Convivendo

Projeto quer mudar o conceito de jornalismo no Brasil

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

O momento que estamos vivemos no Brasil não é lá dos melhores. E muito tem se falado sobre a crise que se instalou no jornalismo brasileiro, principalmente em relação ao meio impresso. Nos últimos anos, temos observado diversas mudanças nesse mercado, como, por exemplo, a redução das redações, os inúmeros e recorrentes cortes de funcionários, o fechamento de revistas, a redução do tamanho dos jornais e os sites que saíram do ar.

Mas, como em toda crise, é preciso ter criatividade para superá-la. Empresários e jornalistas vêm se organizando em revistas independentes, coletivos e sites que estão dando o que falar. A tecnologia vem tomando conta das nossas vidas e, a partir daí, se deu a necessidade de criar um meio de comunicação mais dinâmico e mais rápido.

Apesar de se tratar ainda o meio impresso como prioridade, o digital aparece logo atrás deste, empatado em primeiro lugar.

“Podemos dizer que tudo que é publicado na internet acaba sendo tratado como manchete”
São diversas informações, muitas delas transmitidas em tempo real, e o papel desses novos meios de comunicação é informar o que é caracterizado como prioridade naquele intervalo de tempo. 

Vejam alguns modelos que estão dando certo do novo conceito de jornalismo no Brasil.

Fluxo

O site Fluxo é um espaço localizado bem na região central da cidade de São Paulo, utilizado por fotógrafos, repórteres, editores, cinegrafistas e artistas para discussões de novas oportunidades para o jornalismo brasileiro. Lá são produzidos artigos, reportagens, streamings e entrevistas.

O site se mantém com a ajuda de membros ou pessoas que apoiem o projeto por meio de doações em dinheiro. O estúdio se encontra sempre aberto para qualquer um que queira dar sugestão quanto à programação ou sobre pautas.

Brio

O site Brio, por sua vez, publica mensalmente histórias reais de tirar o fôlego que tenham a ver com temas mundiais e da nação brasileira. Segundo os idealizadores deste projeto, as histórias publicadas têm vida, e o objetivo é engajar e informar mais profundamente do que as notícias superficiais e rápidas que vemos diariamente no jornalismo brasileiro.

AzMina

A revista AzMina é voltada para as mulheres reais. A ideia surgiu em 2015, quando mulheres de diferentes orientações sexuais e raças se uniram a fim de criar um meio de comunicação que elevasse a autoestima das mulheres.

O objetivo principal é trazer à tona temas geralmente esquecidos pela nossa impressa, como por exemplo a violência doméstica e a falta da figura feminina no cenário político. Além disso, há diversas dicas de looks estilosos que cabem no bolso de toda mulher.

Risca Faca

O site Risca Faca une comportamento e cultura. Lá, os idealizados do projeto publicam histórias que não costumamos ver em nosso cotidiano, como grandes histórias, análises mais incomuns, personagens interessantes e um jornalismo mais profundo.

Aos Fatos

O site Aos Fatos é uma plataforma que publica diariamente reportagens que se dedicam a verificar discursos públicos. Para isso, os jornalistas acompanham tudo o que as autoridades nacionais e os políticos declaram, com o objetivo de checar se os documentos, as personalidades, as peças de publicidade e as falas são imprecisas, exageradas, falsas ou verdadeiras.

Freak Market

A revista digital Freak Market aborda diferentes temas sobre arte urbana e cultura. O objetivo dos criadores é proporcionar um conteúdo diferente do que conhecemos. Segundo eles, na revista, você encontrará itens que foram distribuídos e feitos por marcas e artistas que não seguem nenhuma tendência.

Ponte

O site Ponte aborda temas sobre justiça, segurança pública e direitos humanos. A ideia surgiu a partir do conceito de que um jornalismo feito com qualidade e respeito aos direitos humanos ajuda para que seja construído um mundo mais justo. Segundo os idealizadores do projeto, quando o jornalismo se vê livre de compromissos econômicos, questões que antes eram omitidas pela chamada mídia comercial ganham mais visibilidade.

Amazônia Real

O site Amazônia Real, por sua vez, é uma organização sem fins lucrativos. Com atualizações semanais, foca no jornalismo investigativo em suas reportagens, pautando as questões da região Amazônica e seu povo.

Projeto Draft

O site Draft é uma plataforma de serviços, de conteúdo e de eventos que traz como foco a geração dos novos empreendedores criativos no Brasil. O objetivo principal é oferecer um conteúdo de qualidade sobre a nova economia, ou seja, não somente tendências ou segmentos de mercado, mas também histórias que deram certo e aquelas que ainda não deram, mas que proporcionam grande aprendizado. O Draft engloba as startups.

Calle2

A revista digital Calle2 aborda novos olhares a cerca da América Latina. Lá, os idealizadores reúnem pratos típicos, destinos inusitados para turismo, ruas e povoados pouco conhecidos e indivíduos que contribuem para que seja construída uma América Latina melhor.


Escrito por Flávia Faria da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]