Autoconhecimento Comportamento Convivendo

Carta aberta para meu filho

Menino beijando bochecha de mulher, que está abaixada para os dois ficarem da mesma altura.
Pixabay/Виктория Бородинова
Izabella Procópio
Escrito por Izabella Procópio

Amor da minha vida,
Fui a sua escolhida. Ainda não sei bem a razão, mas não me preocupo em querer saber. Apenas honro sua presença sensível, criativa e questionadora. Seu mundo também é meu. Meu coração sempre será ligado ao seu.

Mulher abraçando menino por trás, e os dois sorrindo para a câmera.
Pixabay/Tammy Cuff

Filho, posso caminhar ao seu lado, mas certamente haverá dias tempestuosos em que terá de se molhar. Será inevitável. Fará parte da sua evolução e do seu crescimento. Chorar, ter medo, ficar triste é humano. Todos nós sentimos. Você não será o único a possuir tais emoções. Mas, se um dia ficar confuso ou inquieto, não tome decisões importantes. Espere! Apenas se acolha e compreenda o furacão de interrogações e agonias que tirarão seu sono. Parar e refletir, vez ou outra, será de extrema importância. O ócio também pode ser produtivo. Lembre-se disso!

Mas, caso você teime na sua confusão e tape seus ouvidos para os meus conselhos, poderá ser dominado pelo “ego inferior”, fantasiar, perder-se e atrair pessoas com a mesma vibração baixa que a sua, pessoas que farão você desviar do seu verdadeiro caminho. E eu não poderei fazer nada, a não ser pedir aos Céus para que volte logo para o seu devido lugar. Cairá com toda a certeza, mas eu o levantarei e o colocarei no colo e o ninarei.

Meu filho, entender a realidade do mundo será o melhor antídoto contra as fantasias. Entender-se será o melhor antídoto contra as confusões. Jamais encare os tropeços como um agouro dos outros, apenas reveja seus passos. Olhe sempre para você. Sempre para você! Às vezes, caminhar mais lento é necessário. Pois terá a oportunidade de conhecer melhor as pessoas e de apreciar o Céu abençoando a sua vida.

Não se preocupe em se encaixar no mundo que lhe é apresentado. O seu encaixe é fora dos padrões. Pertença-se e será pertencido. Acolha-se e será acolhido.

Você também pode gostar

Aceite a riqueza da sua sensibilidade. Não tenha vergonha de mostrar a força da sua sutileza e do seu coração diante de um mundo mental, egoico e primitivo.

E tenha autocontrole acima de qualquer provocação! Mesmo que seja humilhado, permaneça com a cabeça erguida. E desarme quem o humilhou com amor e verdade. Difícil? Experimente! E veja a mágica acontecer!

Mulher e menino sentados lado a lado, encostando suas testas e fazendo caretas.
Pixabay/Morris Sneor

Não desconsidere ou despreze as pessoas difíceis. Aprenda com elas e lhes ensine. Elas só estão mergulhadas na escuridão, em suas próprias mazelas, em suas próprias fragilidades. Elas precisam de ajuda, da sua ajuda. Portanto adoce os amargos. Sorria para os ranzinzas. Fale manso com os que gritam. Toque os intocáveis. E com o tempo estará tirando a couraça de muitos, libertando muitos e vendo o brilho por trás de tanta força bruta.

Seja luz, meu filho, diante de um mundo cheio de escuridão e perdição. Não tenha medo! Pois sempre estarei com você!

Sobre o autor

Izabella Procópio

Izabella Procópio

-Bacharelado em Enfermagem pela UFAL
- Professional Self Coaching com titulações internacionais, Certificações pelos cursos de Coaching Ericksoniano, Master Coach e de Pós-Graduação em Psicologia Positiva, pelo Instituto Brasileiro de Coaching - IBC;
- Hipnoterapeuta Ericksoniana pelo ACT Institute, com o Dr. Paul Adler;
- Jornalista especialista em comunicação corporativa, pela empresa MEGA+;
- Palestrante e criadora do projeto "As 8 chaves para abrir o coração";
- Escritora desde sempre.

Contatos:
Email: [email protected]
Facebook: pensantecoracao
Instagram: @coracao.pensante