Espiritualidade

Religião e Espiritualidade

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras



É comum as pessoas confundirem os conceitos de espiritualidade e religião, mas apesar de algumas vezes estes dois termos estarem interligados, cada qual tem seu significado.

Tanto a religião quanto a espiritualidade buscam trabalhar no indivíduo questões filosóficas, responder o porquê da existência humana, qual nosso papel no mundo, de onde viemos, para onde vamos, etc.

A diferença é que a religião traz essas respostas dentro de uma doutrina, com uma única crença, cumprimento de regras, ritos, verdades já construídas, sem questionamentos ou dúvidas. Já espiritualidade está relacionada ao desenvolvimento espiritual das pessoas, a sua conectividade e entendimento com o mundo não-físico.

No entanto, uma pessoa religiosa pode ser espiritualizada ou uma pessoa espiritualizada pode não seguir religião nenhuma.

Há diversas religiões e cada uma prega uma doutrina diferente, geralmente há um ser supremo a ser louvado e temido, ritos e regras a serem cumpridas, um modelo ético e moral de conduta dentro dos preceitos religiosos.

E por conta disso a religião segrega as pessoas, pois cada um prega a sua verdade como sendo absoluta, mesmo as que utilizam os mesmos livros, fazem diferentes interpretações. Assim, não só as ideologias são divergentes, mas falta respeito e aceitação pela fé do outro.

shutterstock_314804594Espiritualidade é algo mais abstrato que religião, pode estar ou não relacionado há um ou mais de um deus, ou ainda, ter diferentes compreensões para diferentes pessoas. Pode ser desenvolvida de diversas formas: meditando, orando, fazendo o bem, através de leituras relacionadas; cada pessoa busca isso dentro de si, de acordo com sua crença.

É importante trabalhar a espiritualidade para melhor compreender as questões que não têm explicação técnica e/ou científica, coisas que não estão ao nosso alcance ou poder de controle, como lidar com a morte, por exemplo.

Quando você apenas exerce sua espiritualidade, sem seguir nenhuma religião, é possível buscar conhecimentos e fazer sua própria interpretação da verdade sobre a vida, quais caminhos deve ou não seguir, não há necessidade de periodicidade, cumprimentos de regras ou ensinamentos, somente você sabe a melhor maneira de se conectar ao mundo não-físico.

Quando estamos com o nosso lado espiritual bem resolvido, conseguimos administrar melhor os problemas de um modo geral, pois estamos com mente e alma tranquilos, mais fortes e seguros para enfrentar qualquer desafio.

Partindo do preceito que todos nós temos um corpo físico e um espiritual, compreende-se que da mesma forma que devemos cuidar da nossa saúde para não adoecermos, precisamos cuidar do nosso espírito para nos sentirmos bem, seja sozinho ou com apoio de alguma religião.


  • Escrito por Carolina Peixoto da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]