Alimentação consciente Nutrição

Por que você deveria incluir a quinoa na sua alimentação?

Se você acompanha canais ou blogs que compartilham receitas saudáveis já deve ter visto a quinoa como ingrediente para diversas receitas. Mas qual será o motivo dessa sementinha ser tão amada pelas pessoas que se dedicam à saúde? A seguir você entenderá os benefícios da quinoa e também encontrará dicas para consumi-la deliciosamente!

Quinoa é o cereal mais completo para a sua alimentação

Originária da América do Sul, a quinoa é um tipo de semente comestível que pode ser encontrada nas cores branca, preta ou vermelha. Ela traz tantos benefícios à saúde que, em 2013, a Organização das Nações Unidas (ONU) declarou o Ano Internacional da Quinoa visando divulgar os benefícios do alimento.

Sementes de quinoa.
oksanashufrych / Canva

O que essa semente tem de tão especial está em sua composição, que carrega proteínas, fibras, magnésio, vitaminas do complexo B, potássio, cálcio, fósforo, vitamina E e antioxidantes e ainda fornece os aminoácidos essenciais para o funcionamento do organismo. Essa extensa lista de coisas boas em sua composição faz com que ela seja querida na suplementação da alimentação de atletas, vegetarianos e diabéticos, por exemplo.

Entre os benefícios do consumo da quinoa estão:

A diminuição do colesterol: um estudo divulgado na revista Plant Foods for Human Nutrition comprovou que ratos alimentados com uma dieta com quinoa diminuíram seu colesterol ruim em 57%.

  • Controle de diabetes e hipertensão: segundo pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), a presença do antioxidante quercetina na quinoa auxilia no controle da diabetes tipo 2 e da hipertensão.
  • Auxilia na perda de peso: a quantidade de proteínas e fibras presentes na quinoa faz com que sintamos saciedade por mais tempo, o que evita a ingestão de mais alimentos durante o dia. Além disso, ela também melhora o funcionamento do intestino, fato que também ajuda no emagrecimento.
  • Auxilia no ganho de massa muscular: segundo a Organização Mundial da Saúde, cerca de 100 g da semente possui 14 g de proteínas, portanto seu consumo ajuda na formação e manutenção dos músculos.
  • Aumenta a imunidade: fonte de vitaminas C e E e flavonoides como quercetina e kaempferol, a quinoa auxilia no fortalecimento do organismo contra doenças.

Além dos benefícios citados acima, o consumo de quinoa também auxilia na prevenção da anemia, protege os nossos ossos e pode prevenir as doenças cardíacas, e tudo isso já nos faz pensar que pode ser uma boa ideia inserir a semente em nossa dieta, certo?

Vamos, então, para algumas formas de consumo da semente:

Como fazer a quinoa de forma saborosa?

A quinoa é aquele tipo de alimento versátil que pode ser preparado de diferentes formas. Aqui vamos citar as mais simples para que você comece a introduzir o alimento em sua rotina:

Quinoa cozida para substituir o arroz

Um pote de quinoa cozida.
DalaiFood / Canva

Para quem quer diminuir o consumo de carboidratos, a quinoa pode ser uma opção para substituir o arroz nas refeições. Para prepará-la você precisará de:

  • 2 xícaras (240 ml) de água;
  • 1 xícara (170 g) de quinoa;
  • Sal a gosto.

Em uma panela, coloque a água, a quinoa e o sal e deixe ferver de 15 a 20 minutos.

Quinoa em sucos e shakes

Se você é uma pessoa que prefere não sentir o gosto da quinoa, uma opção é acrescentá-la a sucos naturais ou shakes proteicos.

A melhor forma de fazer isso é usando a farinha de quinoa ou batendo a semente no liquidificador para que fique mais fácil de ingerir.

A quantidade utilizada varia de acordo com a quantidade de suco ou shake que você estiver preparando.

Experimente em saladas!

Seja em saladas de vegetais ou de frutas, uma colher de sopa de quinoa já acrescenta todos os nutrientes da semente àquela refeição!

Nesse caso você pode utilizar tanto a quinoa crua quanto cozida.

Pão de quinoa

Pão de quinoa.
dlerick de Getty Images Signature / Canva

Além de todos os benefícios que a quinoa apresenta, esse pãozinho ainda é sem glúten! Para essa receita, você precisará de:

  • 1 xícara farinha de quinoa
  • 1 xícara aveia em flocos finos, sem glúten
  • 1 xícara polvilho doce
  • 1 colher de sopa açúcar mascavo
  • 1 colher de chá sal
  • ½ colher de sopa fermento seco biológico instantâneo
  • 1 colher de sopa psyllium
  • 1 colher de sopa azeite de oliva
  • 1¼ xícara água morna
  • 1 colher de sopa quinoa em flocos (opcional)

Modo de preparo:

Coloque a farinha de quinoa, a aveia, o polvilho doce, o açúcar mascavo, o sal, o fermento e o psyllium em uma bacia e mexa bem com uma colher.

Em seguida, adicione o azeite de oliva e vá acrescentando a água morna gradativamente enquanto mistura. Mexa até a massa ficar grossa e ela não deve ficar seca. Se for preciso, acrescente água com cuidado.

Transfira a mistura para uma forma média de pão, espalhando a massa com as mãos molhadas até que ela fique bem lisinha.

Coloque a forma com a massa em uma assadeira maior e deixe crescer dentro do forno desligado ao lado de uma xícara com água quente. Isso pode levar de 45 minutos a 1 hora.

Depois, basta levar o pão para assar em forno preaquecido por 180 graus por 40 minutos.

Você também pode gostar

Fácil, acessível e cheia de benefícios, a quinoa é um ingrediente que vale a pena acrescentar à nossa alimentação. E você, já tem o hábito de consumi-la? Se ainda não faz isso, este texto pode ter sido um sinal de que o consumo da quinoa fará muito bem para a sua saúde!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br