Espiritualidade

Vidas paralelas, vidas simultâneas e vidas múltiplas na mesma encarnação – Parte 2

Vital Frosi
Escrito por Vital Frosi
Leia aqui a parte 1 deste artigo

Amados! 

A evolução dos mundos é um processo natural. Tudo segue em ritmo harmonioso dentro da programação feita desde a criação. O Universo Infinito é composto por centenas de bilhões de Galáxias. Cada Galáxia comporta também centenas de bilhões de Estrelas. A maioria das Estrelas suportam inúmeros Planetas e estes, ainda podem ter as suas Luas.

A Terra é apenas um entre esse número infinito de Orbes espalhados pelo Universo. E pelo que nos é permitido saber, um dos mais atrasados mundos em termos de vibração energética. Também considerada uma escola de almas de nível primário, os espíritos que por aqui aportam, precisam dotar-se de um corpo humano como o conhecemos bem, dotado de características peculiares para o desenvolvimento da consciência. É essa consciência que comanda o livre arbítrio de cada um. Ela nos dá o poder de decidir qualquer coisa, mas também nos remete para as consequências de cada decisão.

Para que esse aprendizado se faça sem interferências, o Espírito ao encarnar, é submetido ao véu do esquecimento. Com isso, a cada reencarnação, a impressão que ele tem é de que nunca esteve aqui antes. Esquece o seu passado e fica sujeito às Provas e Expiações, resultado inconsciente do seu histórico pretérito, a fim de que possa fazer diferente e acertar onde errou antes.

Dentro do cronograma Universal, a Terra precisa passar para um nível de consciência superior. É chegada a hora de encerrar o nível primário. Separadas em Dimensões, as vibrações que estavam em uma faixa em 3D, vão aos poucos se estabilizar em 5D. Só para esclarecer, a 4D (período entre vidas) deixará de existir porque não será mais preciso que os Espíritos em forma humana desencarnem, pois a Terra deixará de ser um mundo de Provas e Expiações e passará para um mundo de Regeneração.

Essa Transição Planetária é um evento grandioso! Vai promover a separação das consciências (joio e trigo) e, com isso, a Limpeza Planetária. Como tudo é energia e vibração, a dualidade que sempre esteve presente por aqui, passará para uma Unidade perfeita. É o primeiro degrau em direção aos mundos mais ditosos e perfeitos.

De acordo com as instruções dos Amparadores Espirituais, estamos no Tempo Final e tudo está acelerado. É o “limpar das gavetas”, como eles mesmos dizem. A própria tecnologia advinda nestes últimos tempos, está dentro de uma programação para facilitar este processo.

Espíritos altamente preparados, encarnaram nestes tempos para desenvolver tais ferramentas. Outros estagiaram em escolas do Conhecimento para aqui poder ajudar nas instruções referentes ao “invisível”.

E para facilitar o resgate cármico que ainda estava pendente em boa parte dessas almas, surgiram também muitas doenças novas, muita violência, muito caos, como você bem pode perceber.

Mas também, na mesma proporção, foram oferecidas oportunidades para aqueles que desejam realmente completar o aprendizado e seguir nesta escola mais avançada que já está se delineando no horizonte. 

Aos Espíritos recalcitrantes, ou seja, endurecidos no mal, habitantes da 4D, principalmente no Astral Inferior, que segundo o Espírito André Luiz em um de seus livros psicografados por Chico Xavier na década de 70-80, somavam 4 vezes a população da Terra, foram dadas oportunidades.

Aqueles que não quiseram aproveitar, agora estão sendo levados embora. Os que ainda têm chance de conseguir a aprovação final, reencarnam para obter os bônus que ainda faltam. Então, estando aqui encarnados, a maioria pela última vez antes do “gran finale”, todos os recursos são oferecidos para que consigam tal objetivo.

