Espiritualidade

4 mantras de Thich Nhat Hanh para mudar os seus relacionamentos

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Este artigo trata-se de um trecho da entrevista do Monge Thich Nhat Hanh no programa da apresentadora americana Oprah Winfrey.

Nesse momento do programa, Thich Nhat Hanh elucida os quatro mantras que devem ser recitados e realizados com as pessoas que amamos. Ele traz, de maneira bela e simples, formas que devemos agir com aquelas pessoas que consideramos importantes em nossa vida. Confira:

1 – “Querida(o), eu estou aqui por você”

Ele defende que a melhor maneira de demonstrar seu amor verdadeiro as pessoas é doando a sua presença a elas, estando ali, junto.

2 – “Querida(o), eu sei que você está lá e eu estou tão feliz”

Esse mantra elucida a forma que devemos valorizar a presença das pessoas que amamos no momento em que elas estão conosco. Agradecer verdadeiramente por esse tempo juntos, considerando algo muito precioso.

3 – “Querida(o), eu sei que você sofre e é por isso que estou aqui por você”

Refere-se à forma que devemos socorrer as pessoas queridas e amadas. Devemos tomar ações positivas, apoiando e ajudando a quem amamos.

4 – “Querida(o), eu sofro, e eu vou fazer o meu melhor. Me ajude”

Esse mantra nos diz a forma que devemos agir quando as pessoas que amamos, de alguma forma, nos machucam ou magoam. Não devemos tomar uma atitude agressiva nem desejar que essas pessoas sejam punidas, mas sim o contrário. É necessário desejar ainda mais luz e amor a essas pessoas, nos tornando indivíduos de maior sentimento de amor a elas.


Texto escrito por Bruno da Silva Melo da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]