Autoconhecimento Coaching

Satisfação no que faz

Sergio Giavoni
Escrito por Sergio Giavoni
Se não encontrarmos satisfação no trabalho, dificilmente trabalharemos motivados. Alguns estudos do sociólogo italiano Domenico de Masi, nos ampara a esta afirmação.

Os seres humanos modernos têm três necessidades fundamentais: 

1) precisamos trabalhar, porque do trabalho retiramos nosso sustento e também nossa dignidade
2) também precisamos aprender porque, afinal de contas, estamos na sociedade do conhecimento, onde são valorizadas as pessoas e os agrupamentos que dominam o conhecimento
3) precisamos do prazer, porque o prazer suaviza o sofrimento.

Atualmente o maior sofrimento da atualidade é o estresse, como já falamos sobre ele a algumas semanas atrás. Se não houver prazer, o estresse não será tolerado e será derivado para muitas outras consequências mais sérias e contundentes.

shutterstock_146379659-2 Antigamente realizávamos cada atividade em lugar diferente: havia um lugar para trabalhar, chamado emprego; um lugar para aprender, chamado escola; e outros para ter prazer, como o clube, a praia, o bar, o campo de futebol, os shoppings centers, etc. Atualmente a moderna organização do trabalho considera que existe uma tendência de aproximação desses espaços em um mesmo ambiente, assim passamos mais tempo no ambiente de trabalho. É isso que o Domenico de Masi chama de ócio criativo. Ócio criativo compreende trabalho, mas trabalhar com sentido, porque nosso cérebro funciona assim: ele sente que está produzindo, e isso lhe faz bem; sente que está aprendendo, o que também lhe faz bem. Assim trabalhamos em plenitude, incluindo no dia a dia um momento que tenham atividades para descansar, momentos de lazer, e conciliar isso com o trabalho e a aprendizagem. É uma ideia muito interessante e adequada, mas requer muita disciplina.

Outro fator preponderante é descobrir a própria vocação. Neste caso, é importante observarmos quatro condições:

1) examinar o que a pessoa aprende com relativa facilidade
2) atentar para o que ela faz com relativa facilidade
3) sente-se feliz ao fazê-lo
4) consegue ganhar dinheiro para o sustento com isto.

Encontrou algo que está presente nas quatro condições? É sua vocação! São suas razões!

Em momento de decisão e mudança, dedique-se integralmente nessa busca. A satisfação no que faz lhe trará mais sentido.

Sucesso! Felicidades! Vamos em frente!

Sobre o autor

Sergio Giavoni

Sergio Giavoni

Sócio Diretor da Harmonia Consultoria e Assessoria em Pessoas. É Economista com MBA Executivo em Administração de Empresas, Certificado em Capacitação Gerencial, Gestão Estratégica das Pessoas, Gestão Estratégica de Negócios, Palestrante Profissional, Personal & Profissional Coach, Leadership Coach, Carrer Coach, Alpha Coach, Executive Coach, Business Coach, e Analista PDA – Personal Development Analysis (Avaliação de Perfil Comportamental).

Experiência profissional executiva em bancos, ocupando por último o cargo de Superintendente Comercial da rede de agências.

Desempenha a função de Coach Pessoal, Profissional, Executivo e Business, com diversas atuações no desenvolvimento de objetivos, resultados e performance de pessoas, equipes e empresas.

Desempenha também a função de palestrante e instrutor em assuntos pertinentes à Liderança, Motivação, Engajamento, Atendimento à Clientes e Vendas.

Coordenador de Mentoria do Grupo BNI (Business Network International) Exponencial – São Bernardo do Campo – SP.

Coautor do livro “Planejamento Estratégico para a Vida” – Editora Ser Mais – Dez/2015.

Telefone: 11 4427-9604 e 11 99979-7050
E-mail
[email protected]
Sites
www.harmoniaconsultoria.com.br/
Blog
www.harmoniaconsultoriaeassessoria.com.br
LinkedIN
Sergio Giavoni
Instagram
@sergiogiavoni
Facebook
facebook.com/sergiogiavoni
Twitter
@SGiavoni