Energia em Equilíbrio

Será um sinal ou apenas uma coincidência?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Coisa do destino ou obra do acaso? Há quem acredite que os sinais que a vida dá são apenas simples coincidências. Mas tem horas em que ela insiste em apresentar inúmeros indícios que te levam a acreditar que você não está sozinho.

De certa forma, chega a ser engraçado. Se, por exemplo, você está grávida, parece que tudo a sua volta tem alguma relação com nascimento de bebês, propagandas, anúncios, histórias… Se terminou seu relacionamento, parece que os textos de amor, as novelas e as coisas que te cercam estão querendo te mostrar algo. Sim, isso é fácil de explicar: a mente humana tem poder e carrega uma força enorme. Isso significa que, quando você está passando por alguma situação específica, estará muito mais atenta a tudo que pode ter ligação direta ou indireta com ela.

Os sinais ou as coincidências que acontecem pelo destino funcionam da mesma forma, porém só passam a fazer sentido quando conseguimos identificá-las e, mais do que isso, quando entendermos o verdadeiro significado pelos quais elas aparecem. Independente de crenças ou religiões, é importante enxergar que muitas vezes eles surgem como respostas para os nossos questionamentos.

Duas pessoas segurando as mãos uma da outra em cima de uma mesa de madeira.

Você também pode gostar:

Dicas para enxergar os coincidências e possivelmente aproveitá-los:

  • Preste atenção em coisas, pessoas, números, objetos, frases e tudo o que está a seu redor.
  • É comum termos mais sensibilidade em algumas situações. Se, por exemplo, você estiver conectado com alguém, pode acontecer de saber que esta pessoa está precisando de você ou que vai te ligar em poucos minutos sem que ela tenha te falado.
  • Alguns sonhos são marcantes, mas muitas vezes não fazem o menor sentido. Anote-os, pois na hora certa eles podem te ajudar em alguma coisa.
  • Alguns pensamentos surgem “do nada”: músicas, lembranças, ideias… Tenha em mente que nada nessa vida é por acaso.
  • Não rejeite os sinais. Seja curioso, investigue e entenda para onde eles querem te levar.

Texto escrito por Natália Nocelli da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]