Autoconhecimento Espiritualidade

Você conhece seus atributos, sua capacidade de desafiar e ensinar outras mulheres a fazerem o mesmo?

Anna Maria Oliveira
Escrito por Anna Maria Oliveira

No início as pessoas oravam para a Criadora da Vida.
No alvorecer da religião Deus era mulher”.

Merlin Stone

Estou vivendo uma fase linda da minha vida, com muita gratidão às fases anteriores que me trouxeram até aqui.

Prestes a completar quarenta e nove anos, apesar de não aparentar essa idade, sinto que uma nova mulher está chegando de mansinho.

A maturidade está trazendo leveza, força, determinação e liberdade para ser eu mesma.

Duas mulheres, próximas aos 50 anos, praticando yoga

Me sinto bonita, feliz com o meu corpo e a menstruação irregular anuncia mudanças.

Uma sensação de liberdade brotando no “fundo da alma”, silenciosa, por vezes cheia de energia, intuição assertiva e apaixonada.

Estar num corpo feminino, repleto de mistérios e segredos, é uma jornada de autoconhecimento da alma, uma dádiva, uma bênção. Honro todos os dias essa oportunidade.
A maturidade provoca novas descobertas com leveza, prazer sem pressa e sensações sutis, pois não é preciso provar nada para mim e nem para ninguém.

Só ser, simplesmente ser quem se é.

Experiência com jovialidade, esse é o segredo!

É certo que o corpo vai envelhecer, é a lei da natureza, mas a alma, essa não envelhece jamais!

O lugar que almejamos é a terra onde os humanos ainda são tão perigosos quanto divinos, onde o que é derrubado cresce de novo, e onde os ramos das árvores mais velhas florescem por mais tempo. A mulher oculta conhece esse lugar. Ela conhece. E você também”.

Clarissa Pinkola Estés

Então, quero viver! Acolher a mulher sagrada que habita em mim, estreitando os laços com a Deusa Interior.

Sinto que nós, mulheres contemporâneas, estamos vivendo um momento de redescoberta dos atributos femininos mais profundos. Nos deixamos afastar de nossa sacralidade, beleza, riqueza e mistérios do feminino.

Mulher branca, próxima dos 50 anos, sentada na grama de um parque, tomando sol.

Ouço, diariamente, minha voz interior dizendo: “Reconheça e fortaleça os seus dons, aceite, expresse e compartilhe, isso vai nutrir a sua alma e manter você conecta com a Deusa Interior”.

Atributos da energia feminina potencializada:

Energizadora – ativa as situações
Mediadora – define os limites
Protetora – protege esses limites
Iniciadora – aprofunda e recria eventos e situações
Desafiadora – questiona e destrói o velho
Libertadora – traz a libertação
Tecelã – proporciona uniões
Preservadora – alimenta e sustenta
Empoderadora – dá poder e traz sabedoria

Sinta quais aspectos estão mais predominantes em sua vida, observe seus sentimentos, pensamentos e atitudes. Faça uma combinação harmoniosa entre esses atributos.

Mulher negra sentada na grama com as pernas cruzadas meditando

Ofereça tempo de qualidade para meditar e se aproximar mais e mais de você, da verdadeira mulher que habita seu corpo.

Tenho praticado meditar visualizando os cinco elementos da natureza como pessoas, deusas e deuses, observo os olhares, roupas e gestos. Tal prática tem me trazido forte conexão com os elementos terra e fogo. Percebo uma ativação da energia feminina no corpo, nas células, é incrivelmente forte e lindo.

A mulher Divina, conscientemente presente, é… flui em direção aos seus objetivos com inteligência e intuição, sua “luta” é assertiva, sua intenção é claramente reconhecida por todos, gerando cooperação e confiança!

Vivemos um período de mudança na consciência planetária, é chegada a hora de retomar o que ficou esquecido em um passado distante.
A conexão com a essência e a matriz divina.
O papel da mulher nesse momento de transição é lindo, somos seres admiráveis e quando caminhamos lado a lado com os homens, sem competição, todos ganham, a vida ganha, a Natureza e o Mundo. Juntos somos fortes!

Queridas, mulheres leitoras, sejamos mais femininas, leves, intuitivas, de dentro para fora!

Celebremos em março, e o ano inteiro, o feminino que habita em nós!

Honremos a nossa Jornada!

Sejamos plenas, guerreiras, visionárias, curadoras e mestras de nós mesmas.

Abraço carinhoso!

Boas práticas e reflexões!!!!


Você também pode gostar de outros artigos da autora: Curar é aprender a confiar em si mesmo e na vida

Sobre o autor

Anna Maria Oliveira

Anna Maria Oliveira

Atuo como palestrante, consultora, professora formadora na abordagem meditação e yoga lúdico na educação, desenvolvida por mim. Graduada em cursos complementares, como arte contemporânea, xilogravura, educadora brincante, reiki tibetano, técnicas corporais ayurveda, instrutora de yoga na educação com crianças.

Vasta experiência em educação pública e no terceiro setor.

Realizo atendimento individualizado para profissionais da educação, utilizando a abordagem consultoria integrada experiencial.

Fundadora da Academia Confluência, escola de desenvolvimento humano para autogestão.

CONTATOS
E-mail: [email protected]
Site: academiaconfluencia.com.br
Facebook: academiaconfluencia
Instagram: @academiaconfluencia
Linkedin: Anna Maria de Oliveira