Alimentação consciente Nutrição

5 benefícios do amaranto

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
O amaranto, também conhecido como “feijão dos Andes”, é uma das opções saudáveis que apareceram nos últimos tempos nas listas de dietas. Ele é um grão parecido com a quinoa e com características próximas dos cereais. Sua origem remonta aos povos andinos que o cultivavam desde tempos muito antigos. Veja abaixo 5 benefícios que ele pode trazer para a sua saúde:

Rico em proteínas

Ele é comparado com a quinoa principalmente pela alta quantidade de proteínas que os dois possuem. A alta quantidade de proteínas pode ser útil para uma quantidade grande de dietas, daquelas em que o objetivo é emagrecer, até aquelas que também visam o crescimento muscular, que exige um alto consumo de proteínas durante o dia.

Nutrientes

Além das proteínas, o amaranto possui uma diversidade de nutrientes, como ferro, zinco, magnésio, cálcio e fibras. Isso tudo ajuda a reduzir o colesterol “ruim” do organismo, o LDL, e também o faz agir como um antioxidante, prevenindo diversas doenças.

Alternativa para celíacos

Para quem possui doença celíaca e não pode ingerir glúten, o amaranto é uma boa alternativa para os pratos do dia a dia. O que mostra que, além de saudável, ele também é uma saída para diversas pessoas que sofrem com algum tipo de restrição alimentar.

Faz bem para o coração

O amaranto é um aliado no combate ao colesterol, ajudando na saúde do coração. Como o amaranto possui um bom nível de potássio em sua composição, isso também ajuda no relaxamento dos vasos sanguíneos, diminuindo o risco de desenvolvimento de algum tipo de doença cardíaca ou coronária.

Faz bem para a digestão

Para quem tem problemas intestinais, principalmente problema de intestino preso, prisão de ventre, cólicas ou falta de uma rotina de ir ao banheiro com frequência pode se beneficiar do consumo periódico do amaranto. O alto teor de fibras que ele possui ajuda (e muito!) na saúde do seu sistema digestivo.

Se você se interessou pelo “feijão dos andes”, aproveite para procurar receitas com ele na internet. Além de ser saudável, há muitas boas opções de pratos que podem ser preparados com ele. Para uma dieta mais equilibrada, consulte um nutricionista, porque ele poderá lhe dizer com maior precisão a quantidade e como é o consumo ideal desse grão.


Escrito por Ricardo Sturk da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]