Saúde Integral

ReWalk

Homem levantando de cadeira de rodas usando muletas tecnológicas.
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras



Durante muito tempo a tecnologia ofereceu aos quadriplégicos – pessoas com paralisia abaixo do pescoço – somente uma opção para a locomoção: as cadeiras de roda.

Porém, uma inovação feita pelo Dr. Amit Goffer, ex-aluno da Technion (Instituto de Tecnologia de Israel), deu uma nova solução para os paraplégicos e quadriplégicos.

A tecnologia se chama UPnRide e permite que as pessoas mudem da posição sentada para em pé. Ainda, o aparelho é flexível de forma que os usuários podem usá-lo em diferentes superfícies, calçadas e elevações, respondendo automaticamente aos obstáculos e perigos.

Segundo Dr. Amit Goffer, poder se levantar e andar é muito importante para a saúde psicológica das pessoas, dá dignidade a elas e ainda ajuda a melhorar a autoestima.

Antes da UPnRIDE, Goffer, após o acidente que o deixou quadriplégico, já havia desenvolvido outro aparelho chamado ReWalk. Essa tecnologia permite que paraplégicos andem, subam escadas e até mesmo participem de maratonas.

Muletas tecnológicas chamadas "rewalk".

ReWalk permite que as pessoas voltem a andar, mas isso não serve para todos os cadeirantes, e o UPnRIDE foi criado para essas outras pessoas.

Com a criação dessa nova tecnologia, Amit Goffer pôde sair de casa em pé pela primeira vez em agosto de 2015. Ainda, Goffer declarou que esse acontecimento causou nele “um sentimento muito estranho e ao mesmo tempo muito bom”.

Ainda, a tecnologia não foi desenvolvida somente por ele, mas obteve a ajuda de oito pessoas.

A paixão de Goffer não era apenas sobre criar uma inovação tecnológica, mas sim, levar qualidade de vida para milhões de pessoas que têm essas condições.

Por fim, Dr. Amit Goffer deixa algumas palavras sobre os sentimentos que o seu trabalho proporciona:

“O que eu fiz com ReWalk Robotics e o que eu faço agora com a UPnRIDE é ajudar pessoas que não têm condições. A conexão que eu tenho com essas pessoas e suas famílias é tão comovente e tão diferente de qualquer outra coisa. E o jeito que as famílias choram em meu ombro e dizem que eu mudei a vida delas… acredito que não há nada que possa competir com essa sensação”.

Confira o vídeo aqui!


Você também pode gostar de outro artigo deste autor. Acesse: Hora do planeta

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]