataformas e portais, basta pesquisar utilizando meu nome em diversas mídias sociais.

Contato:
Email: dyson.11.monteiro@hotmail.com