Autoconhecimento

Você sabe ficar em silêncio?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Antes de começar a ler esse texto, pare e preste atenção em todos os sons que você consegue ouvir ao seu redor.

Para falarmos do silêncio, precisamos falar também do som e como não utilizamos bem o sentido da audição. Nesse momento que parou para ouvir os sons ao redor, o que você identificou? Talvez uma conversa de alguém que esteja próximo, um barulho de um aparelho eletrônico ligado, o celular tocando com a mensagem que acabou de chegar, o cachorro do vizinho latindo… Mas, antes de você parar e reparar neles, quantos desses sons você realmente estava ouvindo?

Se, por um lado, a nossa visão está atraindo o nosso foco a todo instante, a nossa audição por muitas vezes está no modo automático e nem percebemos como somos afetados pelos sons do dia a dia. E é exatamente nesse ponto que entra o silêncio.

Os sons podem afetar o nosso humor, as nossas emoções e o nosso estado de espírito a todo instante, mas, como não prestamos atenção ao que ouvimos, acabamos não tendo consciência de quanto estamos sendo afetados de forma benéfica ou prejudicial pelos sons. Então, antes de eu te falar como o silêncio pode te beneficiar, quero que você comece a ouvir mais. E não de forma automática. Repare em cada som que você ouve durante o dia e aos poucos vai perceber que alguns deles te agradam e outros não. Esse é o primeiro passo para valorizarmos o silêncio.

Se, por exemplo, uma buzina de um carro te deixa irritado e o som de pássaros cantando podem te acalmar, o que o silêncio te proporciona? O silêncio é o equivalente do vazio. É a ausência de som. Assim como a ausência de estímulos visuais pode fazer o cérebro desacelerar e relaxar, a ausência de som pode ajudar a esvaziar a mente e a trazer clareza aos pensamentos. Para muitos dos problemas cotidianos não conseguimos encontrar respostas rápidas não porque somos burros, mas porque falta clareza de pensamento. E o silêncio pode te ajudar nisso.

Agora observe ao seu redor e perceba tudo o que você pode alterar para ter mais silêncio em sua vida. Desligue aparelhos que não esteja usando, feche a porta do quarto, feche a janela para não ouvir o barulho do vizinho. Tenha um momento de paz para você. E o mais importante: aprenda a fazer silêncio. Não fale quando não for preciso. Não gaste energia falando mal dos outros e fazendo fofocas. Tudo o que é desnecessário na hora de falar tira energia de você e polui a sua mente.

Comece a praticar o silêncio aos poucos e verá como ficará mais fácil a cada dia. A paz de espírito vai se tornar algo real e a sua mente vai agradecer o descanso que você dá a ela. Então, tente ficar em silêncio. Nem que sejam apenas cinco minutos por dia. Você vai se surpreender como o silêncio pode te ajudar.


Texto escrito por Ricardo Sturk da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]