Entre esses recursos, está a retirada gradativa do Véu, o que permite a retomada dos conhecimentos e dos poderes que cada um possui, pois até aqui estavam no subconsciente. De forma gradativa, de acordo com a capacidade de cada um em compreender esse processo, o véu vai sendo erguido, lenta e gradativamente. Os poderes sensoriais começam a manifestar-se de uma forma ou de outra, de acordo com as habilidades de cada um.

O Espírito que habita o corpo humano, recebe de forma cada vez mais consciente, os “insights” daquilo que ainda precisa colocar em prática. É o acesso às Dimensões Superiores, e também um treinamento para o Novo Tempo que se avizinha.

Como o tempo está se esgotando, parece que tudo vai tão rápido que até o dia tem a sensação de ter apenas 12 horas.

As mudanças internas de cada um são tão profundas que depois de alguns anos, podemos dizer que não somos mais os mesmos. 

Como não há mais tempo para novas reencarnações, muitos de nós fazem um processo de vida e morte várias vezes dentro desta mesma existência.

Como dizem os Guias Espirituais: “Muitos de vocês têm apenas jurinhos para acertar”, então ao invés de “morrer e reencarnar” várias vezes para se limpar, já que o tempo é exíguo, podemos fazê-lo em uma mesma existência. Pode-se fazer isso em média uma vez a cada 10 anos. Que maravilha! Morrer e renascer sem passar pela morte física propriamente dita! Ganhamos muito tempo! Comparando, sete a oito séculos em apenas um!

Também podemos fazer essa “limpeza” final de outras maneiras. A isso chamamos de Vidas Paralelas ou Vidas Simultâneas.

São faixas vibracionais possíveis de serem acessadas por cada um, pois todas as emoções vividas por cada Espírito na experiência humana, carrega em sua bagagem de alma tais lembranças celulares cósmicas. Essas lembranças sempre eram retomadas na 4D. Como o tempo urge, temos a oportunidade de fazer isso nesta atual existência ainda. Acessamos de forma mais ou menos consciente, situações que ainda precisam ser entendidas, aceitas, reparadas ou simplesmente iluminadas. São nossos traumas, nossos medos, as perdas não aceitas, dores e sofrimentos que nos afetaram muito, o apego demasiado, o ego muito enraizado, emoções lastreadas em mágoas e ressentimentos, na falta de perdão e, principalmente, nas Crenças Limitantes.

Esses acessos paralelos, mesmo que sejam de forma transitória, nos permitem vivenciar uma situação que ainda não está curada em nós. Então, surge algo aparentemente inexplicável, ou alguma dor ou sensação sem causas aparentes, um desconforto estranho, um vazio sem razão, e na maioria das vezes, nos sentimos fora deste mundo ou não pertencendo a esta Dimensão. Também podemos ter o desejo de ir para algum lugar que nem sabemos onde… Voltar para casa. Ainda, uma sensação de não estar no corpo ou se sentir fora dele.

Essa primeira fase de experiências extracorpórea, está nos possibilitando a cura ainda pendente. Entretanto, também está servindo de treinamento, pois estamos retomando nossos poderes inatos, como a cura, a telepatia, o teletransporte, o acesso às Dimensões Superiores e o reconhecimento das nossas origens.

O momento é único! A ninguém é sonegado o direito a esses recursos, mas nem todos irão aproveitar, e muito menos, compreendê-los.

“A cada um, segundo seus esforços!”

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Vital Frosi

Vital Frosi

Psicoterapeuta Reencarnacionista, Orientador espiritual, Formação em Psicologia Transpessoal pela Unipaz, Mestre em Reiki pela Escola André Luiz e Celer Faculdades, Massoterapeuta pela Celer Faculdades, Médium Intuitivo Semi consciente, Palestrante, atendimentos presenciais e à distância.
Missão terrena para esta existência: O esclarecimento e o despertar espiritual.

E-mail: [email protected]
Celular: (54) 9 9697 9292 (WhatsApp)
Facebook: Vital Frosi