Convivendo

Só o amor cura

Coração rosa sobre superfície de madeira.
Pachai Leknettip / 123RF
Escrito por Nilton C. Moreira

Esses dias me perguntaram sobre relacionamentos entre pessoas que são muito conturbados. Queriam saber se pessoas que se amam nesta vida se amaram em vidas passadas também ou se poderiam ser inimigas. De fato, quando estamos na espiritualidade, antes de nascer fazemos uma análise com o auxílio dos benfeitores sobre a melhor maneira de reencarnarmos e resgatar nossos erros de vidas anteriores. Nesse momento fazemos um estudo de tudo que aconteceu no passado e idealizamos o que é melhor para que, após o nascimento, tenhamos condições de evoluir.

Também fazemos uma avaliação de tudo que fizeram de mal para conosco em momentos anteriores e como podemos oportunizar que essas pessoas consigam reparar seus erros em relação a nós, pois cada um de nós é espírito em evolução na direção do Pai. Essa evolução é individual, mas precisamos uns dos outros para que nas dificuldades consigamos transpor os entraves. É possível que as pessoas que se amam nesta vida se reencontrem em uma próxima reencarnação para que, se ajudando, consigam evoluir juntas, mas pode também ocorrer que as pessoas que conseguem se amar nesta vida tenham sido inimigas em vidas anteriores e agora conseguiram se harmonizar e finalmente “virar a página”, como se diz popularmente.

Coração vermelho posto em estrutura fina metálica. Ele está sobre um fundo cinza.
Kaboompics .com / Pexels

Muitas desgraças, tragédias que acometem famílias, são fruto de relacionamentos que já vêm de muito tempo; e muitos fatos voltarão a acontecer, pois Deus não impõe que sejamos bons nem maus, isso é uma decisão que tomamos, pois somos livres na semeadura e por consequência colheremos o plantado.

Às vezes, por mais de uma existência vão acontecer crimes no meio familiar envolvendo pais, mães, filhos e irmãos, até que sejam resolvidas as contendas. Os noticiários estão aí nos demonstrando essas ocorrências que envolvem inocentes e que sem uma análise profunda não encontraríamos explicações.

Normalmente, quando acontecem tragédias envolvendo crianças, somos acometidos de profunda angústia; mas, se nos ativermos a esclarecimentos contidos na literatura, vamos ver que a complexidade existente nessas ações, que não é necessário acontecer, mas são fruto do desequilíbrio moral de quem as comete. Têm explicações e certamente, além da penalização pela lei humana, o responsável pelo escândalo enfrentará momentos angustiosos, quando de retorno ao plano espiritual, iniciando por permanecer um tempo nas regiões trevosas do umbral.

Você também pode gostar

Certo é que Deus é justo através de Suas leis e nada escapa de ser resgatado. Todo mal praticado nesta vida terá de no futuro ser substituído por amor. Só o amor cura, não importa quantas e quantas reencarnações teremos de viver.

Sobre o autor

Nilton C. Moreira

Policial Civil, natural de Pelotas, nascido em 20 de maio de 1952, com formação em Eletrônica, residente em Redentora (RS), religião Espírita, casado.
Email: [email protected]
Facebook: /Nilton-C-Moreira