Saúde Integral

Aplicativos para te ajudar a dormir melhor

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Dormir bem é fundamental para a saúde. Quem dorme mal fica irritado, tem dificuldade para se concentrar, sente muita forme e tem imunidade baixa. Problemas hormonais e emocionais, estresse, ansiedade, mexer no celular e computador antes de dormir, excesso de cafeína, álcool e comida gordurosa são fatores que interferem na qualidade do sono. As mulheres têm mais problemas para dormir, devido a alterações hormonais, contudo, todos enfrentarão dificuldades para dormir em alguma fase da vida.

As grandes cidades concentram o maior número de pessoas que dormem mal. O trânsito, o alto custo de vida e a violência explicam este quadro, tanto que o médico Geraldo Lorenzi Filho, presidente da Associação Brasileira do Sono, afirma que “vivemos numa sociedade privada de sono”. Geraldo ainda afirma que em 1900 as pessoas dormiam nove horas.

Quantas horas devemos dormir?

Isso varia de acordo com a idade. A National Sleep Foundation instituição americana que estuda o sono divulgou uma tabela com o número de horas para cada idade. Veja os dados:

  • Recém-nascido (0 a 3 meses): 14 a 17 horas por dia;
  • Bebê (4 a 11 meses): 12 a 15 horas;
  • Criança (1 a 2 anos): 11 a 14 horas;
  • Pré-escolar (3 a 5 anos): 10 a 13 horas;
  • Criança em idade escolar (6 a 13 anos): 9 a 11 horas;
  • Adolescente (14 a 17 anos): 8 a 10 horas;
  • Adulto jovem (18 a 25 anos): 7 a 9 horas;
  • Adulto (26 a 64 anos): 7 a 9 horas;
  • Adulto mais velho (65 anos ou mais): 7 a 8 horas.
Como dormir melhor?

Veja 3 dicas simples para ter uma boa noite de sono:

  • Dormir e acordar sempre no mesmo horário;
  • Não assistir televisão nem mexer no celular e computador 30 minutos antes de dormir;
  • Manter o quarto escuro e silencioso;
A tecnologia pode ajudar

Se usada com cautela, é claro! Listamos uma série de aplicativos que ajudam a dormir melhor. Saiba quais são eles:

Sleepmaker Rain

O aplicativo libera aquele barulhinho de chuva maravilhoso para dormir. O Sleepmaker Rain permite programar por quanto tempo quer ouvir o som. O app pode ser baixado gratuitamente no iTunes.

White Nose Relax

O app libera sons de chuva, vento, riachos e o usuário pode combiná-los. O White Nose Relax é gratuito para Android e iOS e para Windows Phone custa R$ 0,99.

Relax Melodies

Este mistura elementos musicais e sons da natureza. O app possui várias seções: sono profundo, meditação profunda etc. O usuário pode programar por quanto tempo quer ouvir os sons. Outro ponto forte é poder criar uma playlist. O Relax Melodies está disponível gratuitamente para Windows Phone, iPhone e Android.

Sleep Genius

Criado por especialistas em sono, som, música e neurociência, a ideia para o Sleep Genius surgiu após uma pesquisa da NASA que visava fazer os astronautas dormirem bem. O aplicativo libera sons relaxantes que reduzem os batimentos cardíacos e a respiração.

O usuário ainda pode programar para ser acordado suavemente e ativar a função de relaxamento. Está disponível para Android e iOS e tem uma versão básica gratuita com uma melodia e outra que custa R$25.

Long Deep Breathing

O aplicativo reúne exercícios de respiração que alivia o estresse. Exclusivo para iOS, o Long Deep Breathing custa US$0,99.

Sleep Better

O Sleep Better acorda o usuário quando ele está em sono leve. O app também exibe gráficos e relatórios sobre o sono, dá sugestões para melhorar o sono e ainda monitora sonhos bons, neutros e pesadelos. Gratuito para Android e iOS.

Dormir bem é importantíssimo para a saúde e a tecnologia pode ajudar. E você conhece esses aplicativos? Conhece outros? Compartilhe suas dicas para dormir melhor.


  • Texto escrito por Sumaia de Santana Salgado da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]